Vem aí o Clube de Leitura MãeLiteratura!!


Olá queridos leitores!
É com grande alegria que trago para vocês nosso novo Clube de Leitura MãeLiteratura.
Este clube surgiu de um convite para discutirmos alguns livros da DarkSide Books. Fiquei muito feliz e honrada com esta oportunidade. O pessoal das Livrarias Curitiba topou a parceria e com isso ganhamos um espaço muito bacana para nosso clube.

O livro escolhido  para o nosso primeiro encontro é o Leve-me com você, da Katherine Ryan Hyde. Uma edição belíssima, da coleção DarkLover . 
Ele acontecerá no dia 23 de outubroàs 19h30, na Livraria Curitiba do Shopping Metrô Tucuruvi,  e vocês estão convidados! Peço que quem quiser e puder participar me mande um e-mail de confirmação (claudia.maeliteratura@gmail.com), para que possamos organizar o espaço, para recebê-los com carinho e atenção. Espero vocês!!

Sinopse
August Shroeder é um professor de ciências desacreditado e um alcoólatra em recuperação. Todos os anos, seu destino nas férias de verão é o mesmo: a estrada. Em seu trailer, ele percorre quilômetros e mais quilômetros nas rodovias para visitar os belíssimos parques e reservas naturais. Seu plano era visitar o Parque Nacional Yellowstone com seu filho, Phillip, mas agora não há ninguém no banco do passageiro — apenas um punhado de cinzas guardado no porta-luvas, em uma garrafa de chá carregada de significado.  Quando o trailer quebra, August busca conserto na oficina mais próxima. Mas, além do motor home pronto para seguir viagem, ele sai de lá com dois garotos a tiracolo — seus novos companheiros nessa road trip — e a chance de repaginar uma viagem que tinha tudo para ser melancólica e permeada por lembranças doloridas. É com a sensibilidade e o encanto que se tornou marca registrada dos livros da linha DarkLove que Catherine Ryan Hyde fala sobre honestidade, luto, perdas, conquistas e transformações, desatando nós nos corações dos leitores e curando feridas que ninguém imaginava ter.  Com sua voz poderosa, que já emocionou milhares de leitores pelo mundo, traz à tona uma discussão sobre a imprevisibilidade da vida e como família nem sempre significa dividir o mesmo sangue.



Comentários

  1. Aiiii que amorzin! Queria tanto poder participar para discutir sobre esse livro. Ele foi um dos melhores que eu li esse ano, deve estar no meu top 3 disparado *-* a escrita é tão sensível e tão bonita, fora a edição que está linda. Boa sorte com tudo, e depois conta como foi :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que você não mora aqui, Luana!
      Ah, que bacana.
      Sim, depois te conto
      Bjs e obrigada pelo carinho

      Excluir
  2. Que máximo, mais um clube e agora com uma editora que adoro!
    Esse livro é lindo e a edição belíssima!

    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário