Pular para o conteúdo principal

Clube da Leitura de Janeiro - Travessuras da Menina Má

Olá!!
Nosso clube de janeiro foi sensacional, e eu sabia que seria assim mesmo. Por que? Porque o livro é simplesmente fantástico!
Travessuras da menina má, de Mario Vargas Llosa é um livro apaixonante. Foi através dele que conheci a escrita vigorosa de Llosa e fiquei encantada. O mesmo aconteceu com as  leitoras participantes do nosso Clube da Leitura.
A discussão foi tão, mas tão boa, que foi muito difícil encerrá-la!
Llosa cria um universo de personagens interessantíssimos e prende a atenção do leitor do início ao fim da trama. A cada capítulo surgem novos personagens secundários diferentes e peculiares. A leitura é extremamente prazerosa, fluida e rica em detalhes. A escrita de Llosa é maravilhosa e não é a toa que ele ganhou o Nobel de Literatura, prêmio extremamente merecido. Deu para perceber que eu sou fãzona dele, né? No grupo quem não conhecia , se deslumbrou também.
SinopseO peruano Ricardo vê realizado, ainda jovem, o sonho que sempre alimentou - o de viver em Paris. O reencontro com um amor da adolescência o trará de volta à realidade. Lily - inconformista, aventureira e pragmática - o arrastará para fora do pequeno mundo de suas ambições. Ricardo e Lily - ela sempre mudando de nome e de marido - se reencontram várias vezes ao longo da vida, em diferentes cidades do mundo que foram cenários de momentos emblemáticos da História contemporânea. Na Paris revolucionária dos anos 60; na Londres das drogas, da cultura hippie e do amor livre dos anos 70; na Tóquio dos grandes mafiosos dos anos 80; e na Madri em transição política dos anos 90. Assim, ao mesmo tempo em que conta a história de um amor arrebatador, Travessuras da menina má traça um quadro vigoroso das transformações sociais européias e convulsões políticas da América Latina. Muitas das experiências de vida de Vargas Llosa aparecem aqui, por meio de seus personagens - os tempos de penúria em Paris, seu trabalho como tradutor, sua simpatia pela revolução cubana e a ligação permanente com seu país de origem, o Peru. Criando uma tensão entre o cômico e o trágico, numa narrativa ágil, vigorosa e terna, que conduz o leitor nesta dança de encontros e desencontros, Mario Vargas Llosa joga com a realidade e a ficção para contar uma história em que o amor se mostra indefinível, senhor de mil faces, como a menina deliciosa e má.

Ficha técnica
Título: Travessuras da menina má
Autor: Mario Vargas Llosa
Ano: 2006 
Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Alfaguara


Composição da minha avaliação:(cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama: 1,00
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 1,00
Revisão: 1,00
Nota: 5,00 - Excelente - Favoritado
Adicione o livro no Skoob
A capa é linda e transmite muito bem a idéia do livro. Diagramação ótima da Alfaguara. Letras em tamanho confortável, bom espaçamento. Llosa é um mestre no desenvolvimento e narrativa, impecável. 
Aconteceu um fato inédito com esta minha leitura. Normalmente tenho muita dificuldade em reler um livro. Não gosto. Acho que depois que conheço a trama, a história não prende minha atenção, além do que tenho muitos livros sem ler na minha pilha de leituras. Quando este livro ganhou a votação, pensei, vamos ver como será a releitura. E não é que até isto me surpreendeu?! Eu tinha lido este livro há muitos anos, e da outra vez tinha ficado com muita raiva da Menina má e mais ainda de Ricardo, por ser tão bobo. Desta vez, enxerguei nuances que não vi na primeira leitura e meus sentimentos com relação aos protagonistas mudaram, pelo menos um pouco.
Em fevereiro vamos discutir o livro Palácio de Inverno. Volto mês que vem para contar para vocês como foi nosso querido Clube da Leitura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç