Eu Li: Reinações de Narizinho

Olá queridos leitores!
A resenha de hoje é super especial, do livro Reinações de Narizinho, escrito pro Monteiro Lobato, lançamento da Companhia das Letrinhas, do grupo Companhia das Letras.
Dia 18 de abril nasceu um dos maiores escritores brasileiros, criador de histórias que encantaram e ainda encantam milhares de crianças, Monteiro Lobato. Também por causa dele é o dia do livro infantil nacional e por isso hoje trago esta nossa homenagem.

Sinopse
Reinações de Narizinho é o primeiro de uma série de livros que abriria as porteiras do Sítio do Picapau Amarelo para os pequenos leitores do Brasil. Com seu universo único e encantador, as aventuras que Narizinho, Pedrinho, Emília e tantos outros personagens vivem nos arredores do Sítio e no Reino das Águas Claras marcaram a história da literatura brasileira e consagraram Monteiro Lobato como o grande nome de nossa literatura infantojuvenil. Esta nova edição de luxo, organizada por Marisa Lajolo, vem acompanhada por um texto introdutório que explica o contexto cultural da época de publicação do livro e debate as questões polêmicas relacionadas à obra de Monteiro Lobato. Traz também notas de rodapé em formato de diálogo entre as personagens, que explicam o vocabulário e os costumes do Brasil da década de 1920, além de ilustrações que reinterpretam a turma do Sítio.
Minhas impressões
Quando eu soube deste lançamento da nossa querida parceira Companhia das Letrinhas, fiquei doida para ler. Este é o primeiro livro pela editora, da Biblioteca Monteiro Lobato. Quando o título apareceu na lista de lançamentos, foi fácil decidir por ele. Não me decepcionei, muito pelo contrário, AMEI!

Redescobrir o universo destes personagens maravilhosos foi delicioso e me trouxe uma nostalgia boa demais. Eu cresci assistindo na TV a série do Sítio do Picapau amarelo, mas ainda não tinha lido suas histórias em livro. A turma do Sítio do Picapau Amarelo tem personagens diferentes, interessantes, peculiares e apaixonantes. Lobato tem um talento incrível para explorar um mundo mágico, trazendo de volta fábulas e contos de fadas, num mundo hoje altamente tecnológico. 
Duas senhoras adoráveis são as principais adultas desta turma, Dona Benta e tia Nastácia. Dona Benta é avó de duas crianças espertas e cheias de energia, Lucia, conhecida como Narizinho arrebitado e Pedrinho. Emília, Visconde de Sabugosa, Rabicó, burro falante fazem parte desta turma tão especial.
Lobato tinha uma forma muito peculiar de se comunicar com as crianças e criou um universo rico e fantástico. Temos que levar em consideração a época que nasceu e viveu para entender alguns termos que usou na sua escrita. Para melhor contextualizar estas histórias, a Companhia das Letras contou com o trabalho de Cilza Bignoto nos paratextos. Neles os personagens explicam termos e palavras que nos dias atuais não fazem muito sentido e que podem causar estranheza nos leitores.

Reinações de Narizinho é o mais clássico dos livros de Monteiro Lobato e a organização desta edição é de Marisa Lajolo, a maior especialista da obra lobatiana no Brasil.

Esta edição lindíssima, de luxo, conta com as ilustrações da premiada artista Lole. Achei seu trabalho muito lindo e diferente. Gostei muito do resultado, mas confesso que a princípio estranhei ver, por exemplo, a Emília sem seus tons clássicos de vermelho e amarelo.
O livro é dividido em onze histórias e cada uma delas conta com vários capítulos curtos. Conta ainda com um prefácio e no final com curiosidades sobre o livro e as biografias das autoras. Adorei a capa, o formato e o tamanho do livro, que o tornam ainda mais especial e diferente. Projeto gráfico lindo e diagramação super caprichada. Companhia das Letrinhas arrasou nesta belíssima edição. O blog da Companhia das Letrinhas tem um post muito bacana contando sobre esta obra, clique aqui para ler.

O segundo volume desta coleção é Reinações de Monteiro Lobato, uma biografia. Já solicitei este livro também e logo, logo trago a resenha para vocês. Recomendo muito esta leitura tão especial. Vocês gostam os livros de Monteiro Lobato? Pretendem ler? O que acharam desta edição? Vamos conversar, vou adorar saber.

Sobre o autor
Monteiro Lobato, nasceu em 1882 em Taubaté, no interior de São Paulo, e morreu em 1948, na capital do estado. Estudou direito em São Paulo, mas voltou para o interior aos 22 anos, quando começou a se dedicar à literatura. Sua grande estreia como escritor se deu em 1918, com o lançamento do livro de contos Urupês. Ao longo de toda sua vida, Monteiro Lobato escreveu e trabalhou com os mais diversos gêneros literários, mas foi na literatura infantil, com os livros do Sítio do Picapau Amarelo, que ele conquistou (e vem conquistando) leitores por todo o Brasil.

Sobre a organizadora
É pesquisadora, crítica literária, autora de literatura juvenil e professora universitária. Deu aula na Unicamp e hoje é professora na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em 2009, em parceria com João Luís Ceccantini, organizou a obra Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil (Editora Unesp/Imprensa Oficial), eleita pelo prêmio Jabuti o melhor livro de 2009 na categoria não ficção. Em 2012, seu livro Gonçalves Dias, o poeta do exílio (FTD) foi premiado pela Academia Brasileira de Letras.

Reinações de Narizinho
Autor: Monteiro Lobato
Organizadora: Marisa Lajolo
Ano: 2019
Páginas: 248
Editora: Companhia das letrinhas
Adicione no Skoob
Para comprar: Companhia das letras | Amazon



Comentários

  1. Parece que capricharam mesmo! Talvez todos que cresceram lendo/assistindo o Sítio achem mesmo estranho o novo visual, mas na vida tudo é para ser reinterpretado constantemente, assim aprendemos cada vez mais.
    Adorei, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem toda razão, querida
      Esta reinterpretação é importante também
      AMO suas visitas.
      Obrigada querida
      Bjs

      Excluir
  2. Que edição linda e muito caprichada. Monteiro Lobato teve participação em minha infância e em meu começo como leitores. Amo demais!
    Reinações de Narizinho trazem tão boas lembranças. Adorei!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amo demais, Fê!
      Por isso estou montando esta biblioteca linda
      Bjs

      Excluir

Postar um comentário