Pular para o conteúdo principal

Eu Li: Floriano Encapsulado

Olá!
Hoje é dia da resenha do livro Floriano Encapsulado, escrito por 
Frederico Feitoza, Editora Chiado Books.

Sinopse
UM RETRATO TERNO E ASSOMBROSO DAS ARMADILHAS DA ADOLESCÊNCIA. Floriano, o “Assacínico”, é um mistério em plena luz. Habituado aos diagnósticos imprecisos de seu psiquiatra, é de poucos amigos. Aos 14 anos e cansado de lidar com o bullying constante, tem uma surpresa: o maior palhaço da hora do recreio, Roberto Salomão, aproxima-se para o que parece o início de uma amizade suspeita. Ele curte sertanejo universitário, namora a estonteante Regina George from Taquaritinga e vem do perigoso Conjunto Ceilópolis. Resta saber se Floriano acredita nesta nova amizade ou se tudo não passa de um de seus mórbidos planos contra os “otários” da escola. Acompanhe nesta jovem novela o desenrolar de um perigoso esquema de bullyings e desafios que custará vidas.
Recebi o convite do autor para ler seu livro. Frederico foi muito simpático e atencioso. Uma curiosidade, atualmente ele mora em Berlim, onde estuda alemão e produção literária. De lá também acompanha as leituras feitas aqui.

Jovens, adolescentes, bullying, dúvidas quanto à sexualidade, aceitação pelo grupo da escola, diferentes classes sociais, drogas e suicídio, são temas trabalhados por Frederico no seu livro.
Apesar dos temas pesados, a escrita do autor é muito boa e fluida, e o livro, gostoso de ler. Uma trama interessante, diferente e bem construída.

Como pano de fundo, temos a escola do grupo e o shopping center preferido do protagonista. O autor mostra questões próprias de uma turma de jovens, como apelidos que traumatizam, passagens engraçadas, ternura e afetos, mal disfarçados nos relacionamentos.

Suas inquietações, identificações, temores e receios, são visitados pelo leitor durante a trama. Um adolescente deprimido? Com espectro autista? Frederico levanta algumas hipóteses, de forma sutil e interessante e deixa o diagnóstico de Floriano por conta da imaginação do leitor.

Floriano foi criado apenas pela mãe, sem a presença do pai. Apesar de não aparecer muito na trama, fiquei pensando muito nesta mãe, no seu sofrimento e nos seus questionamentos.

O avô materno de Floriano, é autoritário e os visita sempre aos finais de semana. Herdou dele o nome, que detesta e que gera tantos problemas na escola. Foi apelidado de Florzinha, por Robertinho, o garoto mais popular da classe.

Em churrasco e festinhas com a turma, eles flertam com o perigo, com novas emoções e descobrem que estas muitas vezes cobram um preço alto demais. O poder e acesso à drogas e suas consequências são bem trabalhadas neste livro.

Temos três personagens principais, Floriano, Mabel e Manu. Eles são bem construídos, gostei dos personagens secundários também. Destaque especial para Dona Neuminha, avó do Robertinho, uma senhora cheia de sensibilidade e de amor. A cena que ela prepara um almoço para os amigos do seu neto que vão visitá-la, é das mais bonitas, poéticas e saborosas.
Achei a capa bem diferente, assim como o título, que me chamou a atenção. Entendi que o título mostra o quanto Floriano se achava preso no seu nome. A capa traz elementos que compõem a trama, como os inseparáveis fones de ouvido do personagem. Boa edição da Chiado Books, páginas amarelas, letras em tamanho confortável, ótima revisão.

Esta leitura me fez pensar e refletir bastante. Acho um livro importante para leitores de todas as idades, principalmente para os jovens e seus pais. O livro é um alerta. Uma leitura necessária.

Sobre o autor
Frederico Feitoza, 38 anos, é escritor e jornalista. Pesquisador na área de Mídia e Psicanálise, foi professor durante quatro anos no curso de Comunicação da Universidade Católica de Brasília. A cultura jovem do Distrito Federal o inspirou a escrever “Floriano Encapsulado”, especialmente as histórias que ouviu sobre uma curta, mas enigmática onda de suicídios em um shopping center da cidade. Hoje vive em Berlim, onde se dedica ao aprendizado da língua alemã e à produção literária. A sua luta de todos os dias é contra o desamor no mundo neoliberal.


Floriano Encapsulado
Autor: Frederico Feitoza
Ano: 2019
Páginas: 234
Editora: Chiado Books
Classificação 4,5/5
Livro cedido pelo autor
Adicione no Skoob
Para comprar: Chiado Books

Comentários

  1. Oi Clauo! Amei a resenha desse livro com temas tão fortes, como bullying e a questão sexual, que normalmente causa inúmeras inseguranças nos adolescentes e também nos adultos. Já vai para a lista. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#TBRdeJunho

O que você pretende ler em junho? Você costuma fazer #TBR? Sabe o que é uma TBR? A sigla TBR significa To Be Read. Ou seja, são os livros que você deseja ler. Muitas pessoas montam suas TBR mensais. Confesso que não tinha o costume de fazer a minha, mas estou me aventurando. Alguns livros furam a fila, outros demoram um pouco mais para serem lidos e tudo bem, tenho esta flexibilidade. Estas são as leituras que programei para este mês! Pretendo acrescentar outros no decorrer do mês, mas a princípio estes são os livros que eu tenho certeza que vão me acompanhar:⁣⁣ ⁣⁣ 📖 Água fresca para as flores, Valérie Perrin, @intrinseca - para a nossa Leitura Coletiva MãeLiteratura #LCmaeliteratura⁣⁣ 📖 Na Estrada com o ex, Beth O´Leary, @intrinseca ⁣⁣- para o Clube da Leitura MãeLiteratura⁣⁣ 📖 Lar em chamas, Kamila Shamsie, @Grua_livros - para o #12livrospara2022 de junho 📖O que é que ele tem, Olívia Byington, @editora_objetiva, para o nosso Clube @CompanhiadasLetras deste mês⁣⁣ 📖 Maria Bonita,

Nossa Semana #20

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Esta semana continuo fria! Chegou uma frente fria que derrubou as temperaturas por aqui e ela ainda não foi embora. Tivemos passeio encontros especiais, Clube da Leitura, ótimas leituras, academia quase todos os dias e muito trabalho . Você também sai carregada assim de casa? Olha eu na segunda feira! Marmita, sacola com material de trabalho, jaleco, mala de academia, porque se for para casa eu nao volto para malhar... Friozinho delícia! Eu amo! Zacarias bem quentinho de roupinha por aqui. Mesmo com o frio, fui a semana toda na academia, menos na sexta, pois acompanhei meu pai numa consulta. Lá dentro é bem quente, então treino de shorts e regata, mas na saída estava gelado, por isso, roupas quentinhas para ir casa e vamos que vamos. Esta semana, consegui aproveitar duas vezes, meia hora do meu almoço no trabalho, para ler. Amo estes momentos, são muito bons e me fazem muito bem. Da série, as alegrias que os livros me traze