Vindima Goes 2020 - Participe!

Eu Li: Reinações de Monteiro Lobato: Uma Biografia


Olá queridos leitores!
A resenha de hoje é muito especial, do livro Reinações de Monteiro Lobato: Uma Biografia, escrito por Marisa Lajolo e Lilia Moritz Schwarcz, lançamento da Companhia das Letrinhas, do grupo Companhia das Letras.


Sinopse
E se Monteiro Lobato resolvesse contar sua história para as crianças de hoje em dia? Descobriríamos como Narizinho, Emília, Pedrinho, Dona Benta, Tia Nastácia e tantos outros personagens do Sítio do Picapau Amarelo foram criados? Essa é a proposta deste livro, escrito por Marisa Lajolo e Lilia Moritz Schwarcz, que dão voz ao próprio Lobato. Narrado em primeira pessoa, o editor, empreendedor, escritor e fazendeiro conta sua vida às crianças e não foge das questões polêmicas relacionadas a ele. O contexto histórico é sempre abordado por meio de boxes complementares. Com um projeto gráfico especial recheado de imagens e documentos raros, como fotos de Lobato e sua família, cartas do escritor para a mãe e ilustrações das primeiras edições dos livros do Sítio do Picapau Amarelo, essa é uma leitura indispensável para quem quer conhecer a vida do maior autor da literatura infantil brasileira.
Depois de me deliciar com a leitura de Reinações de Narizinho, chegou a hora de conferir os detalhes da vida de Monteiro Lobato nesta sua biografia, lançamento da nossa querida parceira, Companhia das Letras. Neste mês não tive dúvidas sobre minha escolha, pois queria muito continuar mergulhada na Biblioteca Monteiro Lobato, que a editora está lançando agora.
 Que delícia de leitura! Foi muito prazeroso ler esta biografia "contada" pelo próprio escritor, cheia de detalhes que eu não conhecia, numa linguagem fluida e muito interessante. O livro começa contando a infância de Lobato, que em casa, tinha o apelido de Juca. Lobato conta que ao nascer recebeu o nome de José Renato, mas que depois quis mudar para José Bento, como seu pai. Por que? Porque seu pai tinha uma bengala com as iniciais JB e ele pretendia ficar com ela. Este é o tom do livro, cheio de curiosidades, de humor e do universo rico e eclético deste escritor incrível. 
 Lobato nasceu em 1882, na casa do seu avô, em Taubaté e teve duas irmãs mais novas, Judith e Esther. Seu avô era um Visconde, o Visconde de Tremembé. Seus pais eram fazendeiros e ele morou muito tempo na fazenda, mas aos 7 anos foi para escola. Lobato conta sobre seus estudos, sobre seus primeiros escritos, sobre ser turrão, cheio de certezas e sobre estar errado em várias circunstâncias. De forma leve e interessante, as autoras mostram que a forma de pensar, era condizente com sua época e que Lobato sempre incentivou os leitores à pensarem (e a discordarem) do que liam. Falam sobre as polêmicas vivenciadas por este homem de personalidade forte e muito inteligente.
Formado em Direito em 1904, foi nomeado promotor público em 1907, na cidade de Areias. Antes de se mudar, conheceu Maria da Pureza Natividade, a quem sempre chamou de Purezinha. Era neta de um ex-professor dele. Lobato teve quatro filhos com ela. Martha, Edgard, Guilherme e Ruth. Foi ouvindo a esposa contando histórias para os filhos e se lembrando das que a avó e sua mãe contavam, que percebeu que não havia histórias infantis com cara brasileira. Aí começaram a se formar, na sua cabeça, as histórias do Sítio, nosso amado Sítio do Picapau Amarelo.
O livro é muito rico em informações e traz muitas curiosidades interessantes. Selecionei algumas para mostrar aqui para vocês, como seu livro preferido, Os Sertões, de Euclides da Cunha, a polêmica com Anita Malfatti. Conta que desde jovem adorava desenhar e pintar, que o avô não o deixou ser pintor, mas que pintou pela vida toda. Narra sobre seu trabalho no consulado brasileiro em Nova York e, claro, apresenta seus livros e personagens famosos e queridos.
 A edição é maravilhosa! Capa linda, diagramação excelente, cheia de colagens com fotos, cartas, desenhos e capas dos seus livros. Um trabalho belíssimo da Companhia das Letrinhas. No final do livro ainda encontramos a autobiografia das duas autoras, uma lista com os livros sobre Monteiro Lobato, sua linha do tempo (que eu achei muito bacana e interessante, aliás como todo o livro). O livro conta, mais uma vez com as ilustrações da Lole, que são lindas, lindas e trazem um colorido super especial a este projeto tão caprichado.
Este é um livro muito interessante, para leitores de todas as idades. Super recomendo esta biografia tão especial. Um ótimo presente, comprei alguns para presentear pessoas queridas, Abaixo, um vídeo das autoras falando sobre Monteiro Lobato. 

Sobre as autoras
Marisa Lajolo
É pesquisadora, crítica literária, autora de literatura juvenil e professora universitária. Deu aula na Unicamp e hoje é professora na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em 2009, em parceria com João Luís Ceccantini, organizou a obra Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil (Editora Unesp/Imprensa Oficial), eleita pelo prêmio Jabuti o melhor livro de 2009 na categoria não ficção. Em 2012, seu livro Gonçalves Dias, o poeta do exílio (FTD) foi premiado pela Academia Brasileira de Letras.

Lilia Moritz Schwarcz
É professora titular na USP e Global Scholar em Princeton. É autora de uma série de livros como: Retrato em branco e negro (prêmio APCA), Espetáculo das raças (prêmio APCA), As barbas do imperador (prêmio Jabuti livro do ano), A batalha do Avaí (prêmio ABL), O sol do Brasil (prêmio Jabuti), Brasil: Uma biografia (finalista prêmio Jabuti), Lima Barreto - Triste visionário (prêmio Biblioteca Nacional, prêmio ANPOCS, finalista prêmio Jabuti, prêmio APCA). No ano de 2019 lançou Sobre o autoritarismo brasileiro. É colunista do jornal nexo e curadora adjunta para histórias do MASP.

Reinações de Monteiro Lobato: Uma Biografia
Autor: Marisa Lajolo e Lilia Moritz Schwarcz,
Ilustradora: Lole
Ano: 2019
Páginas: 88
Editora: Companhia das Letrinhas
Adicione no Skoob
Para comprar: Companhia das letras

Comentários