Encontro para Influenciadores - Editora Paralela

 

Olá!
Eu AMO participar de eventos literários e este foi especial.

A Editora Paralela, do Grupo Companhia das Letras, se prepara para lançar, em janeiro, um livro que é considerado pela editora o mais aguardado e mais surpreendente de 2021. Esse será um lançamento muito importante. Fiquei super curiosa para saber sobre a história, um thriller daqueles de enlouquecer, segundo a Paralela!


Por isso, aceitei o convite para participar do Encontro Paralela para influenciadores, que aconteceu na quinta-feira, 10/12, às 18h. Foi um evento fechado, exclusivamente para os influenciadores.

Pela primeira vez a paralela falou sobre o livro O Impulso, de Ashley Audrain, com o público, apresentando a trama, capa brasileira, data de lançamento, pontos fortes e vídeo da autora. Adorei a apresentação e fiquei super curiosa para ler o livro!

Na mesma semana recebi uma prova antecipada física e agora vou ler o romance antes de ser lançado. Muito bacana, não é mesmo? Deixo por enquanto a sinopse e a capa para vocês. Volto logo com a resenha aqui no blog. Me conta o que achou, se também ficou curioso para ler este super lançamento.

O Impulso - Ashley Audrain
Sinopse: Blythe Connor está decidida a ser a mãe perfeita, calorosa e acolhedora que nunca teve. Porém, no começo exaustivo da maternidade, ela descobre que sua filha Violet não se comporta como a maioria das crianças. Ou ela estaria imaginando? Seu marido Fox está certo de que é tudo fruto do cansaço e que essa é apenas uma fase difícil.
Conforme seus medos são ignorados, Blythe começa a duvidar da própria sanidade. Mas quando nasce Sam, o segundo filho do casal, a experiência de Blythe é completamente diferente, e até Violet parece se dar bem com o irmãozinho. Bem no momento em que a vida parecia estar finalmente se ajustando, um grave acidente faz tudo sair dos trilhos, e Blythe é obrigada a confrontar a verdade.
Neste eletrizante romance de estreia, Ashley Audrain escreve com maestria sobre o que os laços de família escondem e os dilemas invisíveis da maternidade, nos convidando a refletir: até onde precisamos ir para questionar aquilo em que acreditamos?



Comentários