Pular para o conteúdo principal

Resenha: Baralho Cigano | André Mantovanni | Grupo Editorial Pensamento

 

Olá!
Hoje a resenha é diferente! Vou te contar minhas impressões sobre o Baralho Cigano, escrito por André Mantovani, lançamento da nossa parceira, Grupo Editorial Pensamento

Eu sempre tive curiosidade em entender tarôs, jogos de adivinhação e outros instrumentos afins, então quando soube deste lançamento fiquei muito curiosa para ler. Nunca tinha lido nada sobre baralho cigano e nem sabia exatamente do que se tratava, talvez por isso também a leitura tenha sido tão interessante.

O livro começa com uma citação linda de Carl Gustav Jung, que eu adoro e que reflete muito sobre esta leitura: "Sua visão e tornará clara quando você olhar para o seu próprio coração. Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro, desperta". E este livro é sobre despertar...

Despertar o auto conhecimento, o conhecimento ancestral das cartas, dos ciganos. Um livro que fala sobre magia, sobre ancestralidade, sobre passado, presente e futuro.

A curiosidade em relação ao futuro sempre atraiu a atenção das pessoas. O que me reserva meu futuro? Quem nunca se perguntou? O baralho Cigano é um instrumento que poderá oferecer algumas destas respostas.

Desde a introdução me encantei com a clareza e didática do autor. Para quem como eu nunca leu nada sobre este tema, não foi nada difícil acompanhar a leitura.

Este livro é uma nova versão de um trabalho anterior do autor, com mais detalhes e nova diagramação. O resultado é uma obra bonita, com um visual ao mesmo tempo contemporâneo e antigo, delicado e forte, que muito me agradou.

Este é meu primeiro contato com o autor e eu gostei muito da forma que ele escreve. A escrita do André é fluida, de fácil entendimento e muito interessante.

Segundo André, o baralho cigano é um oráculo completamente distinto, com características singulares, tendo uma estrutura diferenciada e uma riqueza simbólica que fazem dele um oráculo único.

O Baralho Cigano também é conhecido como Tarô Cigano ou Petit Lenormand, é formado por um conjunto de 36 cartas, que trazem um símbolo ou imagem, que nomeiam e carregam significados que podem ser interpretados para se prever o futuro, responder a perguntas do cotidiano ou até questões mais complexas e profundas.

O baralho Cigano, assim como qualquer tema ligado ao reino esotérico, místico e espiritual encontra duas origens. Uma delas é mítica e outra ligada a história. Ou seja, há uma pesquisa histórica, o estudioso pode e deve estudar o tema e há também a questão adivinhatória, esta última muitas vezes parece ser a única abordada pela maioria das pessoas, o que é um engano. 

O livro é dividido em introdução, nove capítulos, entre eles breve história e origens, o baralho cigano no Brasil, sua simbologia, interpretação para a leitura das cartas, métodos de tiragem, astrologia cigana, a consagração do baralho, consultas e atendimentos, considerações finais. Traz ainda palavras finais e referências bibliográficas.

Achei muito interessante o capítulo quatro, que aborda a interpretação para leitura das cartas. Cada carta é apresentada com a sua descrição e simbologia, o seu elemento e o significado geral. Explicadas de forma didática e clara, é um estudo muito interessante e que transcende às cartas, ou seja, é possível aplicar as explicações para situações do dia a dia.

Os três capítulos seguintes, sobre os métodos de tiragem, astrologia cigana e a consagração do Baralho Cigano, embora mais técnicos, também são explicados de forma clara e fácil, além de muito interessantes.

Os capítulos finais trazem as considerações, dúvidas e a bibliografia. Este é sempre um objeto do meu interesse e mostra o embasamento teórico deste trabalho.

A edição é deslumbrante! Uma das mais bonitas e caprichadas que já vi. Ele vem numa caixa rígida, com a mesma estampa da capa, que é linda! Adorei os desenhos e a combinação das cores. Edição bem cuidada, diagramação muito bonita, as páginas tem um tom levemente amarelado, imitando páginas envelhecidas. Adorei os detalhes. As explicações e tabelas, bem como as cartas são bem coloridas.
As ilustrações das cartas são da artista plástica e estudiosa do esoterismo, Cristina Martoni, que trabalhou com o autor nas composições delas.

Foi uma leitura muito interessante, prendeu minha atenção e aguçou minha curiosidade, me fez desejar aprender mais sobre este tema tão rico. Pretendo estudar mais e arriscar algumas tiragens por aqui. Ainda não comecei, pois ainda não consegui consagrar meu Baralho Cigano, mas estou animada para iniciar.

Você gosta deste tema? Conhecia este lançamento? Me conta, vou adorar saber!

Sobre o autor
André Mantovanni é escritor, astrólogo, tarólogo, estudioso da espiritualidade e do autoconhecimento. Também é mestre em Literatura e Crítica Literária (PUC-SP) e pós-graduando em Psicologia Analítica. Em 2008, foi escolhido pela ESOTV, uma das maiores redes de televisão do leste europeu, para apresentar programas de rádio e TV na Hungria e na Áustria. É conhecido em todo o Brasil por ter apresentado e participado de quadros em programas femininos e revistas eletrônicas de grande importância na Rede Globo, TV Gazeta, Rede TV!, SBT e Band. Autor de livros voltados ao autoconhecimento, esoterismo e espiritualidade, além de contos e poesia. Atualmente faz parte do programa Melhor da Tarde, com Cátia Fonseca, na Band TV, e apresenta diariamente o Horóscopo da Rádio Nativa FM.

Baralho Cigano
Autor: André Mantovanni
Ano: 2020 
Páginas: 224
Classificação: 5/5 estrelas 
Editora: Pensamento 
Livro cedido em parceria com a editora 
Adicione no Skoob 
Para comprar: Pensamento | Amazon
Sinopse

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #20

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Esta semana continuo fria! Chegou uma frente fria que derrubou as temperaturas por aqui e ela ainda não foi embora. Tivemos passeio encontros especiais, Clube da Leitura, ótimas leituras, academia quase todos os dias e muito trabalho . Você também sai carregada assim de casa? Olha eu na segunda feira! Marmita, sacola com material de trabalho, jaleco, mala de academia, porque se for para casa eu nao volto para malhar... Friozinho delícia! Eu amo! Zacarias bem quentinho de roupinha por aqui. Mesmo com o frio, fui a semana toda na academia, menos na sexta, pois acompanhei meu pai numa consulta. Lá dentro é bem quente, então treino de shorts e regata, mas na saída estava gelado, por isso, roupas quentinhas para ir casa e vamos que vamos. Esta semana, consegui aproveitar duas vezes, meia hora do meu almoço no trabalho, para ler. Amo estes momentos, são muito bons e me fazem muito bem. Da série, as alegrias que os livros me traze