Pular para o conteúdo principal

Meu Clube Leitura de Janeiro

Olá queridos leitores!
Vocês conhecem ou participam de algum clube de livros por assinatura? O Clube Leitura é muito especial! Já contei sobre ele várias vezes  e vocês podem conferir aqui, aqui e aqui.
Por isso é com muita alegria que conto para vocês que este ano mostrarei todos os meses os kits recebidos, nossa assinatura 2019 do Clube Leitura. Fico muito feliz ao receber o kit adulto, por vários motivos. Os livros selecionados são ótimos,os mimos são sempre diferentes e legais, e ainda tem um time de consultores fantásticos, que recomendam livros interessantes e diferentes. Eu ADORO!! Olha só quantas lindezas que vieram no kit de janeiro.
Achei o máximo este kit de janeiro. Fiquei encantada. Veio o livro do Agassi (que o maridão estava doido para ler também), um livro de fotos lindo, Calçadão - Do Leme ao Leblon e ainda um calendário fofo, bottons e caneta. Muito, muito bacana! Eu AMEI tudo e volto logo com as resenhas para vocês, por enquanto deixo as sinopses dos livros.
Agassi - Autobiografia
Escrita por Andre Agassi, um dos mais queridos atletas da história e um dos jogadores mais talentosos a pisar numa quadra de tênis, temos em mãos sua maravilhosa e apaixonante autobiografia. O treinamento inacreditavelmente rigoroso de Agassi começou quando ele ainda era bem pequeno. Aos 13 anos, foi mandado para um acampamento de tênis, na Flórida, que para ele mais pareceu uma prisão. Sozinho, assustado, fora da escola antes de terminar o ensino médio, tornou-se um rebelde cuja revolta se manifestava de várias maneiras. Nos anos 1980, essa postura iria transformá-lo em um ícone. Pinta o cabelo, fura as orelhas para colocar brincos, veste-se como um adepto do punk rock. Na época em que se torna profissional, aos 16 anos, esse seu look promete mudar o tênis para sempre, assim como o fará seu fulminante retorno às quadras. Apesar de todo o seu talento natural, desde o começo ele enfrenta uma batalha atrás da outra. Sua confusão é perceptível quando perde para o melhor do mundo, e aumenta quando ele começa a ganhar. Depois de desperdiçar três finais de Grand Slam, Agassi choca o mundo, e a si mesmo, quando arrebata o título de Wimbledon em 1992. Da noite para o dia, torna-se o favorito dos fãs e alvo da mídia. Agassi nos proporciona uma retomada quase fotográfica de lembranças de cada jogo crucial, de cada relacionamento importante. Nunca, até agora, os bastidores do tênis e os holofotes da fama foram retratados com tanta exatidão. Ao lado de vívidas descrições de rivais pertencentes a várias gerações – Jimmy Connors, Pete Sampras, Roger Federer –, Agassi faz o relato nu e cru do breve tempo que passou com Barbra Streisand, assim como de seu fracassado casamento com Brooke Shields. Revela toda a sua esmagadora falta de confiança. E narra sua espetacular ressurreição, o regresso às quadras, cujo clímax foi sua épica campanha no Aberto da França em 1999, culminando com o recorde de ser o tenista mais velho a se tornar o número 1 do mundo. Num texto claro, ágil e conciso, Agassi coloca em cena seu leal irmão, seu sensato treinador, seu magistral preparador, todas as pessoas que o ajudaram a recuperar o equilíbrio e, finalmente, encontrar o amor com Stefanie Graf. Inspirado pela força interior de sua companheira, ele é capaz de lutar contra a dor incapacitante de suas costas e continuar sendo um perigoso adversário ao longo do vigésimo primeiro e último ano de sua carreira. Ao começar sua participação no derradeiro torneio de sua vida como tenista profissional, em 2006, é ovacionado pelo admirável triunfo de realizar uma metamorfose completa, de adolescente revoltado a respeitável cidadão, de jovem que abandonou a escola a um ardoroso defensor da educação. E isso ainda não é o fim. Num torneio do Aberto dos Estados Unidos para jogadores sênior, ele faz uma elegante última aparição, encerrada com uma das mais emocionantes despedidas já ouvidas numa arena esportiva. 
Em ritmo acelerado, pontuado por uma honestidade radical, Agassi será lido e apreciado durante muitos anos. Um verdadeiro presente para os fãs mais ardorosos, esta narrativa também cativará leitores que não conhecem tênis. Tal qual o jogo de Agassi, determina um novo padrão em termos de elegância, estilo, velocidade e impacto.
Quatro fotógrafos apresentam neste livro a sua visão sobre um símbolo incontornável da Cidade Maravilhosa. Não se trata de um bairro ou de um monumento, mas, ainda assim, é uma das principais imagens de marca da cidade: o calçadão. Felipe Braga, Benoit Fourtniet, Carol Matos e Lucas Zappa, fotografaram o calçadão, do Leme ao Leblon, esse espaço único entre a cidade e a praia, uma fronteira frequentada, vivida, exuberante e diversa, um lugar singularmente carioca. Calçadão, do Leme ao Leblon mostra o calçadão de hoje pelas lentes de quem conhece bem o Rio- um calçadão que faz parte de uma cidade em progressão, cada vez mais cosmopolita e internacional, que tenciona estar na vanguarda sem perder a identidade- enfim, a nova cara do Rio.

Tem presente para nossos leitores. Usando o cupom MAELITERATURA, você terá 10% de desconto na assinatura, por 6 meses.

Comentários

  1. Que kit lindo!!
    Eu gostaria de assinar alguma caixinha, mas acho que não para receber o ano todo, só vez ou outra. Acho que sou meio assim de vir livros que eu não curta.
    Mas estou estudando a ideia.
    Adorei o post!

    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç