Blogagem Coletiva - Aliança dos Blogs: Maio

  Hoje é dia da nossa Blogagem Coletiva! ⁣⁣ Todos os meses, eu e três amigos blogueiros super queridos: a Danielle , o Lucas e o Tom , apresentamos nos nossos BLOGS, as postagens da ALIANÇA DOS BLOGS. ⁣⁣O tema deste mês é TRABALHO. Fiquei pensando no que traria para compartilhar com vocês e escolhi PERSONAGENS COM PROFISSÕES DIFERENTES. Antes de apresentar os personagens que escolhi, quero deixar claro que as escolhas foram pessoais e obedeceram a apenas um critério, a curiosidade que cada profissão me despertou.  Aqui não importa se é um personagem real ou fictício, se o livro é triste ou alegre, mas sim que foram cinco profissões que eu fiquei me perguntando o que faria se eu tivesse que desempenhá-las. Eu escolheria uma delas? E vocês? Vamos lá? Sira, de Maria Duenas, Editora Planeta . Ser agente secreta é uma profissão que mais desperta curiosidade! Sira Bonnard, irá correr riscos inimagináveis, a fim de garantir um futuro tranquilo para seu filho. Antes conhecida como Arish Agor

O Grande Gatsby - Desafio Literário Skoob


Terminei este livro com uma sensação muito diferente...não sabia dizer se tinha gostado dele ou não! Esperei um pouco para fazer a resenha. Comentei no grupo do Livro Viajante e várias pessoas tiveram a mesma sensação que eu.
Ganhei este livro em uma cortesia do Skoob. A capa é bonita, mas não gostei muito desta edição. Gosto de livros que tenham orelhas, quando não tem parece que falta alguma coisa nele. 
A introdução, escrita por um jornalista, é enorme e não tive paciência para ler.
O livro retrata a época pós primeira guerra mundial. Embora interessante, me incomodou um pouco o número de coincidências dos personagens. As tramas se entrelaçam. A estória é interessante e muito bem escrita, mas a leitura não flui fácil. Demorei para ler. 
Gosto do papel de expectador que o autor atribui ao personagem que narra o livro. 
Acabo o livro com uma sensação de tristeza, por perceber o quanto Gatsby era solitário. 
Triste, bem escrito, mas uma estória triste.


Sinopse - O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald

Obra-prima de Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby é o romance americano definitivo sobre os anos prósperos e loucos que sucederam a Primeira Guerra Mundial. O texto de Fitzgerald é original e grandioso ao narrar a história de amor de Jay Gatsby e Daisy. Ela, uma bela jovem de Lousville e ele, um oficial da marinha no início de carreira. Apesar da grande paixão, Daisy se casa com o insensível, mas extremamente rico, Tom Buchanan. Com o fim da guerra, Gatsby se dedica cegamente a enriquecer para reconquistar Daisy. Já milionário, ele compra uma mansão vizinha à de sua amada em Long Island, promove grandes festas e aguarda, certo de que ela vai aparecer. A história é contada por um espectador que não participa propriamente do que acontece - Nick Carraway. Nick aluga uma casinha modesta ao lado da mansão do Gatsby, observa e expõe os fatos sem compreender bem aquele mundo de extravagância, riqueza e tragédia iminente.SKOOB

Nota: 3/5

Este livro  cumpre o desafio do grupo Desafio Literário Skoob 2014 que é ler um livro que virou filme.



Você leu? Me conta o que achou.

Comentários

  1. Oi, Clau! Tive esse livro aqui um tempo, em uma edição antiga, da época do Círculo do Livro ainda! Eu também prefiro livros com orelhas, mas no caso dessa coleção, justifica-se pelo fato da Penguin querer deixá-la com um preço mais acessível, pois a tradução é ótima, devem ter pago um bom dinheiro por ela... Eu comecei a leitura e parei nas primeiras páginas. Não me envolveu, não sei dizer o porquê, de repente até fui eu, mas como não quero ficar com livros parados aqui sem saber se vou ler ou não, acabei fazendo uma troca com outro usuário do Skoob. =)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Clau!
    Como eu já tinha comentado, esse livro é estranho. Não gosto da escrita. Acho extremamente arrastada e cansativa. Mas a trama é muito boa. É daquele tipo que fica na cabeça mesmo um tempo depois da leitura. E a solidão do Gatsby é muito triste.
    beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário