Eu Li: Manual de Limpeza de Um Monge Budista

| Manual de limpeza de um monge budista | Matsumoto Shoukei |176 páginas |
| Minha avaliação: 3,5/5 estrelas | Skoob | Para comprar: Planeta |

Eu adoro ler sobre filosofia budista, sobre monges e sobre organização de casa em geral. Então quando soube deste lançamento da nossa parceira, Planeta de Livros, não tive dúvidas, escolhi na hora.

Matusmoto detalha cada tipo de limpeza e correlaciona com aspectos espirituais, como a busca de serenidade e a alegria do trabalho. Concordo com ele e sigo a filosofia de que uma casa arrumada e bem conservada ajuda a encontrar a harmonia e a serenidade, mas confesso que ainda não consigo sentir alegria ao fazer uma faxina e não limpo a casa todos os dias como fazem os monges budistas.

Os monges encaram a faxina como um aprimoramento espiritual, (neste caso ainda preciso de mais evolução), mas concordo com eles em vários aspectos. O que encontrei no livro, sigo e coloco em prática por aqui: manter a casa em ordem, sem bagunças espalhadas, arrumar a cama logo que levantar, manter banheiros e cozinha limpas, não deixar acumular roupas sujas no cesto de lavar (embora concorde, eu não lavo roupas todos os dias, até por uma questão de economia e de sustentabilidade), e também detesto deixar as louças sujas, dormirem na pia da cozinha. Uma das coisas que mais tento praticar é desapegar dos objetos que não estão em uso.

Foi uma leitura diferente e muito rápida, creio que este é mais um livro de consulta prática, do que de uma leitura reflexiva. Fiquei muito curiosa para ler este livro e apesar trazer várias curiosidades bacanas, confesso que esperava um pouco mais. Achei as informações mais práticas e superficiais, sem muitas explicações sobre a simbologia de cada processo.

Algumas curiosidades são bem interessantes e diferentes, como a escolha de dias com finais determinados para o cronograma de limpeza, por exemplo todos os dias com final 4 e 9 são dedicados à limpeza dos lustres.

Me impressionou o currículo deste monge budista nascido em 1979, no Japão. Formou-se em literatura, pela Universidade de Tóquio, tem MBA em negócios e publicou 5 livros, traduzidos para mais de 15 idiomas


Adorei a capa, ela me conquistou e me fez querer ler o livro. Os capítulos são bem curtinhos, gerando uma leitura rápida. O livro é dividido em sete partes e aborda vários temas como objetos utilizados na cultura japonesa, limpeza de dentro e de fora de casa, limpeza do corpo e da alma, entre outras: Gostei muito da edição, caprichada e bonita. Ótima diagramação e boa revisão, da Planeta de livros, que é sempre muito atenciosa com suas edições.


Participam também do BEDA: Karla | Lunna Obdulio

Comentários

  1. Oi Clauo! Confesso que também me encantei pela capa do livro e sua foto só a enriqueceu ainda mais. Também curto ler sobre limpeza e organização de casa e sempre cito o livro Casa Organizada, pois foi como um manual para mim. Aprendi, assim como você, que temos mesmo que desapegar do que já não utilizamos mais, principalmente para facilitar nas tarefas diárias, pois quanto menos coisas você tem, menos tempo gasta para limpar e organizar. Vou colocar em prática as demais dicas que você colocou aqui. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário