Madre Teresa: Amor Maior Não Há


Eu adoro assistir documentários. E adorei participar da Cabine de Imprensa da Kolbe Arte Produções, do filme Madre Tereza: Amor maior não há.
Fiquei muito impressionada e emocionada com a sua trajetória.
Ouvi numa das passagens uma frase que me marcou muito. "O que Madre Tereza fazia não era assistencialismo, mas resgate da dignidade."
Em 01/12/1928 embarca em uma viagem da Irlanda para a Índia e aí começa seu trabalho incrível.
Nascida numa família albanesa, aos 12 anos perde seu pai, vítima de envenenamento. Aos 18 ouve o chamado e despede-se da mãe e da irmã, não volta a vê-las com vida. Apesar de várias tentativas, seus pedidos para visitar sua terra natal são negados.
Foi muito próxima do Papa João Paulo II, e ele falava que ela iria aonde ele não poderia ir.


Eu já tinha lido num livro e fiquei novamente emocionada com a sua dedicação aos pacientes, nos primeiros casos HIV, os pacientes "aidéticos". Começou com uma casa para 12 pacientes, incomodou muitos vizinhos.
Filmado em cinco continentes, as primeiras cenas são rodadas em Boa Vista, num projeto de ajuda aos refugiados da Venezuela.


Que filme inspirador. Assista! Independente da sua religião, espero que você goste tanto quanto eu.

Exibido exclusivamente em mais de 85 salas de cinemas brasileiros nos dias 22, 28 e 29 de novembro de 2022, com distribuição da Kolbe Arte Produções.


MADRE TERESA: AMOR MAIOR NÃO HÁ
EUA | 2022 | 111 min. | Drama
Título Original: Mother Teresa: No Greater Love
Direção: David Naglieri
Roteiro: David Naglieri
Elenco: Bishop Barron, Ridoyanul Hoq, Patrick Kelly
Distribuição: Kolbe Arte Produções

 

Gostou do post? Quais assuntos e ou resenhas você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

Até 2023, BEDA!!

#EsmalteseLivros - Setembro