Pular para o conteúdo principal

Nosso presente de natal: Zacarias



Este ano ganhamos um presente muito aguardado e desejado por todos, principalmente pela Letícia!
O Zacarias, um pug de 3 meses lindo, fofo, muito meigo e super amoroso.


Estamos todos apaixonadíssimos. Eu sempre tive cachorro e acho muito saudável a convivência deles com as crianças. Tentamos antes, mas não deu certo, por vários motivos. As crianças eram bem pequenas (e não ajudavam a cuidar do peludinho, ou seja era mais uma tarefa pra mim, entre as milhares que eu JÁ tenho), moramos em apartamento e ficávamos fora praticamente o dia todo...


Agora as crianças estão maiores, ajudam mais (está tudo beeem combinado e até agora todos cumprem o trato) e neste próximo ano, ficarão em casa a tarde.


E aí veio o Zac, um presentão de natal! Eu sempre quis ter um pug e depois que comecei a pesquisar suas características então, tive mais certeza ainda.


Ele é um cãozinho muito tranquilo, claro que como todo bebê, brinca e apronta, mas é bem bonzinho. Parece uma sombra, onde você está, ele está também. Estou lavando a louça, ele está deitado nos meus pés...uma fofura.
É um cachorro que não late, não é irritadiço, é um querido.

Vejam algumas características destes bebês gostosos:


Pugs são essencialmente cães de companhia e para isso foram desenvolvidos. São pequenos, adoram os confortos de um lar, são doidos por um colinho, são limpos e precisam muito da companhia dos seres humanos.

Pugs não trabalham como cães farejadores, a não ser para encontrar farelos de biscoito. Eles não caçam, com exceção do próprio prato de comida. Eles apenas pegam coisas quando realmente querem e, para não perder a coerência, são eles que decidem quando vão entregar, ou não, este objeto para você. Mas muitas vezes eles são treinados com sucesso para trabalhar como cães de terapia (vão visitar criança e outras pessoas que estejam internadas em hospitais, levando conforto e amor incondicional. Em troca eles se deixam ser acariciados, apertados, beijados), e também no auxílio de pessoas com deficiência auditiva, alertando seus donos/parceiros de sons específicos, como o soar do telefone ou da campainha da porta.

Diferente da grande maioria das raças pequenas, Pugs demoram bastante para amadurecer (só deixam a infância por volta dos 2 anos de idade - prepare-se com uma dose extra de paciência e bom humor), mas em compensação estão longe de ser aquelas criaturinhas nervosas e reativas em excesso. Quando finalmente amadurecem, eles ficam tão bem adaptados a rotina da família que são praticamente "invisíveis". Não costumam latir em demasia, e por isso são considerados bons cães de alarme, e eis mais uma característica marcante da raça. Seu latido é rouco e curto.


Se você está procurando um pequeno grande amigo, inteligente, cheio de personalidade e meio cabeça-dura. Se você não gosta de cachorros que soltam "gritinhos" quando aparece alguém na porta, mas que late como um cachorro grandão e ainda assim não chega a incomodar os vizinhos, pois além de não latir incessantemente, nem atoa, o latido é do tipo abafado. Se você está louco para ter um cachorro super carinhoso e paciente, especialmente com crianças e pessoas idosas. Se você não se importa de gastar um tempinho extra treinando seu amigo, então não pense duas vezes. O Pug é o cachorro ideal para você.

Pugs gostam muito de brincar e, embora possuam grande senso de dignidade, estes pequenos não se importam de bancar o palhaço se isto for alegrar seus donos.


Daqui ó

Comentários

  1. Ai, que fofiiiinho!

    Tenho certeza de que ele será sempre lembrado como o melhor presente que as crianças se lembrarão de ter recebido!

    Os meus nasceram e nós já tínhamos Patrick e Bob Esponja, então estão crescendo com a cultura de que os outros seres vivos também merecem respeito, cuidado e atenção.

    Acho a experiência maravilhosa!

    Feliz Natal e que logo vocês contem muitas novidades sobre o Zac!

    Beijo,
    Ingrid

    ResponderExcluir
  2. OI Clau,
    que presente maravilhoso. Aqui nós temos a Xina, nossa PUG supercarinhosa, meiga e levada. Ela vai fazer 4 ans em 05/01.
    O Zacarias é muito fofo. Muitos beijos para vocês.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Claudinha!
    Que presente maravilhoso! Eu AMO bichos e sou super suspeita. Meu primeiro cachorro foi uma fila brasileira que meus pais compraram quando eu tinha 6 meses. Ela dorminha debaixo da janela do meu quarto e avisava minha mãe quando eu chorava. Já dos grandes tive 2 filas, um seter irlandes, um pastor e um labrador. Dos pequenos, hoje tenho 2 poodles e uma york. Já tive muitos gatos e coelho. Cresci assim, no meio deles, e amo estar com eles. Acho que a convivencia entre crianças e animais super saudável. Realmente, não poderia haver um presente mais especial para seus filhos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Clau Feliz Natal para voces!
    Que presentao mais lindo!
    Tenho certeza que esse presente estara sempre presente, nao so na vida, mas principalmente na lembranca das criancas.
    Nao sou a pessoa mais apaixonada no mundo por cachorros/ gatos e infelizmente aqui no apartamento nao podemos ter bichinhos. Mas meu marido ama e sei que um dia sera inevitavel. Entao acompanharei voces para aprender mais.
    Abracos e uma otima semana para voces.
    Gra
    * nao esqueci seu email nao ta? Logo mais te respondo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Clauo!
    Que coisa mais fofa!
    Os meninos devem estar felizes hem com o presente!!
    Bjo no coração!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç