As Coisas Que Você Só Vê Quando Desacelera - #12LivrosPara2020 - Abril

Olá!
Hoje trago para vocês a resenha do livro 
As Coisas que você só vê quando desacelera, de Haemin Sunim, Editora Sextante.
Escolhi este livro para ser o livro de abril da nossa TAG #12livrospara2020. Esta TAG é uma parceria com os blog Mundinho da Hanna e Pacote LiterárioNão deixe de passar nos blogs das meninas para conferirem suas postagens! Se você quiser relembrar as postagens do ano passado, clique aquiTodo dia 12 posto a resenha de um livro que está na minha biblioteca aguardando a leitura.
Sinopse
De tempos em tempos, surge um livro que, com sua maneira original de iluminar importantes temas espirituais, se torna um fenômeno tão grande em seu país de origem que acaba chamando a atenção e encantando leitores de todo o mundo. Escrito pelo mestre zen-budista sul-coreano Haemin Sunim, As coisas que você só vê quando desacelera é um desses raros e tão necessários livros para quem deseja tranquilizar os pensamentos e cultivar a calma e a autocompaixão. Ilustrado com extrema delicadeza, ele nos ajuda a entender nossos relacionamentos, nosso trabalho, nossas aspirações e nossa espiritualidade sob um novo prisma, revelando como a prática da atenção plena pode transformar nosso modo de ser e de lidar com tudo o que fazemos. Você vai descobrir que a forma como percebemos o mundo é um reflexo do que se passa em nossa mente. Quando nossa mente está alegre e compassiva, o mundo também está. Quando ela está repleta de pensamentos negativos, o mundo parece sombrio. E quando nossa mente descansa, o mundo faz o mesmo.
Tenho este livro há tempos e a leitura foi um grande desafio e uma boa surpresa. Explico. Resolvi seguir a indicação do autor e ler este livro DEVAGAR, o que tenho que confessar é algo bem difícil, mas que quero treinar cada vez mais. Foi uma experiência muito boa, principalmente porque li nesta quarentena, em casa, aprendendo a desacelerar literalmente.
Meus destaques

  • O livro é divido em 8 capítulos: descanso, atenção plena, paixão, relacionamentos, amor, vida, futuro e espiritualidade
  • Li um capítulo por dia e foi uma experiência muito boa! Consegui refletir sobre os ensinamentos muito melhor do que se tivesse lido o livro de uma tacada só, como faria anteriormente. Recomendo a leitura neste formato
  • O autor traz reflexões oportunas e muito atuais sobre nossa relação com o mundo, com nosso interior e com as pessoas.
  • O autor é monge/mestre zen-budista, sul coreano, e foi professor numa faculdade de artes em Massachusetts.
  • Cada capítulo traz um texto do autor sobre o tema, várias citações (dele e de outros autores) e desenho.
  • Os desenhos que ilustram o livro são lindos e relaxantes
  • Este é um livro para ler e reler várias vezes. Você pode ler tanto na sequência quanto abrir ao acaso

"Quando ouvir algo que faça seu sangue ferver, não dispare uma mensagem de texto ou um e-mail logo em seguida. Uma pessoa sábia deixa a questão para o dia seguinte. Reações instantâneas costumam levar a resultados lamentáveis."
" Se ajudamos alguém esperando receber algo em troca, isso não é dar; é emprestar. A verdadeira dádiva não espera nada em troca. Isso também significa que abrimos mão do controle sobre o que damos." 
Edição caprichada da Sextante. Adorei a capa e as ilustrações. Ótima diagramação e revisão impecável. Capa dura. Um ótimo livro para presentear os amigos. Recomendo muito esta leitura inspiradora.

38/100
Título: As Coisas que você só vê quando desacelera
Autor: Haemin Sunim
Páginas: 256
Classificação: 4 estrelas

Editora: Sextante
Recebido como cortesia do Skoob
Adicione no Skoob

Para comprar: Sextante


Participam também do BEDA: Karla | Lunna Obdulio

Comentários

  1. Oi Clauo, que livro incrível esse. E tem tudo a ver com o que estamos passando nesse momento, aprendendo a desacelerar... É algo tão necessário, mas que só aprendemos, literalmente, na marra... Pois ficando em casa temos que fazer isso mesmo... Amei a resenha e vou ver se baixo esse livro.
    Bjks e até o mês que vem! ^^

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  2. Oi Clauo! Adorei a indicação, o post ficou lindíssimo dessa forma diferente, repleto de suas considerações e sensações com a leitura. Assim como você, tenho MUITA dificuldade em ler DEVAGAR, talvez eu precise realmente ler esse livro para aprender. Super curti o tema, ainda mais nesses tempos em que estamos vivendo... Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário