Pular para o conteúdo principal

Eu Li: Meghan - A Princesa de Hollywood que conquistou a Inglaterra

A resenha de hoje é do livro Meghan - A princesa de Hollywood que conquistou a Inglaterra, escrita por Andrew Morton, da nossa parceira Seoman - Grupo Editorial Pensamento.
Quando soube que este lançamento de junho estava disponível foi fácil optar por ele.
Sou uma romântica incorrigível e histórias de contos de fada sempre me emocionam. Acompanhei com deslumbre e emoção o casamento da mãe de Harry, a eterna Princesa Diana e por isso mesmo fiquei curiosa para ler o livro sobre sua nora, Meghan.
 Minhas impressões
Confesso que assim como o príncipe Harry, nunca tinha ouvido falar em Meghan Markle, atriz americana, estrela da série Suits. Comecei a me interessar quando começou o frenesi do casamento real do príncipe mais novo, Harry.
Estava bem curiosa, mas confesso que nem imaginava o que encontraria nesta biografia. 

Adoro biografias e elas quase sempre prendem minha atenção. Meghan teve um começo um tantinho morno, com o biógrafo Andrew, que também escreveu um livro sobre a princesa Diana, contando sobre sua infância e adolescência. 
Meghan é a única filha de um casal birracial. Seu pai trabalhou na indústria de Hollywood, no setor de iluminação de filmes e séries. 

O livro narra a trajetória de Meghan que tentou ser atriz desde nova e se destacou na universidade, com peças teatrais. Até o sucesso em Suits, ela enfrentou dificuldades para conseguir um papel de destaque e muitos testes. 

Com o sucesso da série, Meghan começa a se destacar em programas humanitários, inclusive com participação em um dos programas da ONU.

Achei muito bacana também saber que nossa duquesa também foi blogueira, oficialmente ela teve um blog, o The Tig, onde escrevia sobre estilo, sobre reflexões feministas e emponderamento. Também se destacava nas redes sociais, principalmente no Instagram. Ao entrar para a família real, Meghan teve que abrir mão de todas as suas redes sociais.

Até surgir Harry, o livro mantem um tom narrativo com elogios de quase todas as pessoas que a conheceram. Acompanhamos o primeiro casamento de Megahn, posteriormente um namoro sério. Descobrimos também que Meghan adora cachorros e teve um beagle e um labrador mestiço.

Num encontro às cegas, conhece Harry, nenhum dos dois acompanhava a trajetória do outro. Conseguem um feito difícil, manter o relacionamento secreto por um bom tempo. 
Fiquei impressionada com as histórias que jornalistas e pessoas próximas divulgavam sobre ela, inclusive sua meia-irmã, que jogo pesado, divulgando fatos aparentemente falsos. Outro fator que me chocou um pouco foi o preconceito dos jornalistas, pelo fato da sua mãe ser negra.

As passagens sobre o noivado, sobre a sua convivência no palácio, junto à família real são deliciosas e muito interessantes.

O livro mostra que, como é de se esperar, tudo que a estilosa Meghan usa, faz sucesso, vende muito e é copiado com rapidez e avidez.

Andrew mostra como este casal lindo tem uma química maravilhosa. Ambos jovens, bonitos, carismáticos e famosos. Gostei e termino a leitura com a sensação que conheço um pouco melhor estes personagens reais, de conto de fadas.
Sobre o Livro
A capa é bonita, gostei da foto e das fontes usadas no título. Ótima diagramação da Seoman. Letras em tamanho confortável, páginas amarelas. As fotos que ilustram o livro são ótimas, pena que não deu tempo de incluírem as fotos do casamento real.
A leitura foi fluida. O livro prendeu minha atenção principalmente do meio para o final. Recomendo esta leitura para quem gosta de biografias e quer conhecer melhor a Duquesa de Sussex.

Meghan - A Princesa de Hollywood que conquistou a Inglaterra
Autor: Andrew Morton
Ano: 2018
Páginas: 320
Editora: Seoman
Classificação 4,5/5
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar:Seoman |  Amazon



Comentários

  1. Que interessante, não sabia que a Meghan participava de trabalhos humanitários, agora simpatizo ainda mais com ela. Chegou para trazer frescor e modernidade à família real. Com certeza essa biografia vale muito a pena ser lida, gostei da sugestão!

    ResponderExcluir
  2. Que bacana a sua sugestão de leitura! Gostei da resenha e já deu até para aprender mais sobre a Meghan, já que não sabia muita coisa a respeito dela. Achei bem interessante!

    Beijos! | Pedagogia Criativa
    http://pedagogiacriativa.com

    ResponderExcluir
  3. Eu confesso que não me empolgo com biografias e agora sei um pouco mais sobre a Meghan que antes. Não acompanhei o namoro-noivado-casamento até porque não concordo com essa história de ter que abrir mão da própria vida para se casar com esse 'príncipe'. Me causa imensa preguiça essa submissão. Enfim, não sou inglesa e acho aquilo tudo um castelo de areias e muito me espanta a Rainha mãe lutar (depois de todo o sofrimento ao lado do infante particular dela) para manter essas tradições absurdas. Enfim, quem sabe um dia a monarquia inglesa evolua e entenda que aquela gente são pessoas e merecem direito a dignidade quanto o resto de nós.

    bacio

    ResponderExcluir
  4. "Conheci" a Meghan em Suits, que acompanho todas as temporadas, mas sabia pouco sobre ela, o personagem dela não me cativou, achava ela chatinha hahahaha. Mas ai de repente fiquei sabendo que ela ia casar com o Princípe rs...Uau!!! Nunca li biografia, não tenho certeza se gostarei (igual quem nunca comeu algo e diz que não gosta...rs) Mas quando vi essa capa na Saraiva fiquei com vontade de ler. Mas sinceramente acho bem estranho essa vida que a família real leva, mas quem sou eu na fila do pão pra opinar sobre a vida alheia não é mesmo. Mas posso dizer que minhas férias do ano passado tive a sorte de conhecer Londres e amei e posso dizer que os Ingleses com ou sem rainha são lindos rs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç