Blogagem Coletiva - Aliança dos Blogs: Maio

  Hoje é dia da nossa Blogagem Coletiva! ⁣⁣ Todos os meses, eu e três amigos blogueiros super queridos: a Danielle , o Lucas e o Tom , apresentamos nos nossos BLOGS, as postagens da ALIANÇA DOS BLOGS. ⁣⁣O tema deste mês é TRABALHO. Fiquei pensando no que traria para compartilhar com vocês e escolhi PERSONAGENS COM PROFISSÕES DIFERENTES. Antes de apresentar os personagens que escolhi, quero deixar claro que as escolhas foram pessoais e obedeceram a apenas um critério, a curiosidade que cada profissão me despertou.  Aqui não importa se é um personagem real ou fictício, se o livro é triste ou alegre, mas sim que foram cinco profissões que eu fiquei me perguntando o que faria se eu tivesse que desempenhá-las. Eu escolheria uma delas? E vocês? Vamos lá? Sira, de Maria Duenas, Editora Planeta . Ser agente secreta é uma profissão que mais desperta curiosidade! Sira Bonnard, irá correr riscos inimagináveis, a fim de garantir um futuro tranquilo para seu filho. Antes conhecida como Arish Agor

Resenha: O Palácio de Papel | Miranda Cowley Heller | Editora Intrínseca


A resenha de hoje é do livro O Palácio de Papel, de Miranda Cowley Heller, Editora Intrínseca.

Quando soube deste lançamento, fiquei bem curiosa para ler. Imaginei pela capa e pela sinopse que encontraria um livro no estilo de "Um Lugar bem longe daqui". A natureza é uma personagem poderosa e neste aspecto me lembrou este livro (que eu amei), mas fiquei bem incomodada com os ratos, outros bichos e a sujeira descritos na trama.

Não sei dizer exatamente porque "não deu liga". Encontrei uma trama que tinha potencial, mas que não funcionou comigo. Como a leitura é muito subjetiva, pode ser que você goste mais que eu. ⁣

Os personagens não me convenceram. Não torci por eles. A única personagem que eu realmente gostei, a autora lhe deu um destino que me fez suspirar profundamente.

O livro levanta questões interessantes, incômodas e muito polêmicas. Mães que não parecem muito atentas às filhas. Pais que não conseguem proteger seus filhos adequadamente.

Há cenas de abuso sexual e de violência. Situações complicadíssimas, que eu enquanto leitora, me questionei como reagiria se fosse comigo.

A trama me despertou sensações estranhas e desconfortáveis, como os mergulhos da protagonista na lagoa, à noite. Paisagens sombrias, o encontro com as tartarugas enormes que habitavam a lagoa. Sinto arrepios, só de relembrar estas passagens.

Em compensação, curti as referências aos anos 80! Dos tamancos de madeira às calças jeans que usávamos e outros detalhes nostálgicos, gostei de encontrá-los na história.
⁣⁣
A edição da Intrínseca é muito bonita! Eu gostei da capa e o título.

O que realmente me fez perder o entusiasmo com a leitura foram os problemas de tradução/revisão (?). Eu nunca tinha visto um erro tão grave como neste livro. Numa mesma página o livro traz dois parágrafos praticamente idênticos, que imagino que não deveriam estar lá. Este tipo de situação tira muito do prazer da leitura, me desanima demais. Este fato foi comentado com espanto por todos os leitores que participaram da nossa Leitura Coletiva.
⁣⁣
Este foi o livro de março da nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura e a discussão foi ótima.⁣ Mais uma vez gostei bem mais da nossa discussão do que da leitura, sentimento compartilhado por algumas das nossas leitoras.⁣
⁣⁣
Você leu ou quer ler este livro? Me conta!⁣
 

📚 O Palácio de Papel
Leitura #32 de 2022
Autora: 
Miranda Cowley Heller
Tradução: Camila Von Holdefer
Ano: 2022
Páginas: 400
Editora: Intrínseca
Livro cedido pela Editora
Minha avaliação: 2,5 (de 5 estrelas)
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon


Participam também do BEDA:
Dani Lunna  Alê | Chris | Obdulio | Roseli | Mariana | Darlene | Vanessa | Brenda |



Você pode comprar seus livros na Amazon pelo nosso LINK. Não paga nada a mais por isso e ajuda a manutenção do BLOG: Clique aqui. Você também pode adicionar os produtos no carrinho e voltar quando puder.

Gostou do post? Quais assuntos e ou resenhas você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:



Comentários