Eu Li: Auschwitz Prisioneiro (sobrevivente) 188850

Olá!
Hoje trago o livro Auschwitz Prisioneiro (sobrevivente) 188850, de Maura Palumbo, Editora Duna Dueto.
Eu adoro livros sobre guerras, especialmente sobre o holocausto. Quando soube do trabalho da Maura, fiquei muito curiosa para ler e resenhar seus livros. 
A entrevista que ela deu para o blog você pode conferir aqui

Minhas Impressões
Este tocante livro é baseado na história real de Francisco Balkanyi. Maura Palumbo foi selecionada por ele para escrever sua história, após escrever seu primeiro romance O Perfume das tulipas.
Este livro relata a epopéia trágica de uma família durante o holocausto. Apenas DUAS únicas famílias do mundo todo sobreviveram inteiras ao holocausto, a do Sr. Balkanyi foi uma delas.

Maura detalha a saga familiar, mesclando os capítulos com detalhes da vida de Hitler. Interessante a comparação entre os dois personagens, tão antagônicos. Como todos os livros deste período tão absurdo é uma leitura triste, mas é uma história muito bonita e inspiradora.

Maura utiliza uma linguagem muito interessante nesta trama. Como ocupa o lugar de narradora das lembranças do Sr. Francisco, tive a impressão que era o próprio protagonista que me contava as histórias terríveis deste período tão difícil.

Além da guerra, o livro explica sobre os antepassados de Francisco e como viveram após o término dela. Chamou minha atenção como cada um carrega e elabora de forma diferente, em seu íntimo, esta carga tão sofrida. No final do livro, ele vive no Brasil. Me emocionei com sua garra e sua esperança. O livro passa uma linda mensagem de otimismo, uma verdadeira lição de vida e resiliência.

O livro chama a atenção para questionamentos importantes como por que ninguém bombardeou os campos de concentração. Relata ainda sobre episódios onde coragem e determinação fizeram diferença nas histórias pessoais de prisioneiros.

Olha só que interessante, quando mostrei o livro no Instagram, uma amiga comentou que conheceu pessoalmente o neto dele, pois mora na mesma cidade dela, no Sul do Brasil!

Sobre o livro
A capa é impactante e retrata a mensagem do livro. Bonita e caprichada edição da Editora Duna Dueto.
Ótima diagramação. Letras em tamanho confortável, páginas amarelas, sem erros. 

A escrita da Maura é fluida e a trama bem conduzida. Se leituras sobre guerra e sobre o holocausto te interessam, não pode deixar de conferir este livro. Leia e me conte o que achou. Recomendo esta leitura.

Sobre a autora
Maura Palumbo nasceu em 1963, na cidade de São Paulo. Cursou Direito na PUC-SP e hoje é empresária. Publicou dois livros pela Duna Dueto Editora: O perfume das tulipas e Auschwitz – Prisioneiro (sobrevivente) 186650 – Romance baseado na história de Francisco Balkanyi. Seu terceiro livro, Entre os canteiros, é uma continuação de O perfume das tulipas e retrata a vida no pós-guerra. Ministra palestras sobre Nazismo, Segunda Guerra e temas correlatos em universidades, escolas, centros culturais e para grupos.

Auschwitz Prisioneiro (sobrevivente) 188850
Autor: Maura Palumbo
Ano: 2017
Páginas: 192
Editora: Duna Dueto
Classificação 5/5
Livro cedido pela autora
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon

Comentários

  1. Oi Claudia, livros que falam de guerra sempre comovem, gostei da sugestão!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Que capa!
    Eu gosto muito de livros com a temática da guerra e esse parece ser tão emocionante e forte.
    Não sei onde vou parar com tantos livros que quero ler, rs.

    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário