Pular para o conteúdo principal

Rsenha: Entre Cabul e a Dança das Borboletas - Karina Manasseh @EditoraEdite

Hoje eu trago as minhas impressões do livro Entre Cabul e a Dança das Borboletas, da Karina Manasseh, Editora Edite.
Participei da sua leitura coletiva, organizada pela LC Agência de Comunicação e me encantei com a escrita da autora. O fato de ler neste formato foi ainda mais interessante e teve suas peculiaridades. Li exatamente no tempo proposto pela agência, respeitando os capítulos por semana e discutindo com o pessoal escolhido para esta leitura coletiva. No nosso último encontro, a autora participou e foi muito bacana, pois tivemos acesso às informações interessantes sobre o seu processo de escrita e ela esclareceu nossas dúvidas e curiosidades.


Uma trama cheia de aventuras, dilemas, tensões, reviravoltas viagens interessantes e claro, relacionamentos complicados, tudo que eu adoro! Assim é Entre Cabul e a Dança das Borboletas.

Karina criou um romance muito interessante e envolvente. Maria é a protagonista da trama, mostra-se uma mulher forte, segura de si, independente. Uma diplomata brasileira, que viaja pelo mundo e mora em Washington. De cara simpatizei com ela e acompanhei com curiosidade sua trajetória. Através de uma troca de cartas, na verdade, mensagens por e-mails, acompanhamos detalhes do seu romance com João, um homem aparentemente seguro de si, forte, mas com pendências emocionais importantes.

Eu adoro ler sobre relacionamentos e este é um dos focos do livro, que aborda não só o relacionamento de Maria com João, mas também os relacionamentos familiares. Maria traz um grande sofrimento do passado, com a perda do seu irmão e passa boa parte da sua vida, aparentemente perfeita, fugindo de relacionamentos e vínculos afetivos.

Outro ponto que eu adorei foi a forma como a autora abordou o trabalho psicoterápico de Maria com sua analista. De forma sutil e delicada, Maria vai tecendo uma rede de descobertas e amadurecimento.Temas como amor, insegurança, paixão, infidelidade, dependência, amor próprio, são muito bem trabalhos no livro.

Viajamos com Maria e algumas vezes também com João por lugares interessantes como Itália, Índia, México e apenas com ela para lugares tensos e perigosos como Afeganistão. Estas viagens e os cenários descritos pela autora são um dos pontos fortes da trama, com suas cores, aromas e sabores. Este é um livro muito SENSORIAL e ele daria um excelente filme, aliás fica aqui, meu convite para que produtoras prestem atenção neste livro! Durante a leitura, visualizava com clareza as cenas e isso contribuiu para deixar a leitura ainda mais interessante.

Quero destacar que uma das coisas que mais gostei foi a escrita da autora. Sempre reforço que adoro livros escritos por jornalistas, acho que são textos bem escritos, claros e com riqueza de detalhes. A leitura do livro, apesar de abordar temas por vezes pesados, é leve, fluida e muito interessante. Um termômetro do quanto gosto do livro, é o número de marcações que faço durante a leitura. Neste livro fiz muitas delas, algumas frases simplesmente me encantaram.
"Eu voltava para o passado contente, como uma criança em dia de festa, esfregando as mãos, ansiosa para encontrar no aconchego das lembranças algum analgésico que aliviasse a dor do presente."

"Existem momentos e circunstâncias na vida em que tudo muda, todas as verdades vão por água abaixo, o paradigma é alterado para sempre. E, como não vivemos num filme, tais momentos não são precedidos por um retumbar de tambores, luzes e efeitos especiais. São momentos que vêm de mansinho, que deixamos passar despercebidos na maioria das vezes."

"No decorrer da nossa história, a sensação que eu tinha era de que a vida não é o que vivemos, e sim o que lembramos."
O livro é composto de vinte capítulos. Ao incluir citações de Alessandro Baricco, Gabo, Mario Benedetti, entre outros grandes autores, nas aberturas dos capítulos, Karina me conquistou de vez. Adorei a capa e o título do livro, diferentes e estranhos a princípio, mas que fazem todo o sentido conforme você entende o enredo. Um livro muito bem escrito, um trabalho cuidadoso e muito caprichado. Torço e aguardo por novos livros desta autora tão talentosa. Recomendo muito esta leitura inspiradora.
Sobre a autora
Nascida em São Paulo, Karina Manasseh é jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero, com mestrado em Estudos Latino-Americanos e Ciências Políticas pela Universidade de Georgetown, em Washington, D.C., onde reside com a família. A literatura sempre foi uma paixão e um refúgio para a autora. Entre Cabul e a Dança das Borboletas é o primeiro romance de Karina.

Ficha Técnica Título: Entre Cabul e a Dança das Borboletas Autor: Karina Manasseh
Ano: 2019 Páginas: 221 Classificação: 5/5 estrelas Editora: Edite Livro cedido em parceria com a autora Adicione no Skoob Para comprar: Amazon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç