Escolhidos de Janeiro - Planeta de Livros

Olá queridos leitores!
Hoje quero mostrar os livros de janeiro que escolhi, pela nossa parceria com a Editora Planeta de Livros.

Estes são os livros que escolhi para ler este mês. Entre tantos lançamentos incríveis escolhi gêneros diferentes, que muito me agradam.

Das Cinzas de Onira, escrito por Umberto Mannarino, acabou de chegar da gráfica. Ela prefere finais felizes, do Ricardo Coiro, foi lançado ano passado e estava na minha lista de desejados. Por enquanto deixo as sinopses deles e volto logo com as minhas impressões. O que achou das minhas escolhas? Quer ler? Ficou curioso? Me conta!

Das Cinzas de Onira, Umberto Mannarino
Olívia perdeu a memória em um incêndio que encobriu seu passado em um turbilhão de perguntas sem resposta. A imagem de seus pais, lembranças antigas, tudo foi apagado de sua mente. Agora, recuperando-se na casa dos tios, ela descobre uma passagem secreta para Onira, um mundo em que tudo parece ter misteriosa relação com sua vida antes do acidente. Com a ajuda de um pelotão de criaturinhas uniformizadas, um peixe de monóculo e um enorme boneco de pano, Olívia decide explorar essa realidade para desvendar seus enigmas e encontrar o caminho de volta. Mas a jornada é perigosa: fantasmas, aranhas, aves de fogo... Ela enfrentará desafios inimagináveis para decifrar esse novo mundo, na esperança de assim recuperar a memória e compreender a verdade sobre o dia do incêndio. E uma voz em sua mente não se cala: Onira é real? Ou só fruto da imaginação? Qual a relação desse mundo com o seu passado?
Ela prefere finais felizes - Ricardo Coiro
Este livro não tem príncipes, dragões nem reinos. Tampouco super-heróis. Tem gente como a gente, como você, que sangra, chora e, com sorte, tem orgasmos de acordar a vizinhança; que vive entre o desejo de se entregar e o medo de quebrar o coração de novo. Esta é a história do Leco – um guitarrista gaúcho que gostaria de ter nascido na década de setenta –, da Laila – uma veterinária paulistana recém-traída pelo noivo – e de outros personagens de quem você certamente sentirá saudade depois do último ponto-final. Um retrato divertido, comovente e atual do mais potente sentimento brotando rápido em meio ao caos urbano.

Comentários