Pular para o conteúdo principal

Eu Li: HO´OPONOPONO

Hoje eu trago um livro muito especial, HO´OPONOPONO, da Carole Berger, lançamento do nosso parceiro, Grupo Editorial Pensamento.

Alguns livros têm o poder, diria até metafísico, de mudar nossa vibração e energia já no momento da leitura. Este foi um deles, e mudança foi para melhor, muito melhor! Quando eu soube deste lançamento, na hora sabia que queria muito ler este livro, por dois motivos. Primeiro porque este assunto tem me interessado cada vez mais e quero aprender mais. Segundo porque é uma prática havaiana e eu sou simplesmente apaixonada por tudo que vem do Havaí. Desde pequena, quando me perguntavam que lugar eu gostaria de conhecer, o Havaí sempre foi minha primeira opção, aquela que a gente responde sem nem pensar, sabe? Então descobrir este lugar lindo, dentro deste livro maravilhoso, foi um grande prazer e uma excelente oportunidade de aprendizagem.

Voltando na minha primeira frase deste post, apesar de saber que isso pode acontecer, eu confesso que fiquei muito surpresa ao perceber como esta leitura me fez bem! Algo beirando a uma mágica, foi o que senti com esta leitura. Uma paz de espírito, um sentimento de leveza, de alegria, de gratidão, que não só me surpreendeu, mas principalmente, me emocionou, muito! Terminei o livro lhe dando um abraço e um beijo caprichado. Sempre faço isso nas minhas leituras, mas desta vez o abraço foi ainda mais caloroso.

Um livro lindo, tanto na sua aparência física, quanto no seu conteúdo, assim é HO´OPONOPONO. Como o subtítulo explica, é a antiga prática havaiana da gratidão e do perdão, vivenciada por este povo tão especial há muitos e muitos anos.

O livro é dividido em quatro capítulos que trazem os princípios desta prática, além da introdução e conclusão. Os principais conceitos tradicionais havaianos são explicados antes dos capítulos. Os conceitos não são difíceis, o mais complicado, eu acho, é pronunciar HO´OPONOPONO! Temas interessantes como apropriação do poder, força interior, perdão, gratidão, amor, energia, entre outros, são abordados nesta leitura. 

A autora nos mostra que os havaianos aprendem desde crianças a lidarem com as energias que os envolvem. O livro explica questões práticas como limpeza energética e ao mesmo tempo ensinamentos que parecem óbvios, mas que tantas vezes insistimos em não realizá-los, como ter calma num momento de crise, não responder de forma abrupta e automática à uma ofensa ou contrariedade. Nos mostra ainda que a gratidão, hoje um termo até banalizado, é o que nutre nosso corpo físico e espiritual e é o combustível essencial para nosso bem estar e  muito mais. 

Um termômetro que uso para saber se gostei do livro, são as marcações e este, está cheio de post-it. Vou destacar algumas das marcações que eu mais gostei aqui.
" Os anciãos estão aí para nos orientar. Assim como fazem com uma criança quando contamos histórias, os anciãos nos pegam pela mão e nos conduzem por uma jornada interior, uma jornada na qual nos encontramos e chegamos a um local onde podemos assumir, com serenidade, a responsabilidade pela nossa vida. Ajudam-nos a desprogramar nossas memórias falhas, crenças falsas e limitações e a substituí-las por uma vida de abundância, alegria e paz."
"Somos muito mais do que um corpo; na verdade somos pura energia materializada. O corpo é a apenas a parte mais densa e visível, mas a vida se desenrola em outra parte, na esfera invisível, na energia que nos dá a vida e tudo o que a Terra contém. É ela que é celebrada pelo tradicional aloha. Aloha é uma palavra poderosa, que muito além de um simples olá. Ela nos conecta a uma verdade única: a verdade das energias..."
A edição é um dos grandes diferenciais do livro O que me chamou a atenção de cara, foi a sua capa linda. Ao folhear o livro, fiquei ainda mais encantada. O Havaí está dentro dele, com suas flores, pássaros e colorido vibrante. Um trabalho belíssimo da Pensamento, que caprichou muito. Ouso dizer que é a edição mais linda que li ultimamente. Revisão impecável, uma riqueza de livro. 

Carole finaliza seu livro escrevendo sobre o amor e é assim que eu termino esta leitura, apaixonada pelo livro, pela prática, querendo aprender mais e mais e principalmente tendo claro que não dá pra ficar só na teoria, é preciso buscar as mudanças de comportamento e vivenciar esta prática belíssima, simples e profundamente. Este não será um livro que ficará na minha biblioteca, ele já mora no meu criado mudo, é daqueles presentes que você se dá, para aprender, abrir ao acaso e admirar os seus ensinamentos. Aproveite também. Vivencie esta prática linda você também! Recomendo muito esta leitura inspiradora.

Ficha Técnica Título: HO´OPONOPONO Autor: Carole Berger
Tradução: Marcelo Brandão Cipolla Ano: 2020 Páginas: 160 Classificação: 5 estrelas Editora: Pensamento Livro cedido em parceria com a editora Adicione no Skoob Para comprar: Pensamento


Comentários

  1. Oi Clauo! Que delícia de resenha, dá vontade de pegar para ler logo o livro! Parabéns! Eu também curto esse tipo de ensinamento que parece óbvio, principalmente nos momentos de crises, mas que precisamos de algo ou alguém para nos lembrar daquilo. Amei a edição, realmente linda! Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #22

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Uma semana com vários eventos lindos! Teve Clube da Leitura, musical, circo, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, semana de friozinho gostoso por aqui.   Eu amo organizar minhas leituras e estou usando o Diário de Leitura , que recebi em parceria com a Fina Folha Papelaria . Adoro os produtos desta papelaria mais que especial! Aqui um pouquinho das leituras desta semana. Com este tempinho frio, que eu amo, aproveito para fazer sopas. Adoro este tipo de jantar. Aqui uma sopa de grão de bico com calabresa. Ficou uma delícia. Na quarta feira tivemos a segunda discussão do nosso Projeto Jorge Amado, As Mulheres de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Discutimos o livro Dona Flor e seus dois maridos. Foi muito sensacional!   Na sexta feira, eu, a Letícia, minha irmã Fernanda e a Bia, minha sobrinha e afilhada, assistimos a reestreia de PETER PAN, O MUSICAL, no Teatro Alfa. Foi lindo!⁣  Leia o post complet