Não Era Você Que Eu Esperava (Fabien Toulmé): Eu Li!!

A cada leitura gosto mais de graphics novels, principalmente as autobiográficas como esta. São estória interessantes e bem construídas. As imagens ajudam muito na leitura, compondo um cenário ainda mais interessante.
Recebi o livro Não era você que eu esperava, de Fabien Toulmé, lançamento da Editora Nemo e fiquei muito feliz, pois ele está na minha lista desde antes do seu lançamento.
Achei a história muito bem escrita. O que mais me chamou a atenção foi a sinceridade do autor, Fabien.
Como psicóloga acompanhei alguns casos de descoberta de síndrome de Down e muitos dos sentimentos vivenciados pelo autor eu presenciei no meu trabalho e entre familiares e amigos.
Acontece que a maioria das pessoas têm reações inciais negativas ao saber do diagnóstico da síndrome de Down, pensa, mas não tem coragem de externar estes pensamentos e sentimentos, por isso me surpreendeu positivamente a honestidade deste talentoso autor e ilustrador, ao contar sua história neste comovente livro.
O choque inicial, a negação, o preconceito (o seu e o dos outros) estão presentes nesta trama. O livro começa com uma lembrança preconceituosa do autor, quando era criança e que envolveu um jovem portador de síndrome de Down. Desde então, Fabien tem uma imagem extremamente negativa sobre pessoas portadoras desta síndrome.
Temos um jovem pai de Louise, uma menininha linda e "normal" (as aspas aqui no post são propositais). Ele é francês, mas morava aqui no Brasil e é casado com uma brasileira chamada Patrícia. Com a gravidez da segunda filha,  resolve voltar para a França com a família. É lá que acompanhamos o pré-natal e o nascimento da Julia.
É muito emocionante acompanhar como Fabien desnuda seus sentimentos, suas dúvidas e seus questionamentos. Primeiro questionamento, a filha tem síndrome de Down? As enfermeiras não só não confirmam, como negam, dizendo que Julia é "normal". Após a identificação de síndrome de Down é hora de lidar com complicações cardiológicas. Os pais vivenciam uma montanha russa de sensações e sentimentos. Um início de uma história de amor e aceitação que é construída aos poucos, encarando as dificuldades com sinceridade e aprendendo a lidar com uma nova realidade.
Como lidar com Julia? O livro mostra os caminhos procurados, as frustrações e anseios dos pais. Destaque especial para a Dra Lebrun, a geneticista que é a primeira profissional a realmente "ouvir" Fabien e Patrícia e a orientar esta família que estava tão confusa e assustada.
Lindo, lindo, lindo.
No final abracei o livro, mas minha vontade era abraçar Fabien, Patrícia, Louise e a pequena Julia.
Composição da minha avaliação: (cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama: 1,00
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 1,00
Revisão: 1,00
Nota: 5,00 - Excelente (favoritado)
Eu adorei o título (que expressa exatamente a mensagem do livro), a capa, as ilustrações.
Achei ótima as mudanças de cores (cada capítulo é numa cor diferente). Diagramação sensacional da Nemo, que sempre arrasa. O texto flui muito bem, alterna momentos tensos com outros engraçados e sensíveis. Revisão impecável, letras em tamanho confortável.
Título: Não era você que eu esperava
Título original: Ce n’est pas toi que j’attendais 
Autor: Fabien Toulmé
Ano: 2017 
Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Nemo
Livro cedido pela editora
SinopseNesta graphic novel autobiográfica, Fabien Toulmé fala com emoção, humor e humildade sobre um encontro inesperado de um pai com sua filha que possui Síndrome de Down. O casal enfrenta o nascimento de uma criança especial. É como uma tempestade inesperada, um furacão. Quando a menina nasce com a síndrome, até então não diagnosticada, a vida de Fabien desmorona. Indo da fúria à rejeição, da aceitação ao amor, o autor fala sobre a descoberta de como é ser diferente.
Recomendo muito, muito esta leitura! Leia e depois me conte o que você achou, vou adorar saber.
Para saber onde comprar o livro você pode acessar o site da Editora Nemo aqui









Comentários

  1. Nossa Clau achei a história bem legal e o tema então nem se fala super vale a leitura!

    ResponderExcluir
  2. Sou o louco das graphics novels, e cada vez q a nemo lança uma graphic novel nova eu morro de desgosto, pois sou pobre e naum tenho dinheiro pra comprar :( esse é um dos títulos q tá na minha wishlist, e a sua resenha me chamou muito a atenção, pois eu não tinha ideia do q o livro tratava!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo e tbe AMO a publicações da Nemo!
      Zeuh, fica de olho nas promos da Amazon. Os livros são tão ótimos e tem uma diagramação impecável, talvez por isso o custo mais alto.
      Bjs

      Excluir
  3. Fiquei muito curiosa com esse livro, achei muito interessante a idéia de mudança de cores em cada capítulo, foram criativos, e por ser um tema forte alternar os momentos tensos com engraçados torna a leitura mais leve. Parabéns a profissional Dra Lebrun que "ouviu" a família e orientou! Valeu a dica dessa leitura especial!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia, este foi um dos que mais amei!
      Bjs, querida

      Excluir
  4. Clau, fiquei com vontade de ler esse livro/ graphic novel. Parece ser uma história muito franca e verdadeira sobre o que muitas famílias passam. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabi, leia, leia!
      Vc vai curtir muito!
      Bjs, querida

      Excluir
  5. Nossa, Clau, que interessante.
    Não conheço esse tipo de livro, mas fiquei bem curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Oi Clauo! Tenho uma pessoa mega especial com Síndrome de Down na família e esse livro está em minha lista de leitura desde o lançamento! Eu não tenho o hábito de ler HQs, mas a Editora Nemo tem me surpreendido muito com seus livros sobre temas polêmicos, me deixando com vontade de comprar todos os seus lançamentos! Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário