Pular para o conteúdo principal

Eu Li: Órfãos do Amor

Olá!
Hoje trago o livro Órfãos do Amor, psicografado por Roberto Diógenes, ditado por Sulamita, da Lúmen Editorial.
Gosto muito de livros espíritas e procuro ler ao menos um por mês. Os livros da Lúmen são sensacionais e quando soube deste romance, fiquei muito curiosa e solicitei um exemplar.

Sinopse
Os trigêmeos Derek, David e Daniel veem-se órfãos por uma tragédia do destino, e acabam sendo encaminhados ao orfanato que madre Felícia dirige. Apesar do bom coração de Marcello, médico do orfanato cuja intenção é adotar os três meninos, e da boa vontade de seus pais, que o encorajam a tal iniciativa, uma nova reviravolta vem ao encontro dos garotos, fazendo-os deparar com uma situação inesperada, que os fará entrar em contato mais íntimo com inimigos do passado espiritual. Nem tudo serão flores para os trigêmeos, mas, sob a liderança natural do irmão Derek, um espírito de grande amadurecimento, apesar da tenra idade, esses três pequenos seres, sempre unidos, se conduzirão pela experiência da adoção, aprendendo e também ensinando, cada um a seu modo, aos que os rodeiam.

Minhas impressões 
Três irmão, trigêmeos univitelinos, órfãos aos seis anos de idade, é assim que começa este romance espírita. Os três tem personalidades diferentes, Derek é o que se destaca, superdotado, carinhoso e muito evoluído. David é o arteiro e encrenqueiro e Daniel extremamente tímido, precisa da ajuda dos irmãos para se comunicar. Vamos acompanhar suas trajetórias junto a sua família adotiva. Tragédias, mudanças de planos e muitas confusões fazem parte desta trama.

O livro aborda o espiritismo de uma forma leve e de fácil entendimento. Os autores dão ênfase nas relações de ação e reação, de causa e e efeito, explicando assim como erros do passado determinam situações presentes. Interessante também a forma como é mostrado o intercâmbio com o plano espiritual. Trata-se de uma leitura atraente mesmo para quem não está familiarizado com a literatura espírita.

Só me incomodou um pouquinho a forma como os personagens utilizavam os nomes com sobrenomes para se identificarem e a referência à casa da família como mansão. Talvez a intenção tenha sido dar um ar mais "pomposo e formal" à forma de tratamento dos personagens, mas achei que ficou um pouco artificial para nossa realidade. 

Sobre o livro 
A capa é bonita, mas triste, passa uma sensação de solidão que não percebi muito no livro, apesar de ser uma história sobre órfãos. Bonita e caprichada edição da Lúmen Editorial. Ótima diagramação. Letras em tamanho confortável, páginas amarelas, sem erros. Apesar do livro ter 427 páginas, a leitura é fluida e muito interessante.

Recomendo esta leitura para quem gosta de literatura espírita e também para quem quer conhecer mais sobre ela. Leia e me conte o que achou. 

Sobre o autor
Roberto Diógenes reside em Brasília (DF). É psicólogo, pedagogo e professor. Frequenta a Comunhão Espírita de Brasília, onde é membro do Grupo Mediúnico Chico Xavier. O médium é voluntário em obras sociais e palestrante. O contato com o espírito Sulamita iniciou-se na adolescência, e a parceria literária surgiu em 2002. As histórias narradas nos livros são verídicas, e a autora espiritual muda o nome completo dos personagens para preservar a privacidade dos que ainda estão encarnados. O médium trabalha com os espíritos Azrael, Caius Lucius, Demétrius, Irmã Scheilla, Jaqueline e Sulamita.

Sobre a editora
No dia 6 de novembro de 1991, a Lúmen Editorial realizava a sua primeira noite de autógrafos dentro das dependências do Teatro Pirandello, no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Daí em diante, a Lúmen não parou mais de crescer. Sempre com o objetivo principal de contribuir com a cultura e educação do Homem do Terceiro Milênio, a Lúmen trabalha em prol da construção de uma sociedade mais fraterna, mais espiritualizada, mais justa e mais feliz. São diversos títulos já editados nos gêneros romance, científico, doutrinário, autoajuda, infantil e reflexões, contando com autores e médiuns de diversas localidades do Brasil. Unindo qualidade e profissionalismo, a Lúmen Editorial considera condição essencial para uma boa divulgação de sua mensagem oferecer ao público leitor um produto bem produzido e bem cuidado em todos os seus detalhes, o que faz da editora uma das empresas mais respeitadas em seu segmento de atuação.
Órfãos do Amor
Autor: Roberto Diógenes
Ano: 2017
Páginas: 427
Editora: Lúmen Editorial
Classificação 4,5/5
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon

Comentários

  1. Eu já li muitos livros espírita, a grande maioria da Zíbia Gasparetto, mas faz muito tempo que não leio nada nesse formato. Li sua resenha e me deu muita vontade de ler novamente livros sobre o tema e quem sabe leio esse que vc indicou pois nunca li nada desse autor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Li apenas um livro espírita e não gostei da maneira como a história foi narrada. O autor fez peripécias para justificar a história e as atitudes do personagem. 'Ninguém é de ninguém' falava de casamento, traição e morte e usava o espiritismo como fio condutor das razões de cada uma dessas ações.
    Depois não li mais nada, até porque me incomoda um pouco o fato do autor dizer que a história foi narrada por um espirito: psicografada.
    Mas eu vou indicar esse livro para uma amiga que gosta do gênero.
    bacio

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa linda e muito triste de fato.
    Eu gosto muito de ler livros espíritas, temas de ação e reação, causa e efeito, sempre mexem muito comigo e me emocionam.
    Mais um para a lista!

    bjs
    Fernanda

    ResponderExcluir
  4. Li o livro e achei um pouco fantasioso, a história poderia ser contada em metade das páginas do livro. E minha sincera opinião . Ficou cansativo de ler.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç