Pular para o conteúdo principal

Livro: Fantasmas não dizem adeus (Alexandre Kahtalian) - Editora Jaguatirica

Hoje trago para vocês um livro forte, com uma temática difícil e muito bem escrito.
Fantasmas não dizem adeus é o livro de estréia de Alexandre Kahtalian, Editora Jaguatirica. 
À começar pelo forte título, é uma leitura densa, diferente e que me fez refletir por muito tempo após a sua finalização.
O que mais me chamou a atenção, foi saber que trata-se de uma auto-ficção, ou seja, o autor vivenciou algumas situações descritas no livro. Experiências difíceis, emocionantes e traumáticas. Temas como morte, diabetes, suicídio, drogas e relacionamentos conturbados, fazem parte deste vigoroso livro.
A trama começa com Zuca narrando seu relacionamento com seu neto, Ico, de 17 anos. No decorrer da história somos apresentados a outros membros da família. Thor é o tio de Ico, que tentou se matar várias vezes e acabando morrendo, melancolicamente, de complicações decorrentes da diabetes. Antes de Thor, Alma, sua mãe e esposa de Zuca, não apenas tentou, como conseguiu colocar um fim à sua vida surpreendendo a família.
Eu gostei muito da forma como Alexandre trabalhou as questões emocionais dos seus personagens. Apesar dos sofrimentos narrados, o livro deixa uma mensagem de esperança no final, de reconciliação com seus fantasmas.
Composição da minha avaliação: (cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama: 0,80
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 0,90
Revisão: 1,00
Nota: 4,70 - Muito bom
Livro lido em parceria com o autor
Adicione o livro no SKOOB
Mais uma vez a Editora Jaguatirica arrasa na capa, linda e poderosa! Adorei também a diagramação do livro, ótima. Folhas amarelas, letras em tamanho confortável, contribuem para uma excelente leitura.
O livro é narrado em primeira pessoa e em alguns capítulos em terceira pessoa. Isto deixou o texto ainda mais interessante. O tema é bem pesado, mas a escrita do Alexandre é ótima e por isso mesmo, aguardo ansiosa outros lançamentos do autor.
SinopseO fio condutor da história aqui narrada pelo psicanalista Alexandre Kahtalian é a delicada relação de um adolescente e o seu avô paterno, numa interlocução que traz os conflitos do presente à sombra fantasmagórica de um passado não menos problemático. E é aqui que a narrativa se torna um fio desencapado, nos envolvendo numa teia de tensões em tempos diferentes, tendo ao fundo de um conturbado quadro familiar recortes da vida social, política e cultura do país na segunda metade do século vinte.
Sobre o autor: Alexandre Kahtalian formou-se em Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro e atuou como endocrinologista, acumulando láureas e clientes famosos. A partir dos acontecimentos em sua vida retratados de forma ficcional em Fantasmas não dizem adeus, foi em busca de se autoanalisar através da psicanálise. A experiência marcante e transformadora culminou com a decisão de abraçar a formação psicanalítica. Foi assim que se tornou psicanalista e iniciou uma nova etapa em sua vida. Atualmente é membro de uma série de associações de classe, nacionais e internacionais, como Associação Psicanalítica Internacional (IPA) e International Association Psychoanalytical Self Psycology (IAPSP), entre outras. É casado com Maria Lúcia há 17 anos e tem dois filhos.

Comentários

  1. Você sempre trazendo boas dicas de leitura!!!!! Beijos Regina

    ResponderExcluir
  2. Ainda não conhecia, gostei da resenha :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito interessada pois é o meu género. Embora não seja real, algumas situações foram vivenciadas e os temas são bem fortes mesmo

    ResponderExcluir
  4. Oi querida, adoro suas dicas de livro!
    Fiquei pensando, temos alguns fantasmas interiores mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Tinha visto a foto desse livro em seu instagram e já tinha ficado curiosa, agora ao ler suas impressões, me animou ainda mais. Só que para esse semestre não dá. Tenho 04 livros a produzir até novembro, ou seja, leituras apenas de trabalho. Mas vamos em frente. rs
    Assim que der uma folga, eu corro para a minha lista que só cresce. Quero férias para ontem. rs

    bacio

    ResponderExcluir
  6. Oi Claudia! Achei a sinopse do livro super interessante e, seu feedback positivo me deixou super curiosa pela leitura. Não é qualquer livro que tem o condão de tratar de assuntos tão delicados de maneira crível, sensível e, ao mesmo tempo, realista.
    Não conhecia a editora e o autor, mas, tendo a oportunidade, vou adorar ler! Ótima sua indicação!
    xoxo

    ResponderExcluir
  7. Oiie

    Não tinha ouvido falar ainda do livro e sua resenha desperta curiosidade. Acho importante que o número de livros tratem de temas tão delicados, uma pena que mexem demais com meu psicológico. Mas quando eu tiver mais forte darei uma chance!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç