Pular para o conteúdo principal

Rainha de Katwe

Esta semana participei da pré-estréia de Rainha de Katwe, o novo lançamento da Disney, à convite da Disney Brasil,no Espaço Itau de Cinema.
Não conhecia a sinopse, apenas sabia que era baseado numa história verídica.
O filme me impressionou muito, pela forma realista com que a extrema pobreza africana foi retratada na tela. Apesar da tristeza da condição social e cultural apresentada, o filme mostra um outro lado, pessoas idealistas que se preocupam com o futuro destas crianças e tentam fazer algo diferente.

Através do ensino e treino do jogo de xadrez, um grupo de crianças conseguem se destacar e trilhar um novo caminho. No centro deste grupo está Phiona, uma menina inteligente que se destaca muito e ganha uma evidência jamais imaginada.
Gostei muito da sensibilidade em retratar os dilemas de Phiona, de sua família e do seu grupo. 
Fiquei apaixonada pelos figurinos, coloridos e lindos dos atores!
O elenco está ótimo e afinado. Você ri, fica emocionada e torce por eles.

Só senti que se eu soubesse um mínimo que fosse sobre xadrez (sou um zero a esquerda neste jogo), poderia acompanhar melhor algumas cenas.
No final eu adorei a forma de apresentação dos personagens. Em cena aparecia o ator e a pessoa retratada no filme, com um breve histórico de sua vida após o tempo de filmagem. Muito legal esta sacada da Disney!
Rainha de Katwe” é baseado na vibrante história verídica de uma jovem garota das ruas da região rural de Uganda, cujo mundo rapidamente se modifica quando é apresentada ao jogo de xadrez, e, como resultado do apoio que ela recebe de sua família e da comunidade, é imbuída da confiança e determinação de que precisa para correr atrás de seu sonho de se tornar uma campeã internacional de xadrez.  No elenco do filme estão o ator indicado ao Globo de Ouro® David Oyelowo, a vencedora do Oscar® e indicada ao Tony Award® Lupita Nyong’o e a novata Madina Nalwanga. 
Para a garota de 10 anos Phiona Mutesi (Nalwanga) e sua família, a vida na empobrecida favela de Katwe em Kampala, Uganda, é uma luta constante. Sua mãe, Harriet (Nyong’o), é extremamente determinada a cuidar de sua família e trabalha incansavelmente vendendo verduras no mercado para ter certeza de que suas crianças tenham o que comer e uma casa para se abrigar. Quando Phiona conhece Robert Katende (Oyelowo), um jogador de futebol que virou missionário e ensina xadrez para crianças locais, ela fica fascinada. O xadrez exige bastante concentração, pensamento estratégico e assumir riscos, habilidades que são todas aplicáveis na vida cotidiana, e Katende espera empoderar os jovens através do jogo. Phiona fica impressionada com a inteligência e sagacidade que o jogo exige e imediatamente demonstra potencial. Reconhecendo a aptidão natural de Phiona para o xadrez e o espírito de luta que ela herdou de sua mãe, Katende passa a ser seu mentor, mas Harriet reluta em encorajá-la, para evitar que sua filha se frustre. À medida que Phiona começa a ter sucesso nas competições locais de xadrez, Katende a ensina a ler e escrever para que ela possa ter uma educação escolar. Ela rapidamente avança nos rankings dos torneios, mas se afasta de sua família para focar em sua própria vida. Sua mãe acaba percebendo que Phiona tem uma oportunidade de se sobressair e se junta a Katende para ajuda-la a desenvolver seu potencial extraordinário, escapar de uma vida de pobreza e salvar sua família. “Rainha de Katwe”, da Disney, estreia nos cinemas brasileiros em 24 de novembro de 2016.


Serviço:
Gênero: Drama
Classificação: PG
Data de Lançamento Nos Estados Unidos: 24 de novembro de 2016
Duração: A Ser Definida
Elenco: David Oyelowo, Lupita Nyong’o, Madina Nalwanga
Diretor: Mira Nair                              
Roteiro: William Wheeler
Produtores: Lydia Dean Pilcher, John Carls
Produtores Executivos: Will Weiske, Troy Buder


Comentários

  1. Sou fã da Lupita e da Disney, juntando as duas só pode ser coisa boa. O filme parece ótimo, vou ver com certeza!

    Clau

    ResponderExcluir
  2. O filme parece ótimo quero assistir!

    ResponderExcluir
  3. O filme tem uma abordagem forte e interessante. Não me seria uma escolha óbvia, mas após sua resenha, gostaria de assistir sim

    ResponderExcluir
  4. Adoro quando o filme ou livro é baseado em historia real. Dá sempre um "q" a mais né?

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  5. Filme lindo em um cinema ótimo. Eu adoro o Espaço Itaú aqui do Rio. Pena que não rolou essa pré-estreia por aqui. Mas verei o filme com certeza.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  6. Gostei da dica Claudia!!Adoro histórias baseadas em fatos reais!!Com certeza vou assistir!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, ainda não tinha ouvido falar nesse filme, mas pelo seu post, achei a história incrível e encantadora, certamente vou querer ver quando puder.

    http://petalasdeliberdade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Ótima dica, o filme parece ser muito bom. Como sempre suas resenhas são muito boas.

    ResponderExcluir
  9. Amo histórias verídicas!!! :) Já me apaixonei so pelo seu relato e estou ansiosa para assistir! :) Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Junho

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Escolhas da  Leticia :  "O esmalte é  o Tapete Vermelho, da @esmaltecolorama. Fácil de passar, gosto de passar três mãos pra não ficar muito transparente. O livro é o

Nossa Semana #22

Olá! Hoje eu quero te contar como foi a nossa semana por aqui. Uma semana com vários eventos lindos! Teve Clube da Leitura, musical, circo, muito trabalho, ótimas leituras e aconchego, semana de friozinho gostoso por aqui.   Eu amo organizar minhas leituras e estou usando o Diário de Leitura , que recebi em parceria com a Fina Folha Papelaria . Adoro os produtos desta papelaria mais que especial! Aqui um pouquinho das leituras desta semana. Com este tempinho frio, que eu amo, aproveito para fazer sopas. Adoro este tipo de jantar. Aqui uma sopa de grão de bico com calabresa. Ficou uma delícia. Na quarta feira tivemos a segunda discussão do nosso Projeto Jorge Amado, As Mulheres de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Discutimos o livro Dona Flor e seus dois maridos. Foi muito sensacional!   Na sexta feira, eu, a Letícia, minha irmã Fernanda e a Bia, minha sobrinha e afilhada, assistimos a reestreia de PETER PAN, O MUSICAL, no Teatro Alfa. Foi lindo!⁣  Leia o post complet