Pular para o conteúdo principal

A Casa do Céu



Incomodada...profundamente impactada. Foi assim que terminei este livro.
A Casa do Céu narra a experiência da jornalista Amanda Lindhout que durante 15 meses foi mantida refém num sequestro na Somália.
O meu primeiro pensamento foi, o que leva uma pessoa a se arriscar em lugares tão "perigosos"?! Sim, porque Amanda não vai parar lá a trabalho, é seu gosto por aventuras e lugares exóticos que a levam a lugares como Afeganistão, Somália, entre outros.
A autora conta sobre sua vida e infância, sobre algumas dificuldades de relacionamento, mas nada comparado ao que vivencia nesta experiência.
Só conseguia pensar que não aguentaria passar o que ela passou...
Um livro forte, pesado, difícil, mas muito bem escrito. Uma vivência diferente, sofrida, que transforma a pessoa, que tanto pode fazê-la crescer, como pode aniquilá-la.
Tinha visto uma crítica numa revista e fiquei muito curiosa, quando abriram uma viagem pelo grupo do Livro Viajante, logo me inscrevi.
Gostei muito da capa, ótima diagramação. Apesar do tema pesado, a leitura flui bem. texto impecável.

Sinopse - A Casa do Céu - Amanda Lindhout, Sara Corbett

O relato dramático e libertador de uma mulher cuja curiosidade a levou até os lugares mais bonitos e remotos do mundo, seus países mais instáveis e perigosos, e também a passar quinze meses em um angustiante cativeiro — uma história de coragem, resiliência e beleza. “Este é um dos livros mais marcantes que eu já li. Angustiante, esperançoso, belo, libertador e verdadeiro, ele fala sobre desumanidade e humanidade, algo que, de algum modo, parece ser profundamente antigo e completamente moderno. É bonito, devastador e heroico — um grito de rebeldia, ao mesmo tempo em que é um humilde chamado à oração.” Elizabeth Gilbert, autora de Comer, Rezar e Amar e The Signature of All Things “A Casa do Céu é a história dramática, contada de maneira magistral, sobre a busca incessante de uma jovem para criar uma vida grandiosa, contra todas as expectativas. A jornada de Amanda Lindhout é única, uma aventura épica que vai do pitoresco ao contundente, onde o que está em jogo é absolutamente tudo. Com uma clareza e uma honestidade incríveis, Lindhout e Corbett confirmam duas coisas: ninguém será capaz de esquecer este livro — ou de fechá-lo antes de chegar ao fim. SKOOB
Nota: 5/5

Este livro cumpre o desafio: ler um livro escrito por uma mulher, para o Desafio Literário do Skoob de abril.

Livro lido através do grupo do Livro Viajante


Comentários

  1. OI Clau, eu sempre acho interessantes histórias de vida que mostram até aonde a pessoa conseguir ir. Até aonde a pessoa consegue suportar e assim conseguimos perceber o quanto podemos ser fortes e resistentes. Já fiquei interessada na história da jornalista que gosta de uma aventura e lugares diferentes.
    Uma ótima semana pra você
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Maravilhoso Bistrô Francês | #12LivrosPara2021 | Julho

  Olá! Hoje é dia da TAG #12LivrosPara2021. Esta TAG é uma parceria com os blogs  Mundinho da Hanna  e  Pacote Literário . Todo dia 12 de 2021 postarei a resenha de um livro que estava na minha biblioteca aguardando a leitura. A ideia é ler livros que são meus e esperam na fila de leitura. Se você quiser relembrar as postagens de 2020 é só clicar  aqui . Este é o livro de julho da nossa TAG #12livrospara2021. Que surpresa boa! Eu adorei esta leitura. Um livro que me proporcionou duas viagens, uma pela Bretanha, localizada na França, que tenho muita vontade de conhecer. Outra viagem foi muito especial, acompanhar o mergulho da personagem no seu próprio universo, por ela desconhecido. O livro começa com Marianne Messmann tentando se matar ao pular no Rio Sena, numa viagem à Paris com seu marido. Marianne vive um casamento sufocante, sem graça e sem afeto. Ela é resgatada por um pescador e levada à um hospital. Lá encontra um azulejo pintado de um porto francês e se encanta com a paisagem

#EsmalteseLivros - Agosto

  Olá!! Hoje é dia da nossa querida postagem TAG Esmaltes e Livros. Este ano conto com participações super especiais.  Além das nossas postagens mensais aqui no blog, você pode participar e seguir a TAG #esmalteselivros no Instagram e nas redes sociais. Aqui no BLOG a postagem vai ao ar sempre na terceira segunda-feira do mês. Esmaltamos as unhas, lemos ótimos livros, tiramos fotos legais. Participe você também, vou adorar sua companhia! Continuamos com as duas formas de usar a TAG. Você pode simplesmente combinar o esmalte com o livro que você está lendo. Se quiser também pode participar do nosso DESAFIO TEMÁTICO. A cada mês teremos um tema diferente, que você pode usar de "fundo" para a sua foto. Ou pode combinar a capa com o nome do esmalte, você que escolhe como prefere criar suas composições de fotos. Escolhas da Dani:  O esmaltes e livros desse mês vem com o tema: Bebidas! E eu só poderia trazer algo relacionado ao vinho pois gosto muito. E esse é a cara do blog pois é

Até 2023, BEDA!!

  O mês acabou ontem e com ele comemoro o encerramento de mais uma participação no  BEDA ! Você já ouviu falar ou participou de algum BEDA? Sabe o que significa? BEDA é a abreviatura de  B log  E very  D ay  A ugust. Este desafio pode acontecer duas vezes por ano, sempre em abril e/ou em agosto.  Durante todo este mês de agosto tivemos posts diários aqui no blog. Foi uma edição diferente. No geral foi bem bacana, mas confesso que por umas três vezes pensei em desistir. Eu sabia que seria uma edição mais trabalhosa e difícil, por causa do momento que vivencio. Confesso que "roubei" um tanto na proposta. Fiz um post por dia, ou o equivalente a ele, mas algumas vezes postei de forma retroativa. Mesmo assim acho que valeu e muito! Fiquei mais motivada, coloquei várias resenhas que aguardavam a publicação, em ordem. Uma das coisas que mais me chama a atenção é o alcance que estas postagens têm. Este mês aumentei muito o número de visualizações no BLOG. Eu acredito que isso aconteç