Pular para o conteúdo principal

Leitura Compartilhada - Fármacia de Livros

Olá queridos leitores!!
Hoje trago para vocês um novo projeto, que me deixa muito feliz! O LEITURA COMPARTILHADA com o Instagram Farmácia de Livros, da minha amiga Célia Alves Cardoso. Você já fizeram este tipo de leitura? Têm vontade de fazer? Eu recomendo muito!
A idéia desta leitura veio amadurecendo aos poucos, só precisava encontrar uma parceria literária afinada. Conheci a Célia através do Instagram e desde o ano passado trocamos dicas e impressões sobre livros. Temos gostos literários parecidos e daí o convite aconteceu naturalmente. Após uma pesquisa nos livros disponíveis, optamos pelo livro "A Paciente velhinha alemã", escrito pelo médico Antônio E´Dmei. Escolhemos este livro para começar nossa série de leituras compartilhadas, pois adoramos o tema médico. 
A leitura foi tão bacana e a parceria tão afinada, que após a leitura deste livro, selecionamos mais dois para lermos em seguida. Aguardem  nossas próximas leituras, vocês poderão acompanhá-las por aqui e pelo Instagram. Durante e após a leitura compartilhada, postamos nossas impressões nos nossos instagrans. Primeiro no feed, com o convite para a leitura e a sinopse do livro e depois nos stories, com nossas impressões durante a leitura e sua posterior finalização.

Foi uma ótima experiência! O autor gostou muito da proposta e repostou nosso material. Não conhecíamos o autor e foi uma boa oportunidade para divulgar seu trabalho. Abaixo deixou a sinopse e minhas impressões sobre o livro. Neste momento ele está disponível no Kindle Unlimted, aproveitem!
Minhas impressões
Foi uma leitura singular, diferente e interessante. Pelo que entendi, trata-se de um caso real, descrito pelo autor, médico otorrinolaringologista, residente em Manaus. Chamado de madrugada, na sua casa, para atender uma intercorrência, por um colega médico de plantão no hospital que trabalham juntos. Dr. Antônio conta sobre os contratempos deste atendimento a um colega seu de faculdade, seu parceiro na residência médica, muitos anos atrás. Os colegas se encontram num congresso médico e durante um jantar trocam impressões profissionais e Antônio narra este caso tão peculiar. As dificuldade no atendimento, passagens hilárias e tragicômicas, e aspectos sutis como autoestima, imagem profissional, sentimento de competência, são abordados neste livro curtinho, mas intenso. Me chamou a atenção a formalidade no trato dos médicos, colegas desde a época da faculdade. A leitura é rápida, fluida e prendeu minha atenção. Ao contrário do que aconteceu com a Célia, desde o início, tinha a certeza do desenlace da trama e acompanhei com interesse  e grande curiosidade o desenrolar do caso. Recomendo a leitura para quem gosta do terma médico, principalmente e de relações humanas. Foi uma leitura diferente e uma surpresa boa. 

Impressões da Célia
Foi muito diferente para mim a experiência de fazer uma leitura compartilhada. Geralmente a leitura é um processo extremamente solitário. Foi muito bom termos escolhido o livro com tema médico. A leitura prendeu minha atenção o tempo inteiro. No início para ver quando a paciente velhinha alemã seria citada na história. Do meio para a frente para descobrir o que iria acontecer com ela. Ler com a Cláudia me fez refletir sobre pontos que haviam passado batido. Sempre há algo diferente a descobrir e aprender. Que venham mais leituras conjuntas, para que possamos ver o mesmo livro sob um novo ângulo!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Junho

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Escolhas da  Leticia :  "O esmalte é  o Tapete Vermelho, da @esmaltecolorama. Fácil de passar, gosto de passar três mãos pra não ficar muito transparente. O livro é o

Nossa Semana #23

  Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana 23ª. Uma semana movimentada! Teve Clube da Leitura, evento literário, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, o friozinho gostoso continuou por aqui. Participei da Cabine de imprensa do filme Um Broto Legal, da Pandora Filmes e adorei! Tem resenha dele aqui . Na quarta feira tivemos a primeira discussão do nosso amada Clube MãeLiteratura em parceria com a Editora Intrínseca. O livro escolhido é Na Estrada com o ex. Foi uma discussão muito bacana. Enquanto trabalho de casa, tenho a companhia super especial do Zacarias. Meu amor, meu grudinho, meu companheirão, fica sempre pertinho, roncando e brincando com seu amiguinhos. Eu e a Fernanda, minha irmã, voltamos ao cinema, 36 anos depois de ver o primeiro filme, para assistir Top Gun: Maverick.  Que filme! Amamos! Amamos! Amamos! Tenho experimentado um ritual toda noite que me faz muito bem. Vou pra cama cedo, fico lendo, tomo meu chazinho e relaxo, me recuperando dos dias agitado