Pular para o conteúdo principal

Clube da Leitura Companhia das Letras - Agosto


Olá queridos leitores!
Sábado passado foi dia do nosso Clube da Leitura Companhia das Letras. Aqui eu contei um pouco mais sobre a nossa história

Lemos e discutimos o livro A Vida invisível de Eurídice Gusmão, da Martha Batalha. Foi sensacional, uma ótima discussão.


Sinopse
Guida Gusmão desaparece da casa dos pais sem deixar notícias, enquanto sua irmã Eurídice se torna uma dona de casa exemplar. Mas nenhuma das duas parece muito feliz nas suas escolhas. A realidade das Gusmão é parecida com a de inúmeras mulheres nascidas no Rio de Janeiro nos anos 1920 e criadas para serem boas esposas. São as nossas mães, avós, bisavós; invisíveis em maior ou menor grau, que não puderam protagonizar as próprias vidas, mas que agora são as personagens principais do primeiro romance de Martha Batalha. Uma promessa da ficção brasileira que chega afiadíssima para contar uma infinidade de histórias bem costuradas e impossíveis de largar.


Quando sugeri esta leitura já sabia que seria uma ótima discussão, porque o livro é simplesmente sensacional! Eu li logo que foi lançado em 2016 e foi uma das minhas melhores leituras. No grupo todos gostaram, foi uma unanimidade.

A escrita da Martha Batalha é muito, muito boa. Ela consegue aliar vigor com sensibilidade e traça um retrato fiel e muito claro da sociedade passada. Vi minha avó e traços da minha mãe na Eurídice...

Duas irmãs, Eurídice e Guida, tão diferentes e tão complementares. Que livro saboroso! Personagens empáticos e muito bem construídos, numa trama bem amarrada e reflexiva. Foi uma leitura fluidíssima e rápida. 

Foi uma delícia não só a leitura, mas pasmem, a minha releitura do livro. Quem me conhece sabe que eu detesto reler livros, acho uma perda de tempo, com tanto livro que  quero ler. Por causa do clube da leitura, precisava relembrar os detalhes do livro e quando percebi tinha relido o livro inteirinho...para vocês verem como este livro é bom! Leiam, leiam!! Super recomendo, para leitores de todos os gostos e sexo.

Sobre o Livro
Adorei esta capa, que transmite exatamente a idéia do livro . A diagramação é bonita , páginas amarelas, letras em tamanho confortável, revisão impecável. Gostei do formato do livro. Companhia das Letras arrasou nesta bonita edição.


Sobre a autora 
Martha M. Batalha formou-se em jornalismo pela PUC Rio e tem mestrado em Literatura Brasileira pela mesma universidade. Trabalhou como repórter e editora dos jornais O Dia, O Globo, Extra e Globo On. Em 2003 Martha criou a editora e produtora cultural Desiderata, que lançou os best-sellers OMelhor do Pasquim e O Planeta Diário. O catálogo incluía títulos de Millôr Fernandes, Ivan Lessa, Jaguar e André Dahmer. A Desiderata também trouxe para o Brasil a maior exposição de fotojornalismo do mundo, a World Press Photo. Em 2008 a editora foi vendida para a Ediouro e Martha foi morar em Nova York. Lá, iniciou um mestrado em Publishing na New York University e recebeu a OSCAR DYSTEL FELLOWSHIP, maior prêmio concedido a estudantes do curso. Também em Nova York Martha estagiou na Harper Collins e trabalhou na editora Workman, onde desenvolveu a área de projetos institucionais. Martha sempre escreveu mas A vida Invisível de Eurídice Gusmão é seu primeiro livro a ser publicado. Seu livro de estreia foi vendido a 10 países e para o cinema antes de ser publicado no Brasil.

A Vida invisível de Eurídice Gusmão
Autor:
 Martha Batalha
Ano: 2016
Páginas: 192
Editora: Companhia das Letras
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç