Filha, Mãe, Avó e Puta: Livro Viajante - Post 5

Sinopse - Filha, Mãe, Avó e Puta - A história de uma mulher que resolveu ser prostituta - Gabriela Leite

Neste livro, Gabriela conta sua trajetória, que culminou com a criação da famosa marca de roupas Daspu e da Ong Da Vida, símbolos hoje reconhecidos internacionalmente. A autora fala nesta autobiografia de todos os tabus que povoam e aguçam a curiosidade do imaginário coletivo em torno da rotina das prostitutas abordado pela autora com absoluta naturalidade. Mãe de duas mulheres e avó de uma menina, Gabriela fala também sobre suas relações familiares. SKOOB.


Já tinha lido uma entrevista da Gabriela numa revista, na Claudia, senão me engano e estava muito curiosa para ler este livro.  A oportunidade chegou num Livro Viajante.
Li rápido e este livro me fez refletir sobre várias coisas, sobre oportunidades, sobre vivências, sobre relacionamentos.
Gabriela conta sua trajetória de forma muito intensa e verdadeira, aliás este é na minha opinião o ponto alto do livro, a forma verdadeira utilizada pela autora para narrar sua trajetória. Gabriela não omite, nem mente, para ninguém do que viveu e refere sempre que sua profissão era a prostituição. Fala também sobre a luta para organizar a classe. Um livro corajoso, sem ser piegas, limpo, de cara lavada. Um texto bem escrito, bom de ler. Gostei da capa, da diagramação, enfim, gostei do livro, embora o tema seja muito polêmico e controverso.

Esta semana Gabriela faleceu, vítima de câncer. Era casada com um jornalista.

Nota: 4/5



Vem participar com a gente  da nossa blogagem coletiva mensal. Conta o que você está lendo! Clique aqui

Comentários

  1. Hello Clauo,
    Eu li esse livro, também foi LV e amei.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Clau!
    Eu li uma matéria sobre o livro na época do lançamento. Deve ser interessante mesmo.
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Morri no título. kkk
    Bem, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas parece um livro que eu leria e gostaria de ler, mas não um que quero ler agora, entende? Eu e minha loucura de um humor certo para cada tipo de livro.
    Muito triste ela ter morrido, o fato de dizer abertamente o que era mostra que ela tinha coragem e o mundo precisa de pessoas corajosas. :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. OI Clau, eu admiro muito a sua disposiçã e disponibilidade para ler. Eu gosto muito de ler, mas não consigo ter essa rapidez toda. Achei muito interessante o livro e fiquei triste co a notícia do falecimento.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir
  5. Oie Clau, mas que interessante essa indicação... fiquei bem curiosa! Que pena que ela faleceu, mas infelizmente é a única certeza da vida.
    Beijo, beijooo
    She

    ResponderExcluir

Postar um comentário