Pular para o conteúdo principal

Filme: O Nome da Morte

Olá!
Assisti o filme O Nome da morte na cabine de imprensa da Imagem Filmes. O filme estréia dia 02/08 em circuito nacional.
O filme é baseado no livro homônimo, de Klester Cavalcanti, da Planeta de Livros.
Eu devorei o livro uma semana antes, quando recebi o convite desta cabine. A resenha do livro você lê aqui.
Atenção, se você também leu o livro, não espere encontrar um filme fiel a ele, pois você pode se decepcionar. Eu fui com esta expectativa e confesso que a princípio sai brava do cinema. 
Durante a coletiva de imprensa, tanto Klester Cavalcanti quanto Henrique Goldman, diretor do filme me convenceram do porque das mudanças. Ambos explicaram que o filme não é um documentário e nem uma série, por isso muitas cenas que eu esperava ver no filme não estavam lá (participação na guerrilha, a Serra Pelada, o Rio Araguaia). A essência do livro se manteve, mas muitas ações e situações estavam bem diferentes.

O que eu mais gostei foi a forma que o diretor e os atores protagonistas encontraram de mostrar as características de personalidade do Júlio e da sua esposa, Maria. Pigossi e Fabíola conseguiram captar bem estas nuances e seus personagens convencem e muito bem. André Mattos está ótimo no papel do tio que é decisivo na vida de Júlio. Apesar do tema violento, o filme e muito bem feito e dirigido. Prendeu minha atenção do início ao fim.

Não conhecia o trabalho do Marco Pigossi, mas gostei muito da sua interpretação, ele conseguiu traduzir para a telona este personagem tão diferente e intrigante. Eu já era fã do trabalho da Fabíola desde que a vi no incrível filme Estômago e achei que ela está ótima neste papel também.
Sinopse: Júlio (Marco Pigossi) é um jovem que vive com a família no interior do Brasil. Por lealdade ao tio Cícero (André Mattos) Júlio mata pela primeira vez. Descobre então uma perturbadora vocação que irá se transformar em ofício. Homem carinhoso, Júlio se casa com Maria (Fabiula Nascimento). Religioso é atormentado a cada disparo, mas segue adiante enquanto vive um mergulho num país sem lei, onde cada vida tem seu preço, mas nenhum valor. "O Nome da Morte" é baseado em fatos reais.

Elenco: Fabiula Nascimento, Andre Mattos, Marco Pigossi, Matheus Nachtergaele, Tony Tornado, Marie Paquim, Augusto Madeira, Martha Nowill, Gillray Coutinho, André Luiz, Dante Parreão, Marcelo Madureiro Soares, Jota Ferreira, Demy Britto, Jessica Alencar, Antonio Piaui, Hygor Diniz 
Direção: Henrique Goldman 
Gêneros: Policial, Drama,Biografia 
Inadequações: Linguagem imprópria e violência 
Duração: 98 minutos



Comentários

  1. Faz um tempo que não assisto nada nacional e achei este uma boa pedida.
    Eu também sempre espero o filme fiel ao livro, mas tento entender que algumas alterações acabam se fazendo necessárias, só não gosto quando muda muito.
    Fiquei curiosa por esse, vou ler o livro primeiro.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá este não costuma ser um tipo de filme que gosto, mas acredito que o conflito que o personagem enfrenta diante dos fatos devem ser um tanto curiosos de ver, interessante. Bjs!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Junho

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Escolhas da  Leticia :  "O esmalte é  o Tapete Vermelho, da @esmaltecolorama. Fácil de passar, gosto de passar três mãos pra não ficar muito transparente. O livro é o

Nossa Semana #23

  Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana 23ª. Uma semana movimentada! Teve Clube da Leitura, evento literário, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, o friozinho gostoso continuou por aqui. Participei da Cabine de imprensa do filme Um Broto Legal, da Pandora Filmes e adorei! Tem resenha dele aqui . Na quarta feira tivemos a primeira discussão do nosso amada Clube MãeLiteratura em parceria com a Editora Intrínseca. O livro escolhido é Na Estrada com o ex. Foi uma discussão muito bacana. Enquanto trabalho de casa, tenho a companhia super especial do Zacarias. Meu amor, meu grudinho, meu companheirão, fica sempre pertinho, roncando e brincando com seu amiguinhos. Eu e a Fernanda, minha irmã, voltamos ao cinema, 36 anos depois de ver o primeiro filme, para assistir Top Gun: Maverick.  Que filme! Amamos! Amamos! Amamos! Tenho experimentado um ritual toda noite que me faz muito bem. Vou pra cama cedo, fico lendo, tomo meu chazinho e relaxo, me recuperando dos dias agitado