Pular para o conteúdo principal

Eu Li: A Maravilha das Pequenas Coisas

Olá!
Finalizei o livro A Maravilha das pequenas coisas, de Dawn French, da Editora Fundamento, na nossa #maratonaliterariadecarnaval e vim contar para vocês as minhas impressões.

Sinopse
O livro conta a história de uma família que desabafa e conta os seus problemas ao longo das páginas. A filha de 17 anos é uma típica adolescente revoltada com a mãe, que não a deixa ter a liberdade que quer. Por outro lado, a progenitora, Ma, está prestes a completar 50 anos e está em crise, pois não sabe como lidar com os filhos e marido. Também tem o filho Peter, de 16 anos, que odeia as brigas da mãe e da irmã e acha que o videogame é o seu mundo particular. Além disso, ele está canalizando o seu ídolo Oscar Wilde, o que está preocupando ainda mais a família. Durante todo o desenrolar das histórias, começamos a conhecer um pouco mais da vida de cada um deles e entender os seus motivos para as atitudes que tomam. Diante de todos esses conflitos a família vai precisar enfrentar uma situação muito difícil, que vai deixá-los à base de um precipício. E a dúvida que fica é: será que eles vão cair e cada um seguir a sua vida como sempre quiseram ou conseguirão provar que apesar de tudo, estarão próximos um dos outros para resolver os problemas? - Um Bestseller na Europa!
Foi uma leitura totalmente diferente do que eu imaginei. Pensei se tratar de um livro bem fofinho e levinho, mas não foi exatamente o que encontrei. Este livro ficou em 1º lugar na lista dos mais vendidos, no Reino Unido.
É o primeiro livro que leio da Dawn, que além de escritora é atriz e comediante britânica. Confesso que tive dificuldade em entender boa parte das piadas inglesas, assim como referências às personalidades, que eu não conheço.
O livro é narrado por três personagens principais, Ma - a mãe, Dora - a filha e Oscar - que se chama Peter, mas gosta de ser chamado assim por causa de Oscar Wilde.
Temos ainda o pai, figura de equilíbrio, proteção e serenidade, achei muito bacana seu personagem. A avó materna, Nana P, é uma figura especial, que recebe cada membro da família com um bolo especialmente feito para ela. Tem também a cachorra, Cacá, enfim, é uma família pra lá de movimentada. Todos se amam, mas têm dificuldade em demonstrar este amor.
Oscar é o contraponto engraçado, leve e divertido da trama. Ma, é uma mãe de 50 anos, psicóloga e se sente envelhecida e sobrecarregada. Difícil não se identificar minimamente com ela...rs.
Na primeira página, Dora mostra-se simplesmente insuportável, com frases e pensamentos mordazes, até ofensivas, principalmente com relação à sua mãe. Detestei o começo do livro e conto isso aqui, não desmerecendo o livro, muito pelo contrário, mas para mostrar como o desenrolar do enredo pode te fazer mudar de opinião sobre o livro. Agora escrevendo para vocês minhas impressões, isso tudo fica ainda mais claro. Acho que a autora exagerou, mas talvez este tom agrade mais os outros leitores.

Com o desenrolar da leitura, a trama fica mais interessante, entendi as críticas da autora e do meio para o final, a trama ficou bem melhor que no comecinho, pelo menos foi minha impressão. A Maravilha das pequenas coisas, me tirou do lugar comum, foi bom ter insistido na leitura, principalmente porque foi uma escolha minha, pela minha parceria com a Editora Fundamento.

Me fez refletir no quanto damos (ou não) valor para o temos na família, nas críticas de profissionais que tentam aplicar em casa, a teoria que trabalham no consultório. Também refleti sobre carências, nos adolescentes que não costumam demonstrar seus sentimentos, se defendem e muitas vezes mostram esta defesa como agressividade.
Achei a capa muito bacana. Edição caprichada da Fundamento, ótima diagramação, detalhes fofos, como este acima, das páginas numeradas. Folhas amarelas e letras em tamanho confortável, ótima revisão.  No final do livro, temos as receitas dos bolos, que a vovó Nana P faz para cada membro da família, adorei este detalhe fofo do livro.

Sobre a autora
Escritora, comediante e atriz, Dawn French participou de alguns dos mais longos e mais celebrados programas de TV da Grã-Bretanha. Sua biografia best-seller, Dear Fatty (não lançada no Brasil), foi publicada no Reino Unido e aclamada pela crítica e seu primeiro livro, A maravilha das pequenas coisas, ficou em 1o lugar na lista dos mais vendidos no Reino Unido.

A Maravilha das Pequenas Coisas
Autor: Dawn French
Ano: 2012
Páginas: 216
Editora: Fundamento
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Fundamento





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é