Eu Li: Caçadas de Pedrinho

| Caçadas de Pedrinho | Monteiro Lobato | Ilustrações: Maurício de Sousa  | 
| Adaptação: Regina Zilberman | Girassol Edições | 88 páginas Para comprar 
| Minha classificação: 5/5 estrelas | Sinopse |

Uma das minhas melhores recordações da minha infância, é o programa de televisão O Sítio do Pica Pau Amarelo, não perdia um episódio desta série exibida diariamente, no final da tarde, na TV Globo. Eu amava! Assim como adorava ler os quadrinhos da Turma da Mônica. Quando estas duas maravilhas se unem só pode surgir algo muito, muito especial, esta coleção lançada pela Girassol Edições!

O mais novo lançamento é CAÇADAS DE PEDRINHO, escrito por Monteiro Lobato e publicado pela primeira vez em 1933. Este livro é uma adaptação da Regina Zilberman, uma das maiores especialistas na obra de Lobato. Esta edição conta ainda com a ótima e reflexiva apresentação (na "orelha" do livro), de Luiz Felipe Pondé, filósofo e escritor.
Caçadas de Pedrinho é o terceiro livro desta coleção pra lá de especial, os primeiros foram Narizinho Arrebitado, com mais de 20 mil exemplares vendidos e O Sítio do Pica Pau Amarelo. As duas edições venderam com 30 mil exemplares apenas em 2019. E agora chegou a vez do Caçadas de Pedrinho, a Girassol é a primeira editora a publicar, no Brasil, este título. Vou mostrar a seguir os principais pontos que me encantaram neste livro maravilhoso.
  • Texto clássico e ao mesmo tempo super atual, escrito numa linguagem de fácil entendimento e fluida.
  • As ilustrações são do Maurício de Sousa, com os personagens da Turma da Mônica, Mônica, dá vida à boneca Emília, Magali, à Narizinho, Cebolinha ao Pedrinho.  Temos ainda personagens clássicos desta turma querida, como Visconde de Sabugosa, Marquês de Rabicó. Vamos descobrir como o Quindim chegou ao Sítio!
  • O trabalho apresentado nesta edição é muito bem feito, com notas que esclarecem e contextualizam a época em que o livro foi escrito.
  • Temos duas histórias, a da Onça e a do Rinoceronte, nas duas, fantasia e realidade se misturam e criam um panorama de fábulas, com muito colorido e delicadeza. A segunda história, do rinoceronte, é a minha preferida.
  • Além do universo mágico da contação de histórias, há críticas sutis sobre política, sobre burocracia e sobre postergar trabalhos. Gostei muito da forma como estes fatores foram trabalhos na trama.
  • Uma edição linda, colorida e muito caprichada! Ótima diagramação. Eu adorei o formato do livro, 23 cm X 30 cm, que ressalta e valoriza os desenhos vibrantes e coloridos.
  • Eu amei e super recomendo a leitura, não só pelas crianças, mas também pelos adultos. Alimente sua criança interior, vale super a pena! Leia com as crianças, leia para as crianças e leia para você. 
Gostou da dica? Conhecia esta edição? Leu o livro original? Me conta!


Participam também do BEDA: Karla | Lunna Obdulio

Comentários

  1. Oi Clauo! Adoro as duas Turminhas! Sítio do Pica Pau Amarelo fez parte da minha infância e tenho até hoje uma coleção de livros com a sua história. A Turma da Mônica eu curto e leio as revistinhas das minhas sobrinhas até hoje! Kkkkkkkkkk! Deve ser bem legal esse livro que faz a junção das duas histórias! Adorei os tópicos que você incluiu na resenha e já quero ler! Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário