Resenha: Clara Jones e a Pérola Perdida | Glaucia Lewicki | Editora Edebê


Oi pessoal!
Hoje eu trago a resenha do livro juvenil Clara Jones e a Pérola Perdida, escrito por Glaucia Lewicki, ilustrado pelo Robson Araújo, da Editora Edebê.

Vou confessar uma coisa, quando eu tinha por volta de 10 anos, eu queria ser arqueóloga, por causa do Indiana Jones. Achava o máximo este personagem destemido e aventureiro  e queria participar daquelas aventuras incríveis também. Portanto, este livro poderia se chamar Claudia Jones!

Com todo este meu entusiasmo pelo personagem, vocês imaginam como eu fiquei quando descobri este livro, da Edebê, né? Fiquei doida para ler, claro! E agora que terminei a leitura, fico na torcida por novas aventuras desta menina ousada e aventureira, que é a Clara, personagem principal, deste livro delicioso.

Logo no início da trama, Clara está numa aventura nas Muralhas da China, com seu fiel escudeiro, Pará, seu cão e grande amigo. Desmorona das caixas de papelão, que na sua imaginação compõem as muralhas, ao ser chamada pela mãe. 
Assim é Clara, uma menina sapeca, inteligente, curiosa e sonhadora. Mora com a mãe e seus pais são separados. Filha única, se ressente desta separação e mostra certo ciúmes de Álvaro, namorado atual da mãe. Apesar disso (ou até por isso também), Clara é sonhadora e também alto astral e divertida.

Para acompanhar suas aventuras e brincadeiras, a menina conta com Luís, seu primo, que se transforma em Luis Le Sage, especialista em insetos, dinossauros, entre outros artefatos misteriosos. Esta dupla e Pará, o cãozinho fiel e companheiro, vão viver incríveis viagens na imaginação. 

Ao sair no corredor do seu prédio, para desvendarem o mistério de uma pérola encontrada dentro do seu apartamento, Clara se depara com uma porta que não estava lá antes e ao passar por ela, se vê trajada com uma roupa de arqueóloga e mergulha numa aventura incrível. Conhece Liang, uma chinesinha que é a guardiã  dos tesouros chineses. Juntas com Luis e Pará, vão procurar Yoku, uma pérola muito especial.

Juntos visitam os Guerreiros de terracota de Xian, viajam num Dragão, enfrentam perigos e muitas aventuras. Que delícia participar desta viagem.

O livro é muito bem narrado, uma leitura fluida, interessante e muito gostosa. Esta aventura tem um ritmo muito bom, viajei com os personagens.

Para os termos diferentes, os leitores contam com ótimos recortes, eles aparecem sempre como "retirado do caderno de anotações de Clara Jones", com a explicação sobre o assunto. Estes tópicos são destacados como uma mensagem num mural e eu achei este recurso ótimo, auxilia muito o jovem leitor.

A edição da Edebê é linda e muito caprichada. Adorei a capa e a diagramação. As ilustrações do Robson Araújo são incríveis e complementam perfeitamente a história, tornando-a ainda mais interessante.

A escrita da Glaucia é deliciosa, seu texto é ótimo, me manteve curiosa e ligada na trama, até acabá-la. Eu adorei acompanhar esta turminha pra lá de especial. 

Este livro faz parte da Coleção Ipê Rosa, recomendado para crianças a partir de 9 anos. Eu adorei! Recomendo que indiquem para os jovens leitores e que leiam também. Alimente sua criança interior, com magia e aventura, ela vai agradecer muito.
Clara Jones e a Pérola Perdida
Autor: Glaucia Lewicki
Ilustrador: Robson Araújo
Ano: 2019
Páginas: 127
Editora: Edebê
Livro cedido pela editora
Minha avaliação: 5/5
Para comprar: Amazon | Edebê

Participam também do BEDA: Lunna Obdulio | Chris | Drica | Neto | Darlene | Carol


Comentários

  1. Que delícia! Eu gosto muito de livros infantis/infanto juvenis. Eles tem uma leveza de escrita e são cheios de ação e aventura! Sempre que eu posso, leio algo pra essa faixa etária, só para descontrair e também indicar para as amigas que são mães

    ResponderExcluir

Postar um comentário