Resenha: Os Dois Mundos de Isabel | Daniela Arbex | Editora Intrínseca

 

A leitura deste livro me deixou muito emocionada e inspirada. Como é bom saber que existem pessoas especiais como Dona Isabel. A menina que desde pequena enfrentou preconceitos e num mundo tão masculino, deu visibilidade à mulher dentro da seara espírita.

Daniela, jornalista talentosa que já tinha me conquistado em Holocausto Brasileiro, é uma profissional que acompanho com interessante e muita admiração. Nesta biografia, fez um trabalho sensacional. Durante mais de um ano, realizou entrevistas com Dona Isabel, conversou com as pessoas que participaram da vida desta mulher tão especial ( foram mais de 100 pessoas citadas por ela, já imaginou o trabalho?) e escreveu um livro inspirador, bonito e emocionante. O mais lindo, a homenagem à esta grande mulher é feita em vida, Dona Isabel completou 96 anos no último setembro.

O início do livro apresenta a família de Isabel, seus pais e avós vieram do Líbano. Viviam numa pequena fazenda no interior de Juiz de Fora. Sempre a frente do seu tempo, Isabel aos 14 anos se tornou professora. Desde os 9 conviveu com os eventos que não entendia, eram seus primeiros contatos com os espíritos.

Jovem, Isabel se casa com Ramiro, 12 anos mais velho que ela. Ele era viúvo, perdeu a primeira esposa e a única filha de 5 anos num acidente. Vivem juntos por 56 anos e tiveram cinco filhos. Que história de amor e de união mais linda.

Uma vida dedicada ao próximo, enfrentando dificuldades e distribuindo amor, esperança e fé aos que cruzaram seu caminho.

Além da trajetória pessoal, Daniela mostra o trabalho espírita de Isabel e a fundação da sua obra assistencial A Casa do Caminho, que acolheu e retirou das ruas mais de 500 crianças.

Os casos narrados são testemunhos de fé e esperança. Uma história mais bonita que a outra. Em todas elas Isabel é o ponto de equilíbrio, a mensageira da fé, do fortalecimento espiritual.

Fiquei muito emocionada com a história de Andréa, uma moça que sofria de uma doença autoimune, que contraindicava uma gestação. Andrea não só teve o Bruno, como conviveu com ele por 13 anos.

O capítulo De volta ao lar me levou às lágrimas ao contar a festa de 95 anos de Dona Isabel e seu reencontro com os primeiros meninos assistidos por ela, que foram ao evento. Muito lindo!

A escrita da Daniela é ótima, fluida e de fácil entendimento. Eu gosto de ler biografias e confesso que esta foi uma das que mais amei. Termino o livro com um forte sentimento de gratidão e de motivação.


A edição é uma das mais bonitas que já vi. Eu adorei a capa e as fotos escolhidas para ilustrar os capítulos. Excelente e cuidadosa diagramação, que contribui para tornar a leitura ainda mais especial.

No posfácio chamado A mulher que conversava com a menina, Daniela conta sobre seu relacionamento com Dona Isabel, que conheceu aos 15 anos e sobre o processo de escrita deste livro.

"Para mim o livro só termina depois que as palavras são compartilhadas e elas passam a ter um significado para o outro."

É pensando neste compartilhar que escrevo esta resenha. Foi com este pensamento que escolhi este livro para ser a nossa segunda leitura comentada. Foi muito bom discutir esta preciosidade com outros leitores.

Recomendo este livro para todos os leitores, independente da sua crença religiosa. Leia e depois me conte o que achou, eu vou adorar saber.

Os Dois Mundos de Isabel
Autor: Daniela Arbex
Ano: 2020
Páginas: 304
Editora: Intrínseca
Minha avaliação: 5/5 estrelas - favoritado
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon

Comentários