Pular para o conteúdo principal

Papo Médico com o Dr Rodrigo Rosa - DIU (Dispositivo Intrauterino)

Hoje é dia do nosso papo médico com o Dr. Rodrigo Rosa. Todo mês você encontra por aqui o Dr. Rodrigo, nosso consultor em medicina, especialmente em ginecologia e obstetrícia. Ele responde nossas dúvidas sempre com muita atenção, gentileza e competência. Tenho muito orgulho desta nossa parceria!
Esta coluna e as próximas traremos os temas escolhidos por vocês, através da nossa enquete. O tema deste mês é o DIU (dispositivo intrauterino)

DIU: é possível engravidar depois de anos de uso?

O dispositivo anticonceptivo intrauterino, popularmente conhecido como DIU, é o mais eficaz contraceptivo reversível do mercado, e apesar de ainda ter pouca taxa de uso, cresceu exponencialmente em popularidade na última década.

Quando a paciente, em conjunto com o seu médico, opta pelo DIU, o ginecologista insere a peça no útero por meio de um procedimento cirúrgico simples que pode ser realizado no consultório. O dispositivo pode ficar alojado de 5 a 10 anos, a depender do tipo. A maioria deles são feitos de polietileno, com ou sem adição de substâncias metálicas (cobre) ou hormonais (progesterona). Há um DIU mais recente que é uma mistura de cobre com prata, diminuindo as cólicas menstruais que podem ser ocasionadas pelo DIU de cobre apenas.

O método é indicado para pacientes em idade fértil, desde que não haja suspeita de gravidez, má formação congênita do útero, neoplasias uterinas, sangramento uterino de causa desconhecida, coagulopatias, doença inflamatória pélvica, cervicite e risco de doenças sexualmente transmissíveis.

Quando implantado, o DIU criará um ambiente intrauterino hostil aos espermatozoides evitando a sua chegada até as trompas ou tendo efeito espermaticida, mas como todo método anticonceptivo, tem seus prós e contras.
Apesar de muito eficaz e ajudar a evitar as reações secundárias causadas por hormônios, o dispositivo pode ter alguns efeitos secundários. Nos primeiros três meses após a colocação do DIU, a paciente pode perceber um agravamento nas cólicas menstruais, aumento no tempo do período menstrual em cerca de um dia e ainda ter hemorragias uterinas. Após cerca de 3 meses, esses sintomas tendem a diminuir ou desaparecer.

E se depois de anos utilizando o dispositivo, a mulher decidir engravidar? O DIU pode ser removido a qualquer momento e não interfere na fertilidade da paciente, já que quando implantado funciona como uma barreira mecânica que impede a gravidez. Somente é indicado que o dispositivo seja retirado cerca de dois meses antes de tentar a concepção, para que o organismo tenha tempo suficiente para voltar à sua normalidade fisiológica e a gestação ter mais chances de sucesso.

Rodrigo da Rosa Filho é graduado em medicina pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp/EPM), Membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH) e da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Estado de São Paulo (SOGESP),  co-autor/colaborador do livro “Atlas de Reprodução Humana” da SBRH e autor do livro ” Ginecologia e Obstetrícia- Casos clínicos” (2013). É diretor clínico e sócio-fundador da clínica de reprodução humana Mater Prime.

Gostou do tema deste mês? Você gostaria de ver algum outro tema aqui? Você pode nos escrever, deixando sua sugestão ou sua dúvida.




Comentários

  1. Adorei o post!!! Bem esclarescedor... com certeza pensarei nesta opção, mas confesso que acho esquisito ter um corpo estranho dentro de mim kkkkkkk bjs Regina

    ResponderExcluir
  2. Informação é sempre bem vinda! Tenho muitas amigas que usam DIU e se dão super bem com ele. Eu não senti necessidade de colocar, já que não tenho problemas com meu anticoncepcional.

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana a postagem.
    Eu gosto de compartilhar informações importantes e interessantes para as mulheres, futuras gestantes, que estão em busca da maternidade.
    Sempre temos dúvidas.
    Tenho uma prima que usou as duas vezes antes das duas gestações e se adaptou muito bem, depois engravidou sem problemas...
    Muito bacana o post.
    Bjs
    Ju

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post, tenho conversado com meu médico para colocar DIU

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir
  5. Bacana saber mais sobre o assunto!
    Quase implantei DIU mas desisti...

    ResponderExcluir
  6. O tema está maravilhoso, adoro estes assuntos sobre saúde da mulher, informações...
    mas, vc acredita que por mais que tenhamos informações sobre o DIU eu sou super resistente à ele? Estranho né...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é