Eu Li: Dois Cigarros

Eu Li: A Maravilha das Pequenas Coisas

Olá!
Finalizei o livro A Maravilha das pequenas coisas, de Dawn French, da Editora Fundamento, na nossa #maratonaliterariadecarnaval e vim contar para vocês as minhas impressões.

Sinopse
O livro conta a história de uma família que desabafa e conta os seus problemas ao longo das páginas. A filha de 17 anos é uma típica adolescente revoltada com a mãe, que não a deixa ter a liberdade que quer. Por outro lado, a progenitora, Ma, está prestes a completar 50 anos e está em crise, pois não sabe como lidar com os filhos e marido. Também tem o filho Peter, de 16 anos, que odeia as brigas da mãe e da irmã e acha que o videogame é o seu mundo particular. Além disso, ele está canalizando o seu ídolo Oscar Wilde, o que está preocupando ainda mais a família. Durante todo o desenrolar das histórias, começamos a conhecer um pouco mais da vida de cada um deles e entender os seus motivos para as atitudes que tomam. Diante de todos esses conflitos a família vai precisar enfrentar uma situação muito difícil, que vai deixá-los à base de um precipício. E a dúvida que fica é: será que eles vão cair e cada um seguir a sua vida como sempre quiseram ou conseguirão provar que apesar de tudo, estarão próximos um dos outros para resolver os problemas? - Um Bestseller na Europa!
Foi uma leitura totalmente diferente do que eu imaginei. Pensei se tratar de um livro bem fofinho e levinho, mas não foi exatamente o que encontrei. Este livro ficou em 1º lugar na lista dos mais vendidos, no Reino Unido.
É o primeiro livro que leio da Dawn, que além de escritora é atriz e comediante britânica. Confesso que tive dificuldade em entender boa parte das piadas inglesas, assim como referências às personalidades, que eu não conheço.
O livro é narrado por três personagens principais, Ma - a mãe, Dora - a filha e Oscar - que se chama Peter, mas gosta de ser chamado assim por causa de Oscar Wilde.
Temos ainda o pai, figura de equilíbrio, proteção e serenidade, achei muito bacana seu personagem. A avó materna, Nana P, é uma figura especial, que recebe cada membro da família com um bolo especialmente feito para ela. Tem também a cachorra, Cacá, enfim, é uma família pra lá de movimentada. Todos se amam, mas têm dificuldade em demonstrar este amor.
Oscar é o contraponto engraçado, leve e divertido da trama. Ma, é uma mãe de 50 anos, psicóloga e se sente envelhecida e sobrecarregada. Difícil não se identificar minimamente com ela...rs.
Na primeira página, Dora mostra-se simplesmente insuportável, com frases e pensamentos mordazes, até ofensivas, principalmente com relação à sua mãe. Detestei o começo do livro e conto isso aqui, não desmerecendo o livro, muito pelo contrário, mas para mostrar como o desenrolar do enredo pode te fazer mudar de opinião sobre o livro. Agora escrevendo para vocês minhas impressões, isso tudo fica ainda mais claro. Acho que a autora exagerou, mas talvez este tom agrade mais os outros leitores.

Com o desenrolar da leitura, a trama fica mais interessante, entendi as críticas da autora e do meio para o final, a trama ficou bem melhor que no comecinho, pelo menos foi minha impressão. A Maravilha das pequenas coisas, me tirou do lugar comum, foi bom ter insistido na leitura, principalmente porque foi uma escolha minha, pela minha parceria com a Editora Fundamento.

Me fez refletir no quanto damos (ou não) valor para o temos na família, nas críticas de profissionais que tentam aplicar em casa, a teoria que trabalham no consultório. Também refleti sobre carências, nos adolescentes que não costumam demonstrar seus sentimentos, se defendem e muitas vezes mostram esta defesa como agressividade.
Achei a capa muito bacana. Edição caprichada da Fundamento, ótima diagramação, detalhes fofos, como este acima, das páginas numeradas. Folhas amarelas e letras em tamanho confortável, ótima revisão.  No final do livro, temos as receitas dos bolos, que a vovó Nana P faz para cada membro da família, adorei este detalhe fofo do livro.

Sobre a autora
Escritora, comediante e atriz, Dawn French participou de alguns dos mais longos e mais celebrados programas de TV da Grã-Bretanha. Sua biografia best-seller, Dear Fatty (não lançada no Brasil), foi publicada no Reino Unido e aclamada pela crítica e seu primeiro livro, A maravilha das pequenas coisas, ficou em 1o lugar na lista dos mais vendidos no Reino Unido.

A Maravilha das Pequenas Coisas
Autor: Dawn French
Ano: 2012
Páginas: 216
Editora: Fundamento
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Fundamento





Comentários