Convite Clube da Leitura MãeLiteratura de Julho



Olá queridos leitores!
É com grande alegria que convido vocês para o nosso Clube de Leitura MãeLiteratura de julho.
Este clube surgiu do convite para discutirmos os livros da DarkSide Books, especialmente os livros do selo Dark Love. Fiquei muito feliz e honrada com esta oportunidade. O pessoal das Livrarias Curitiba topou a parceria e com isso ganhamos um espaço muito bacana para nosso clube. Em 2018 os encontros aconteceram em outubro e novembro e foram sensacionais! Este será nosso quinto encontro de 2019. Vocês podem conferir aqui no blog todos os clube.

O livro escolhido para o encontro de julho é o Pequenas Realidades, escrito por Tabitha King. A edição é muito bacana e a sinopse ótima. Há tempos este livro está na minha lista de desejados. O Clube da leitura acontecerá no dia 30 de julho, às 20h, na Livrarias Curitiba do Shopping Metrô Tucuruvi,  e vocês estão convidados! Inicialmente a data agendada era dia 16 , mas infelizmente tivemos um sério problema de logística e a editora não conseguiu me entregar os livros, por isso alteramos a data para dia 30 de julho e pedimos desculpas por eventuais transtornos.

Peço, por favor, que quem quiser e puder participar me mande um e-mail de confirmação
(claudia.maeliteratura@gmail.com), para que possamos organizar o espaço, para recebê-los com carinho e atenção. Esperamos vocês!!

Sinopse
Publicado no Brasil na década de 1980 em uma coleção de terror e fantasia, Pequenas Realidades viveu mais de trinta anos em sebos e prateleiras empoeiradas. Carregado de sutilezas, bizarrices e ferocidade, o livro carrega em seu cerne uma fascinação que fez parte da infância de muita gente: miniaturas. Casas, móveis... e, por que não?, pessoas. Neste livro, conhecemos a socialite Dorothy Hardesty Douglas, filha de um antigo presidente norte-americano, que vive na redoma de seu legado de sucesso. Entusiasta de miniaturas, ela possui uma réplica da Casa Branca, perfeita em seus mínimos detalhes.Ao conhecer um homem chamado Roger Tinker, que trabalhou para o governo em um projeto secreto, ela descobre uma maneira fantástica — e um tanto perturbadora — de decorar sua casinha. Em uma trama que envolve relações familiares problemáticas e o mundo estranho e obsessivo das miniaturas, Tabitha King conduz o leitor por uma história grotesca e disfuncional. Não sabemos para onde os personagens vão nos levar com seus atos extremos, e a sensação fascina e aterroriza na mesma medida; Tabitha King é uma autora interessada no psicológico de seus personagens — e mostra os contornos mais sombrios que podem habitar a mente de todos nós. No mês em que completa setenta anos, a voz cativante e original de Tabitha King chega para fortalecer ainda mais a linha DarkLove, que publica autoras poderosas e cheias de atitude. Depois de devorar Pequenas Realidades, você nunca mais vai olhar para casinhas de boneca do mesmo jeito.

Comentários