Pular para o conteúdo principal

[Resenha] A Menina Índigo (Wagner de Assis) - Editora Butterfly

Olá queridos.
Hoje trago para vocês A menina índigo, de Wagner de Assis, da Editora Butterfly.
Este foi um dos livros mais coloridos e bonitos que li ultimamente. Uma leitura deliciosa!
Assisti o filme A menina índigo na cabine de imprensa da Cinética Filmes e lá ganhei este livro. Gostei tanto do filme, que comecei a ler este livro no mesmo dia. Confira aqui o post sobre o filme.
O livro conta sobre os bastidores do filme, trata ainda sobre as reflexões de bastidores sobre esta nova geração, de crianças índigos.
Sinopse: Este livro é sobre os bastidores do filme A Menina Índigo. Revela a história surgida atrás das câmeras a partir do instante em que resolvemos contar a vida de uma criança índigo. Nessa jornada de aprendizado e compreensão, refletimos sobre quem é essa nova geração de crianças sensíveis, portadoras de habilidades especiais, e como direcioná-las por um caminho seguro. Quando gritávamos “ação!”, algo muito especial acontecia. Toda a equipe viveu momentos de muitas descobertas. Isso tudo misturado à fascinante magia do cinema. Venha você também fazer parte desta história que irá modificar sua maneira de enxergar e entender essa nova geração.
Adicione o livro no Skoob.

Esta foi uma leitura muito gostosa e interessante. O fato de ter assistido o filme primeiro, desta vez me ajudou a compreender melhor o livro (normalmente prefiro ler o livro antes de ver o filme).
Encontrei no livro as mesmas imagens lindas e coloridas que vi no filme. Imagens que me remetem a um universo onírico e lúdico.
Gostei muito da escrita do Wagner de Assis, que além de escrever este livro, é o diretor do filme.
Já tinha lido outros livros sobre este tema, pois muito me interessa, tanto pessoalmente quanto no meu trabalho. Este livro é tão interessante, justamente por não ser tão técnico. A leitura é leve e muito atrativa.

O livro é narrado em primeira pessoa, numa linguagem acessível e fluida, que funciona como uma interessante conversa. Explica quem são as crianças índigos, conta sobre o projeto do filme, a escolha do elenco, curiosidades da produção, o roteiro.
Adorei a capa linda, ótima diagramação. Folhas brancas, letras em tamanho confortável para leitura, bom espaçamento. Fotos MARAVILHOSAS e coloridas que me encantaram, recheiam este livro belíssimo. 
Minha avaliação: cinco estrelas (nota 5/5).
Sobre o autor: Wagner de Assis, carioca, é casado e pai de dois meninos. Roteirista e diretor, com formação em Jornalismo, há 25 anos dedica-se a projetos audiovisuais, tanto para o cinema como para a televisão, em sua produtora, a Cinética Filmes. Escreveu e dirigiu os filmes Nosso Lar, baseado na obra homônima de Chico Xavier; A Cartomante, adaptado do conto de Machado de Assis; e A Menina Índigo; e produziu os documentários Os Transgressores e Que Geração é essa? Atualmente faz palestras e exposições sobre cinema, inclusive sobre os temas de seus filmes, todos com livros de bastidores publicados. Para a Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial de SP, escreveu as biografias de Stênio Garcia, Ilka Soares, Renata Fronzi e Agildo Ribeiro. Em 2015, colaborou como autor na novela Além do Tempo, da Rede Globo. 
Recomendo muito a leitura deste livro lindo. Você pode acompanhar este projeto tão bonito pela página do Facebook.
Leia!! Veja o filme! E me conta o que achou.
Você pode comprar o livro direto do site da Editora Butterfly.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç