Pular para o conteúdo principal

Resenha: As Pequenas Virtudes | Natalia Ginzburg | Companhia as Letras

 

Um pequeno grande livro. As Pequenas virtudes, de Natalia Ginszburg, lançado ano passado pela Companhia das Letras foi o livro escolhido para o nosso clube da leitura de dezembro. Que leitura bonita!

Um livro de não ficção, uma joia da literatura italiana. Há tempos queria ler um dos livros da Natalia, e após a finalização deste livro, coloquei todos os seus livros na minha lista de livros desejados.

A autora discorre sobre amizades, sobre os lugares que a marcaram, sobre filhos e amores. Este é um daqueles livros que valem a pena voltar de tempos em tempos e abri-lo ao caso. Assim se permitir degustar de um texto bonito e muito bem construído.

O livro é divido em duas partes, na primeira temos artigos sobre lugares e sobre duas figuras importantes na sua vida, o poeta Cesare Pavese e Gabriele Baldini, seu segundo marido. A segunda parte traz ensaios atuais, lúcidos e muito bem construídos. São onze textos, escritos entre 1944 e 1962.

Eu fiquei encantada com a escrita da Natalia. Dona de um texto sempre potente, mas com nuances de poesia, delicadeza e pensamentos coerentes. Muito atual, parecem ter sido escritos hoje.

Em Sapatos rotos Natalia apresenta a sua amizade com uma mulher e faz metáforas deste momento vivenciado. Associa os sapatos à memórias e ao futuro, e mostra as diferenças entre ela e esta amiga recente que lhe parece tão antiga.

Elogio e lamento da Inglaterra traz Londres num olhar peculiar e arguto. Achei tão interessante as reflexões que foi a partir daí que me interessei em assistir a série da NetFlix, The Crown, que retrata tão bem o ambiente da Inglaterra.

Ele e eu é uma declaração de amor. A autora mostra os pontos diferentes de personalidade, seus e do seu parceiro. Um texto saboroso, apaixonado e elegante.

Em O Meu ofício, Natalia narra que sabia há muito tempo que seu ofício era escrever e conta um pouco da sua trajetória enquanto escritora.


O último ensaio é o que dá nome ao livro é o meu preferido, embora todos sejam ótimos. Nele, Natalia reflete sobre valores, sobre o que ensinamos aos nossos filhos, o que realmente importa. Eu adoraria ter escrito um texto tão forte e ao mesmo tempo tão claro e bonito.

"Costumamos dar uma importância ao rendimento escolar de nossos filhos que é totalmente infundada. E também isso não é senão respeito pela pequena virtude do sucesso. Deveria basta-nos que não ficassem muito atrás dos outros, que não fossem reprovados nos exames; mas não nos contentamos com isso; deles queremos o sucesso, queremos que satisfaçam nosso orgulho..."

Achei a capa interessante e diferente. Esta edição segue a original brasileira, publicada pela Cosac Naif. Ainda acho a capa da Cosac ainda mais bonita. Esta edição é caprichada e bem cuidada. Excelente diagramação e revisão impecável.

Não é uma leitura fluida, nem rápida, mas é muito bonita. Vale a pena conhecê-la. Recomendo muito!

Sobre a autora
Natalia Levi Ginzburg nasceu em Palermo, em 1916. Pertenceu a um grupo intelectual da maior expressão da literatura e crítica italiana, do qual fazia parte Cesare Pavese, Italo Calvino, Elio Vittorini, Giulio Einaudi e Eugenio Montale. Seu primeiro marido, Leone Ginzburg, foi morto numa prisão romana em 1944. Um dos filhos do casal é o renomado historiador Carlo Ginzburg, conhecido pela obra O queijo e os vermes (1976) e autor da introdução feita especialmente para a edição brasileira do livro Piero della Francesca, de Roberto Longhi, publicado pela Cosac Naify, em 2007. Natalia casou-se depois com o crítico literário Gabriele Baldini. Integrou o Partido Comunista, foi ativista política e deputada.

As Pequenas Virtudes
Autor: Natalia Ginzburg
Tradutor: Mauricio Santana Dias

Ano: 2020

Páginas: 128
Editora: Companhia das Letras
Minha avaliação: 5/5
Adicione no Skoob
Para comprar: Companhia das Letras | Amazon

Comentários

  1. Oi Clau tudo bem?
    Achei bacana conhecer esse livro aqui, gostei muito e achei que a divisão do livro em duas partes ajuda melhor a assimilar.
    Beijos.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Clauo! Adorei o nome desse livro e curti muito sua resenha. Fiquei com muita vontade de ler, pois adoro esse tipo de texto, ainda mais em escrita fluida e potente. De fato, um livro para reler de tempos em tempos... Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #22

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Uma semana com vários eventos lindos! Teve Clube da Leitura, musical, circo, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, semana de friozinho gostoso por aqui.   Eu amo organizar minhas leituras e estou usando o Diário de Leitura , que recebi em parceria com a Fina Folha Papelaria . Adoro os produtos desta papelaria mais que especial! Aqui um pouquinho das leituras desta semana. Com este tempinho frio, que eu amo, aproveito para fazer sopas. Adoro este tipo de jantar. Aqui uma sopa de grão de bico com calabresa. Ficou uma delícia. Na quarta feira tivemos a segunda discussão do nosso Projeto Jorge Amado, As Mulheres de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Discutimos o livro Dona Flor e seus dois maridos. Foi muito sensacional!   Na sexta feira, eu, a Letícia, minha irmã Fernanda e a Bia, minha sobrinha e afilhada, assistimos a reestreia de PETER PAN, O MUSICAL, no Teatro Alfa. Foi lindo!⁣  Leia o post complet