Pular para o conteúdo principal

O Mundo Perfeito: Eu Li!!

Título: O Mundo Perfeito
Autor: Cláudia Marczak
Ano: 2016 
Páginas: 202
Idioma: português 
Editora: Penalux
Livro cedido em parceria com a editora
Classificação: 5/5

Este foi o livro que escolhi para ler no mês de janeiro, na minha parceria com a Editora Penalux. Sua sinopse me chamou a atenção, eu solicitei e fui prontamente atendida.
O livro me surpreendeu positivamente. Cláudia Marczak nos presenteia com uma ótima leitura. Um livro denso, forte, intenso e muito, muito bem escrito. Gostei do tom adotado pela autora. Narrado em terceira pessoa, temos aqui uma estória interessante e atual.
Começando pelo prefácio da querida e talentosa Maria Valéria Resende, só poderia esperar um bom livro! Acabei a leitura atordoada. Favoritado!

Luisa, personagem principal, é uma mulher rica e infeliz, que tem uma vida "perfeita", um marido dedicado e amoroso, um casal de filhos, condição financeira excelente, uma ótima casa, empregados e uma vida vazia.
Acredito que a formação da escritora influenciou positivamente a construção dos personagens. Claudia Marczak é minha colega, psicóloga também  e acho que isto explica em parte o rico universo psicológico apresentado na trama.
A autora descreve o assombro e a insatisfação da personagem em relação aos seus filhos. Filhos estes que fogem do padrão de beleza e com os quais não consegue estabelecer vínculos afetivos.  Luisa tem um olhar crítico sobre os filhos, nada maternal, que a princípio pode chocar. Externa seus pensamentos e sentimentos (ou falta deles) com liberdade e sem pudores.
Ao conhecer Severino, um pedreiro que presta serviço em sua casa e seus filhos gêmeos, tem início uma nova fase na sua vida. Os gêmeos representam tudo o que sempre quis que seus filho fossem, lindos e inteligentes. Luisa não  enxerga nos filhos os potenciais e a beleza que vê nos gêmeos de Severino.
Claudia Marczak consegue criar uma trama tensa, extremamente sensual e interessante no encontro de Severino e Luisa. Aqui não há amor, há pele, desejo, há fogo. Luisa não vê traição, mas sim um escape de um mundo aparentemente perfeito e vazio, muito vazio.
Sua obra tem traços que lembram a escrita de Machado de Assis e ela me encantou. 
O livro  prendeu minha atenção e fiquei na expectativa do desenrolar desta estória diferente e envolvente. A autora nos mostra que as coisas podem e muitas vezes fogem do nosso controle e que as aparências enganam...
De cara a capa linda me conquistou, aliás as capas da Penalux são sempre maravilhosas. Esta especialmente, reflete bem a mensagem do livro. Além da capa, a diagramação da Penalux sempre arrasa e desta vez não foi diferente.Folhas amarelas e encorpadas, letras em tamanho confortável, revisão perfeita, tudo contribuiu para uma excelente leitura.
Foi minha melhor leitura de janeiro e uma das melhores que fiz nos últimos tempos.  Acabei o livro dizendo uau...que livro bom! Recomendo muito.
Leia e depois me chame, vou adorar discutir este livro com você.
Sinopse: "O cheiro de tabaco de Severino tomava o ar. Eduardo nunca fumara. Eduardo nunca fizera nada que não fosse politicamente correto. (...) Estava cansada. Eduardo beijou sua nuca levemente. Luisa sentiu vontade de chorar." Luisas, como a do romance de Cláudia Marczak, são mulheres que percebem tarde que o mundo escolhido não é o que almejaram. A única liberdade se encontra na ousadia de aventurar-se. Os romances de Marczak são portas para o universo feminino, aparentemente desconhecível, mas, na obra da autora, cada vez mais desnudo, claro e profundo. O romance O Mundo Perfeito me fez cair de um cosmo idealizado em direção à matéria pecaminosa. Não há um justo sequer, homem ou mulher". (Anderson Fonseca - Escritor.)

Sobre a autora: Cláudia Marczak é professora e psicóloga. Nasceu em Santos, litoral de São Paulo. Tem dois livros de poemas publicados, Caos e Lugar Algum e um romance, A Flor da Pele, publicado pela Editora Penalux.

Você pode comprar o livro  no site da Penalux.

Comentários

  1. Deve ser um livro bem legal, adorei sua resenha. essa coisa de vida perfeita não existe e muitas vezes temos a sensação de vazio. esse livro deve ajudar a ver a vida de um outro jeito.

    ResponderExcluir
  2. Achei muito interessante a mensagem do livro!! Pela sinopse e breve resumo seu dá pra ver que vale muito a pena a leitura!

    ResponderExcluir
  3. Interessante tocar na ferida da mãe que não ama prontamente e incondicionalmente os filhos e desbravar esta história com os desdobramentos de uma vida aparentemente perfeita, mas completamente vazia. Gostei da resenha

    ResponderExcluir
  4. Nossa adorei a resenha e fiquei super curiosa parâmetros, vou procurar.

    ResponderExcluir
  5. OI Claudia, você só faz aumentar a minha lista de livros desejados
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  6. Fiquei super curiosa para ler o livro! Uma história bem atual, onde pessoas vivem infelizes dentro de suas "vidas perfeitas". Adorei a Dica! Beijos Regina

    ResponderExcluir
  7. Que capa linda!!
    Fiquei apaixonada pela premissa e se foi favoritado já vai pra minha lista.
    Adorei a dica.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Nossa amiga realmente parece intenso como você descreve no inicio do post. Fiquei bastante interessada!


    http://www.arianebaldassin.com

    ResponderExcluir
  9. Uau...deve ser um história de perder o folego mesmo...gostei dos detalhes...
    Boa dica!

    ResponderExcluir
  10. Pelo seu resumo fiquei muito curiosa para ler o livro.

    Beijos
    www.agorasomospais.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç