Realidade Materna - Uma Reflexão

Venho pensando muito sobre a minha realidade materna hoje. 
Gosto muito destas reflexões. 
Por aqui já passei por várias fases. A fase da gestação, do bebezinho, da criança pequena, da criança maiorzinha. 
Hoje vivencio duas fases distintas. tenho aqui em casa uma moça de quase 19 anos e um rapazinho, de 14. 
Posso afirmar que estas fases são muito gostosas! Ao contrário do que muitos dizem, não vejo a adolescência como "aborrescência", aliás eu detesto este termo, chato e sem sentido. Nem tudo são flores e a vida não é cor de rosa, mas por aqui temos amor, risadas, companheirismo, algumas turbulências e muito aprendizado, para todos nós!
A Letícia vive a magia do primeiro namorado, do primeiro trabalho formal e mais importantes novidades que em breve contarei para vocês. Teremos mais posts sobre estes momentos por aqui, em breve.
O Gabriel vive os primeiros bailes de 15 anos, o futebol e o basquete com os amigos, as aventuras dos games.
Sinto que até aqui caminhamos muito bem. Fico muito animada quanto ao futuro, vejo o passado com muito carinho e já saudades e o presente... ah, o presente é isso mesmo nosso PRESENTE! Oportunidade que temos para crescer, aprender, evoluir. É para isso que estamos por aqui.
E você? Como vivencia a sua realidade materna? Me conta!
Este post faz parte da blogagem coletiva Materinsta. Somos um grupo de mães blogueiras e temos várias blogagens por aqui. Aproveita que passa nos blogs das meninas que participam desta BC:
Jaque - Mães Apaixonadas
Talita - Só Melhora
Bárbara - Mãe Especialista
Val - Mamafante
Elaine - A Mãe Leoa


Comentários

  1. Muito legal ler um post com experiências de mãe de adolescentes porque é fora da minha realidade atual. Amei conhecer as dúvidas, ansiedades e preocupações dessa fase. Seus filhos são lindos! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tão reconfortante ler esse teu relato, Clau! Vou confessar que tenho sim um medinho da adolescência, mas vamos caminhando, um passo de cada vez. Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  3. Oi Clauo! Ainda não tenho filhos, mas tenho muita vontade de ser mãe e adorei o seu post! É muito legal ver a maternidade em outros prismas! Realmente, entendo a adolescência, assim como qualquer fase da vida, como uma fase de descobertas, desafios e também de boas novidades. Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário