Pular para o conteúdo principal

Resenha: Os Dois Mundos de Isabel | Daniela Arbex | Editora Intrínseca

 

A leitura deste livro me deixou muito emocionada e inspirada. Como é bom saber que existem pessoas especiais como Dona Isabel. A menina que desde pequena enfrentou preconceitos e num mundo tão masculino, deu visibilidade à mulher dentro da seara espírita.

Daniela, jornalista talentosa que já tinha me conquistado em Holocausto Brasileiro, é uma profissional que acompanho com interessante e muita admiração. Nesta biografia, fez um trabalho sensacional. Durante mais de um ano, realizou entrevistas com Dona Isabel, conversou com as pessoas que participaram da vida desta mulher tão especial ( foram mais de 100 pessoas citadas por ela, já imaginou o trabalho?) e escreveu um livro inspirador, bonito e emocionante. O mais lindo, a homenagem à esta grande mulher é feita em vida, Dona Isabel completou 96 anos no último setembro.

O início do livro apresenta a família de Isabel, seus pais e avós vieram do Líbano. Viviam numa pequena fazenda no interior de Juiz de Fora. Sempre a frente do seu tempo, Isabel aos 14 anos se tornou professora. Desde os 9 conviveu com os eventos que não entendia, eram seus primeiros contatos com os espíritos.

Jovem, Isabel se casa com Ramiro, 12 anos mais velho que ela. Ele era viúvo, perdeu a primeira esposa e a única filha de 5 anos num acidente. Vivem juntos por 56 anos e tiveram cinco filhos. Que história de amor e de união mais linda.

Uma vida dedicada ao próximo, enfrentando dificuldades e distribuindo amor, esperança e fé aos que cruzaram seu caminho.

Além da trajetória pessoal, Daniela mostra o trabalho espírita de Isabel e a fundação da sua obra assistencial A Casa do Caminho, que acolheu e retirou das ruas mais de 500 crianças.

Os casos narrados são testemunhos de fé e esperança. Uma história mais bonita que a outra. Em todas elas Isabel é o ponto de equilíbrio, a mensageira da fé, do fortalecimento espiritual.

Fiquei muito emocionada com a história de Andréa, uma moça que sofria de uma doença autoimune, que contraindicava uma gestação. Andrea não só teve o Bruno, como conviveu com ele por 13 anos.

O capítulo De volta ao lar me levou às lágrimas ao contar a festa de 95 anos de Dona Isabel e seu reencontro com os primeiros meninos assistidos por ela, que foram ao evento. Muito lindo!

A escrita da Daniela é ótima, fluida e de fácil entendimento. Eu gosto de ler biografias e confesso que esta foi uma das que mais amei. Termino o livro com um forte sentimento de gratidão e de motivação.


A edição é uma das mais bonitas que já vi. Eu adorei a capa e as fotos escolhidas para ilustrar os capítulos. Excelente e cuidadosa diagramação, que contribui para tornar a leitura ainda mais especial.

No posfácio chamado A mulher que conversava com a menina, Daniela conta sobre seu relacionamento com Dona Isabel, que conheceu aos 15 anos e sobre o processo de escrita deste livro.

"Para mim o livro só termina depois que as palavras são compartilhadas e elas passam a ter um significado para o outro."

É pensando neste compartilhar que escrevo esta resenha. Foi com este pensamento que escolhi este livro para ser a nossa segunda leitura comentada. Foi muito bom discutir esta preciosidade com outros leitores.

Recomendo este livro para todos os leitores, independente da sua crença religiosa. Leia e depois me conte o que achou, eu vou adorar saber.

Os Dois Mundos de Isabel
Autor: Daniela Arbex
Ano: 2020
Páginas: 304
Editora: Intrínseca
Minha avaliação: 5/5 estrelas - favoritado
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #22

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Uma semana com vários eventos lindos! Teve Clube da Leitura, musical, circo, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, semana de friozinho gostoso por aqui.   Eu amo organizar minhas leituras e estou usando o Diário de Leitura , que recebi em parceria com a Fina Folha Papelaria . Adoro os produtos desta papelaria mais que especial! Aqui um pouquinho das leituras desta semana. Com este tempinho frio, que eu amo, aproveito para fazer sopas. Adoro este tipo de jantar. Aqui uma sopa de grão de bico com calabresa. Ficou uma delícia. Na quarta feira tivemos a segunda discussão do nosso Projeto Jorge Amado, As Mulheres de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Discutimos o livro Dona Flor e seus dois maridos. Foi muito sensacional!   Na sexta feira, eu, a Letícia, minha irmã Fernanda e a Bia, minha sobrinha e afilhada, assistimos a reestreia de PETER PAN, O MUSICAL, no Teatro Alfa. Foi lindo!⁣  Leia o post complet