Pular para o conteúdo principal

Resenha: Cartas de Um Terapeuta Para seus Momentos de Crise | Alexandre Coimbra Amaral | Planeta de Livros

 

Adoro livros sobre cartas, pois amo escrever e recebê-las! Então quando soube deste lançamento da Planeta, solicitei na hora. Fiz a leitura logo que ele chegou e agora trago para vocês as minhas impressões.

Escrever cartas sempre foi uma das minhas atividades favoritas. Escrevia para amigas que moravam em outras cidades, para minha avó, quando ela foi morar no interior. Sempre que enviava um livro de presente ou de sorteio, incluía uma cartinha, ou pelo menos um bilhete. Este hábito nunca perdi. Neste ano, para minha felicidade retomei as cartas escritas e hoje tenho algumas correspondentes queridas. Como isso me faz bem!

"Trago em mim a delicadeza como uma espécie de abre-alas da vida, como o jeito que eu quero me expressar, como uma criança que aponta a lua cheia sem medo de que lhe cresça uma verruga na mão."

É assim que o autor se apresenta, com leveza, respeito e muita sensibilidade. Que começo bom deste livro. Adorei conhecer o Alexandre, que confesso não sabia que era dono desta escrita tão bonita.

Você também gosta de escrever cartas? O Alexandre gosta e ele começa seu belo livro falando sobre isso, sobre esta atividade tão especial, esquecida e negligenciada pela maioria das pessoas.

Tudo bem que hoje é muito mais fácil escrever um e-mail, ou uma mensagem pelo Instagram ou pelas redes sociais. Hoje as cartas não são fundamentais para a comunicação, mas são fontes de afeto, de amor e de carinho. Isso nunca desaparecerá. Essencialmente as cartas ainda são formas de se lidar com as saudades. Aliadas à atividade terapêutica da escrita manual, entendemos porque elas são tão caras e especiais à pessoa que se recusa a desistir delas.

"Uma carta é sempre uma promessa de futuro, um abraço que ainda acontecerá em alguma esquina da vida. Há muito tempo eu não escrevia uma carta para alguém, e sou tomado de uma alegria enorme ao me ver aqui, escrevendo esta carta para você."

E é neste tom de conversa entre amigos que Alexandre apresenta seu livro e suas cartas. São cartas cujos remetentes são as emoções humanas, emoções estas que meu colega sabe muito bem interpretá-las. Segundo ele, nós psicólogos somos os escutadores profissionais que convidam as pessoas a trazer para dentro de uma fala nova aquilo que é negado, oculto inclusive de si mesmo, na consciência.

As cartas mostram que ninguém está só, que há espaço para uma escuta atenta e empática, que é possível refletir, melhorar e crescer sempre.


Cada capítulo começa especial já pelo seu título. Temos a carta que "você recém nascido" escreve para você hoje. A carta do medo, da tristeza, da saudade, da culpa, do ciúme, da raiva, dos ancestrais, da vergonha, do amor, do diálogo, da morte, da esperança e para o leitor deste livro.

Eu gostei, refleti e me emocionei com todas. A da morte me tocou de forma profunda e intensa. Nela, assim como nas outras, percebo a escrita especial do autor. Ler estas cartas na pandemia foi um alento, um conforto e um carinho.

A ideia do autor de escrever as cartas do livro, não é de entregar respostas, mas sim trazer reflexões, despertar sentimentos, expressar o amor, as dúvidas, as emoções mais secretas, as histórias mais silenciadas.

A escrita do Alexandre é muito bonita, fácil de ser compreendida e fluida. Foi uma delícia ler seu livro. Este é daqueles livros que merecem várias releituras. Você pode fazer como eu, após a leitura, eu abro o livro ao acaso, como um oráculo e releio a carta que "escolhi" naquele momento.

Adorei a capa, achei linda. Edição caprichada da Planeta, boa diagramação, excelente revisão. Bom espaçamento e páginas pretas separam os capítulos e cada um dele é aberto com seu título ocupando toda a página, numa fonte grande.

Este livro inaugura um novo selo da Editora Planeta, chamado Paidós, para livros focados em psicologia.

Alexandre propõe que o leitor escreva para ele e estou aqui com sua cartinha pronta! E quero muito enviá-la.

Recomendo esta leitura inspiradora para todos que gostam de ler sobre o tema e sobre suas emoções. Leia e me conte o que achou, eu vou adorar saber.

Cartas de Um Terapeuta Para seus Momentos de Crise 
Autor: Alexandre Coimbra Amaral
Ano: 2020
Páginas: 192
Editora: Planeta
Selo: Paidós
Livro cedido pela editora
Minha avaliação: 5/5 estrelas
Adicione no Skoob
Para comprar: Planeta | Amazon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #22

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Uma semana com vários eventos lindos! Teve Clube da Leitura, musical, circo, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, semana de friozinho gostoso por aqui.   Eu amo organizar minhas leituras e estou usando o Diário de Leitura , que recebi em parceria com a Fina Folha Papelaria . Adoro os produtos desta papelaria mais que especial! Aqui um pouquinho das leituras desta semana. Com este tempinho frio, que eu amo, aproveito para fazer sopas. Adoro este tipo de jantar. Aqui uma sopa de grão de bico com calabresa. Ficou uma delícia. Na quarta feira tivemos a segunda discussão do nosso Projeto Jorge Amado, As Mulheres de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Discutimos o livro Dona Flor e seus dois maridos. Foi muito sensacional!   Na sexta feira, eu, a Letícia, minha irmã Fernanda e a Bia, minha sobrinha e afilhada, assistimos a reestreia de PETER PAN, O MUSICAL, no Teatro Alfa. Foi lindo!⁣  Leia o post complet