Pular para o conteúdo principal

Cabine de Leitura com a Escritora Jarid Arraes

 

Olá!
Ontem eu participei de um evento literário muito especial e hoje compartilho com vocês.

Participei da segunda edição da Cabine de Leitura da Companhia das Letras. Fiquei muito feliz e honrada com o convite e foi um momento muito interessante.

A Cabine de Leitura é uma ação especial da Companhia das Letras para proporcionar um acesso antecipado dos principais lançamentos da editora, além de um bate-papo exclusivo e para pouquíssimas pessoas com o próprio autor.

A primeira edição da Cabine de Leitura aconteceu no dia 19 de agosto com o autor Jeferson Tenório sobre sua obra recém-lançada, “O avesso da pele”.

Este bate-papo foi com a escritora Jarid Arraes, sobre sua nova edição de “Heroínas negras brasileiras: em 15 cordéis”. Nesta coletânea, ela resgata ― e celebra ― a memória de quinze mulheres negras que marcaram nossa história, em formato de cordel. O livro está em pré-venda e ele será lançado pela Editora Seguinte.

Estávamos em 14 convidados, entre influenciadores e o pessoal da editora. A editora da Seguinte, Nathália Dimambro também participou do encontro. A mediação da Cabine foi de Max Santos. Foi ótimo, pena que passou muito rápido.

Eu li e adorei Heroínas negras brasileiras e logo trarei a resenha para vocês. Foi ótimo ouvir a Jarid explicar sobre o seu processo de criação, sobre suas pesquisas para escrever este belo livro e mais especificamente sobre este trabalho com os cordéis.

Os cordéis de Jarid são lindos, poéticos e conversam com o leitor. Me apaixonei pela sua escrita ao ler seu primeiro livro Redemoinho em dia quente e este deslumbramento ficou mais evidente com esta leitura agora.

Bonita, educada, articulada, conversar com Jarid é um prazer. Dona de uma voz suave, que não esconde toda a potência de uma mulher forte e obstinada, me encanto com sua postura e com sua trajetória. Filha e neta de cordelistas, cresceu lendo cordéis. Explica que eles lhe são muito familiares, que está acostumada, como se estivesse falando uma língua própria. Na sua opinião, escrever prosa é muito mais trabalhoso. Conta que seus cordéis tem entre 25 e 28 estrofes e não passam de oito páginas.

Jarid conta sobre a luta pelo espaço que a cordelista precisa disputar e eu achei muito interessante esta reflexão, pois sempre vi o cordel apresentado como um basicamente espaço masculino. 

Cita Conceição Evaristo como sua heroína negra e Lady Gaga como sua heroína da vida.

Eu adorei esta oportunidade e agradeço à minha querida parceira, Companhia das letras pelo convite. Parabéns, Jarid, pelo seu trabalho. Leiam Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis, vale muito a pena!


 






Comentários

  1. Fiquei com vontade de ler a obra. Parece ser incrível.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é