Pular para o conteúdo principal

Eu Li: Nas Montanhas do Marrocos

Olá!
Hoje trago para vocês a resenha do livro Nas Montanhas do Marrocos, escrito por Luisa Bérard, da Editora Novo Conceito.

Sinopse
Um romance épico inesquecível! Uma história de amor tão forte e única, capaz de ultrapassar o tempo e as barreiras geográficas. Sedução, amor, conflitos e intrigas em tramas repletas de emoção e reviravoltas de tirar o fôlego. Referências históricas sobre moda, literatura e obras de arte. Personagens que transitam em cenários deslumbrantes: no esplendor do período vitoriano na Inglaterra, em pleno século XIX, e em paisagens fascinantes do Marrocos, com suas cadeias montanhosas de natureza exuberante e a indomável vastidão do Saara. Inicialmente ambientado na Inglaterra, nos idos de 1847, conta a história da bela e impetuosa lady Katherine Hartington, a filha mais nova do conde de Northwick. A narrativa construída em torno da jovem protagonista apresenta as relações familiares e a suntuosidade da época vitoriana, descrevendo o estilo de vida da aristocracia inglesa e os obstáculos sociais impostos às mulheres, impedidas de aspirar a algo além de um promissor casamento. Nesse universo sobressai a figura da poderosa duquesa de Melbourne, que não se amolda a esse papel socialmente pré-estabelecido e transmite à sobrinha seus conhecimentos sobre o instigante mundo dos negócios, potencializando o seu natural desejo de liberdade. Mas um revés do destino fez com que Katherine aportasse em Tânger em um contexto completamente inesperado. De uma hora para outra, a inglesa se vê obrigada a viver no Marrocos e conhece sua apaixonante cultura e paisagens montanhosas e desérticas. Nesta exótica jornada, ela se depara com o mais importante: o amor. Entre tentativas de retorno à Inglaterra e o fascínio pelas areias do Saara, majestosas cordilheiras marroquinas e um desafio amoroso que a seduzem para ficar, Katherine se defrontará com novas e impensáveis realidades, sem suspeitar das guinadas que o futuro ainda lhe reservaria. Nas montanhas do Marrocos é um romance escrito no melhor estilo de obras do gênero, aclamadas pelos públicos nacional e internacional. Com criatividade e originalidade, Luisa Bérard reuniu, na dose certa de grandes best-sellers, personagens memoráveis, sedução, paixão, conflitos e intrigas, demonstrando com sua ágil narrativa e criteriosa pesquisa histórica o quanto pode ser ilusória e vazia a liberdade sem amor.


Vocês também gostam de romances de época? E de literatura nacional? Eu amo! Os dois juntos então, é melhor ainda, não é mesmo? Nas Montanhas do Marrocos traz ingredientes poderosos para uma boa trama. Uma mocinha destemida, forte, inteligente e decidida. Um homem envolto numa aura de mistério, poder e sensualidade. O resultado é muito romance, doses de sofrimento e torcida por um final feliz.

Me encantei com este romance de época, muito bem escrito, recheado de detalhes interessantes Foi uma leitura envolvente e diferente. Lady Katherine Hartington é uma jovem impetuosa e a frente do seu tempo. Vamos acompanhar neste intenso romance suas aventuras na Inglaterra e no Marrocos e sua descoberta do amor. Fiquei encantada com os cenários criados pela autora e viajei na história.

Mergulhei na leitura deste belo romance com curiosidade e muita motivação, depois da entrevista que fiz com a Luisa Berard. Um romance muito bem escrito, recheado de detalhes interessantes.  

Que tal um chazinho para acompanhar esta deliciosa leitura? Numa passagem, Katherine, nossa protagonista, vai tomar chá  com sua amiga Lauren numa loja especializada em chás orientais e especiarias raras. Luísa descreve o local com tantos detalhes, que fiquei morrendo de vontade de conhecer um lugar assim. 


A autora constrói uma trama instigante, torci pelos personagens e viajei pelos países, costumes e passagens cheias de detalhes. Não é uma leitura rápida, nem fluida, mas a riqueza das descrições trazem detalhes importantes e transportam o leitor para a trama. O livro foi escrito em primeira pessoa, o que faz com que o leitor sinta-se ainda mais próximo da história. Leia este livro com calma e paciência, acho que vale muito a pena.

Amei a capa, uma das mais bonitas que vi ultimamente. Páginas amareladas, boa diagramação, letra em tamanho confortável. Edição caprichada da Novo Conceito. Aproveito e faço um convite para nossos leitores, no dia 17 de abril será a noite de autógrafos do livro, aqui em São Paulo. Vamos?


Sobre a autora
Luisa Bérard é alagoana e vive em Recife. Trabalhou como advogada até descobrir seu talento para a literatura. Em 2018, afastou-se da advocacia para dedicar-se à autopublicação e divulgação de seu primeiro trabalho. Vendeu em esquema independente mais de 2 mil livros impressos. A obra ganhou projeção nacional com seu relançamento, em novembro de 2018, pela Editora Novo Conceito.

Nas Montanhas do Marrocos
Autor: Luisa Bérard
Ano: 2017
Páginas: 564
Editora: Novo Conceito
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Novo Conceito | Amazon


Comentários

  1. Oi Clauo! Amo livros desse tipo e já fiquei encantada com a história! Também me interesso pela geografia e costumes de outros países e quando isso envolve um romance de época, dá água na boca mesmo! Capa maravilhosa, foto super criativa combinando com a cena, em fim, parabéns pela resenha. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir
  2. Eu amo romances de época e as mocinhas, sempre fortes e destemidas. A trama desse pareceu ser bem envolvente e me deu vontade de conhecer. A capa é das mais lindas, concordo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç