Resenha: D. Maria I - Mary del Priore - Editora Benvirá

| D. Maria I | Mary del Priore | 224 páginas | Minha avaliação: 5/5 estrelas | Skoob |
| Para comprar: Benvira | Livro cedido pela editora |

Eu amo romances históricos e estava muito curiosa para ler um dos livros da historiadora Mary del Priore. Quando soube deste lançamento, da Editora Benvirá, fiquei super curiosa e muito feliz quando a editora me enviou este exemplar. Foi uma leitura muito interessante e me deixou ainda mais com vontade de ler os outros livros da autora. Mary tem pós doutorado, uma carreira brilhante e 48 livros de história publicados, segundo seu site


Este é um livro muito interessante e muito bem escrito. Mary fez uma pesquisa cuidadosa e esmiuçou a vida de D. Maria I desde antes do seu nascimento. Apesar do assunto complexo, a narrativa da autora é fluida e de fácil entendimento. Foi uma leitura muito prazerosa.
Assim como narra a autora, eu também tinha guardado dela, o seu estigma de rainha louca de Portugal. De louca, ela não tinha nada, depressiva e melancólica sim, no final da vida principalmente. Naquela época tal estado psicológico era confundido com insanidade e com "coisa do demônio". O livro mostra o impacto enorme do catolicismo desmedido na vida da rainha.

Acompanhamos neste livro tão interessante toda sua trajetória, seu reinado, as intrigas e os conchavos políticos, seu casamento. Maria casou aos 26 anos, por ordem do pai, com seu tio, D. Pedro Clemente, que tinha 43 anos. Acolheu o pedido de casamento com entusiasmo. O tempo mostrou que viviam muito bem, num relacionamento baseado no respeito e na cumplicidade. Mary mostra o impacto deste relacionamento na vida da rainha e de seus filhos. D. Maria vive uma história de perdas, de sofrimento, de várias renúncias e principalmente de amor pelo seu povo e pela família. A escrita brilhante de Mary nos apresenta uma mulher adorada por seus súditos. Adorei conhecer mais sobre esta mulher tão interessante e sua história tão rica, em todos os sentidos.

Achei a capa linda e aristocrática. Edição bem cuidada da Benvirá, com ótima diagramação e ilustrações que enriquecem ainda mais a leitura. Indicado para leitores de várias gerações, desde jovens aos mais maduros. Poderiam adotar nas salas de aula, eu adoraria aprender história assim. Super recomendo.




Participam também do BEDA: Karla | Lunna Obdulio

Comentários

  1. Oi Clauo! Amo livros biográficos e, de personagens históricos, ainda mais! Quem dera seguissem mesmo sua sugestão de adotar livros desse tipo na escola. Assim, aprenderíamos muito mais rápido e de forma mais fácil. Maria foi mesmo uma personagem extremamente importante, é interessante conhecer um pouco mais sobre ela, pois tudo o que se sabe é que ela era "louca" (mas de louca não tinha nada). Adorei a dica e já está anotada para futura leitura. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário