O Trem dos Órfãos - Resenha

Livro 23/100
Livro: O Trem dos Órfãos
Autor:Christina Bakerline
Páginas: 304
5 estrelas
Término: 28/03/2015

#livro23 #livrosdaclauo 

#desafiodos100livros #livrosdemarço 
#blogdaclauo
Maravilhoso!!!!! LINDO, LINDO, LINDO!!!! 

Sabe aquele livros que você  fica com saudades dos personagens antes de acabar de ler? Que você diminui o ritmo de leitura no finalzinho pra não acabar? Pois é...este livro é assim.

Quando a minha amiga Claudia me indicou, no  grupo do nosso desafio, na hora pensei se tratar de um livro sobre guerra. Ele trata de um episódio real, que ocorreu nos EUA. Entre 1854 e 1929 mais de 250 mil crianças órfãs foram enviadas, principalmente de Nova York para cidades do interior dos Estados Unidos, para serem adotadas por casais sem filhos e muitas vezes  para servirem de mão de obra escrava nas fazendas.
Com um texto que flui e que te deixa cada vez mais interessado no desenrolar da estória, Christina, a autora, intercala duas narrativas, a de Vivian uma senhora nonagenária e Molly, uma jovem rebelde, que vai prestar serviços na casa de Vivian para não acabar no reformatório. Apesar do tema difícil que inclui perda dos pais e separações, este é um livro de superações, uma estoria envolvente, revigorante, que mescla ternura, esperança e afetividade. 
Gostei muito da entrevista  no final do livro com a autora. Ela conta como surgiu a idéia de escrever o livro, e apresenta um vasto material de consulta e apoio. Os descendentes destes órfãos criaram sites e grupos que reúnem histórias sobre este momento americano. Muito, muito interessante. Fiquei um pouco órfã depois do final do livro...
AMEI!!!! Super recomendo! 

O Trem dos Órfãos - Quando Vivian Daly, uma senhora de 91 anos, decide se livrar de seus pertences antigos ela acaba recebendo a ajuda de Molly, uma adolescente órfã e rebelde, que está disposta a prestar serviços para não acabar no reformatório. Revivendo cada momento marcante de sua história, Vivian conta para Molly sobre sua família irlandesa pobre que foi de barco para Nova York em busca de uma nova vida e acabou morta em um incêndio. Sendo a única sobrevivente, ela foi levada por um trem com outras centenas de crianças que teriam seu destino decidido pela sorte. Seriam elas adotadas por famílias gentis e amáveis, ou teriam de encarar uma infância e adolescência de servidão e trabalho pesado? Skoob
Alguns sites do tema:


Comentários

  1. Resenha linda, Clau.
    Aumentou em muito meu interesse pelo livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, leia, leia, Cele!!
      Depois me conta.
      Obrigada pelo carinho
      Bjks mil

      Excluir
  2. Instigou-me, Clau, vou ler! Feliz Páscoa! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei sua visita, sua sumida!
      Leia o livro sim, acho que vc vai gostar. Depois me conta o que achou.
      Uma feliz e abençoada Páscoa!
      Bjks mil


      Excluir
  3. Oi Clauo
    Imagino que deva ser um daqueles livros para se ler com lencinhos ao lado.
    Como eu sou drama quenn, aposto que irei amar.
    Vai para fila,
    adorei a empolgação e a resenha.
    bjs,
    Luana

    ResponderExcluir
  4. Oi Clauo
    Imagino que deva ser um daqueles livros para se ler com lencinhos ao lado.
    Como eu sou drama quenn, aposto que irei amar.
    Vai para fila,
    adorei a empolgação e a resenha.
    bjs,
    Luana

    ResponderExcluir

Postar um comentário