Eu Li: Dois Cigarros

Eu Li: Entre Vinhos e Cafés

Olá!
Hoje eu trago a resenha do livro Entre Vinhos e Cafés, escrito por Fernanda Mello, da Editora Neutra.

Sinopse
“Entre vinhos e cafés" é a sétima publicação e o primeiro romance da escritora e compositora Fernanda Mello.

O livro conta a história de Maria D., uma mulher independente de 40 e poucos anos, que narra as suas experiências no campo afetivo - desilusões, descobertas, encontros virtuais, autoconhecimento, abusos emocionais - até encontrar seu amor mais valioso. Maria D. nos mostra, em sua história bem humorada, às vezes profunda e inusitada, as dificuldades cotidianas para encontrar (e manter) relacionamentos reais nos dias de hoje.
Antes de contar minhas impressões, quero compartilhar um fato que me chamou muito a atenção. Olha só que coincidência...ou melhor, que sincronicidade. Numa tarde a Letícia, minha filha, que mora na Austrália, me chamou e me mandou uma foto dizendo: Mãe, olha só este livro,achei a sua cara. Ela tinha visto o livro nos stories da Bruna Vieira, tirou um print e me mandou. Comentei que a capa era linda e o título tinha tudo que eu adoro. Não deu cinco minutos, juro, toca o interfone, chegou encomenda. Meu filho foi buscar e...era o livro! Acredita?! Mandei uma foto pra Letícia e escrevi, você não acredita no que acabou de chegar! O livro chegou em seguida à esta troca de diálogos e chegou em grande estilo! Uma semana antes, eu tinha recebido o convite para a leitura e achei incrível esta sintonia. Claro que ele furou a fila, comecei a ler no mesmo dia.
Um romance muito gostoso. Fernanda conta a história de Maria D., escritora. em busca do sucesso, desanimada e um tanto quanto perdida, às voltas com o final de um relacionamento, após descobrir a traição do ex. Como o título diz, a trama é regada a cafés, vinhos, coisas que amamos por aqui. Na trama acompanhamos os processos de crescimento pessoal e profissional da nossa protagonista.

Maria D. precisa escrever seu livro, a editora já até adiantou uma parte do pagamento, mas as idéias não evoluem e seu talento não transparece no seu dia a dia. E agora? Fazendo um paralelo que a princípio pode parecer estranho, me senti assim, cobrada por mim mesma, quando estava escrevendo minha tese de mestrado. Que difícil é ter que escrever algo com tempo marcado, se sentindo pressionada, não só pelos outros, mas por nós mesmas.


Além da personagem principal, temos aqui três amigas de Maria D, que fazem do enredo, uma leitura muito mais saborosa. Como é gostoso de ter amigas, né? Aquelas que te animam, que passam pelas crises com você, que te apoiam, te abraçam, choram junto, dão risadas, enfim, amigas para todos os momentos. Assim são Judith, melhor amiga de Maria D. e o casal Sofia e Ana. As quatro tornam-se um quarteto afinado, amigas que dão colo, tiram do baixo astral, dão a maior força para novos relacionamentos. Elas deixaram a história mais leve, divertida e empática. Adorei.
Além das amigas, algumas confusões amorosas vão aparecendo por aqui. Achei interessante a autora focar no desejo da personagem, independente da hetero ou homossexualidade. A descoberta dos desejos de Maria D. lhe traz amadurecimento e lhe fortalece.

Achei bacana também a forma como a autora trabalhou a questão da traição sofrida pelo ex-namorado. Como é ver outra pessoa vivenciando as mesmas dores, sofrimentos e expectativas suas, se colocar no lugar do outro, foram reflexões interessantes e importantes.



O livro todo é escrito ao som de música, confesso que tenho um pouco de dificuldade com letras de músicas inseridas no texto, até já comentei em outras resenhas, não sou uma pessoa movida à música, embora goste, claro, de muitas. O fato da autora ser também compositora, me fez entender que as letras fazem parte do seu universo e achei que fizeram sentido aqui nesta trama.

O livro tem um ritmo muito bom, fluido e interessante, prendeu minha atenção, li numa tarde. Foi uma leitura muito bacana, alto astral.


Sabe aquele livro que você termina de ler se sentindo leve e com um sorriso no rosto? É este. É o primeiro livro que leio e pretendo ler os anteriores também. Acabo a leitura, com vontade de dar um abraço na Fernanda.

A edição do livro é super caprichada, bonita e diferente. Eu adorei a capa e a cor da lombada, vinho claro. Boa diagramação, páginas amarelas, letras em tamanho confortável.

Sobre a autora
FERNANDA MELLO é escritora e compositora. Lançou seu primeiro livro de crônicas e poesias em 2009, o “Princesa de Rua". Em 2011, Fernanda criou um novo formato para seus textos, as "Crônicas Digitais", que foram divulgadas em seu canal no Youtube. A mineira ainda escreveu "O menino que queria abraçar o mundo", em 2013 e em 2015, Fernanda lançou "Amor na TPM" e o tão esperado “Amar é punk" - sobre o amor real, sem romantização. Com a segunda edição de “Amar é punk”, em 2016, Fernanda fez uma turnê de lançamento pelo Brasil e terminou o ano com a publicação do seu quinto livro: “Mulher de Frases” (Editora Gulliver). Em 2019, Fernanda lançou “Krash”, um livro que aborda relacionamentos abusivos e amor próprio, e produziu mais uma série de suas crônicas digitais, com 12 capítulos.  Agora, a incansável autora lança seu primeiro romance (e sétimo livro): “Entre vinhos e Cafés”, consolidando sua trajetória como escritora. 

Entre Vinhos e Cafés
Autor: Fernanda Mello
Ano: 2020
Páginas: 260
Editora: Neutra
Livro cedido pela autora
Adicione no Skoob
Para comprar: Loja Fernanda Mello

Comentários