Livro: Sísifo, Verena Kent - Editora Cultrix

Feira

Fonte: Google

E eu me rendi à feira...
Demorou, mas virei fã de carteirinha.
Outro dia estava pensando de onde vinha esta birra e cheguei a algumas conclusões.
Lembrei da minha infância. Aos sábados tinha uma feira perto de casa e minha avó me chamava para acompanhá-la. Às vezes íamos numa que precisava atravessar os trilhos do trem e meu pai ficava preocupado, com medo que fôsssemos atropeladas. Graças à Deus, nunca levamos nenhum susto. Lembro que eu era bem pequena e ia na maior expectativa. Gostava muito das flores que comprávamos, principalmente  Boca de Leão, que eram as flores prediletas da minha avó e que me lembram dela até hoje.
Minha avó sempre foi muito alegre e comunicativa, todos na feira gostavam dela e a chamavam de Dª Joinha!
Lembro também que ficava muito brava porque várias vezes passavam os carrinhos em cima do meu pé e aí eu dizia que não voltaria mais...

Outra birra é uma feira perto de casa, bem no meio de uma avenida, no meio da semana. Não me conformo desta feira ocupar este espaço e desviar para uma rua estreita e paralela à esta caminhões e ônibus, além dos carros, o que forma sempre um grande e confuso engarrafamento. Toda semana me questiono porque esta feira não fica na rua paralela e não na avenida...

Outro dia voltando do trabalho, próximo da hora do almoço, vi uma feira pequenininha, que fica numa rua sem movimento, que não atrapalha ninguém, e que é fácil de estacionar. Parei para dar uma espiada. Lembrei que minha mãe frequentava sempre esta feira. Fiquei surpresa com a qualidade das frutas. Nos supermercados eles colocam as frutas na geladeira e elas não duram quase nada. Lá tudo é  fresquinho. Além de tudo eles aceitam cartão de débito. Eu quase nunca ando com dinheiro hoje, levo sempre o cartão, acho mais seguro e prático.

Aí (re)descobri o gostoso da feira. A camaradagem, a simpatia, a forma carinhosa e atenta de ser tratada. Semana passada comi quase uma salada de frtas, de tantas coisas que me deram para experimentar! E o menino ainda leva as compras até o carro.

Fiquei fã, e a feira entreou definitivamente para a minha programação semanal. Nossa casa está sempre abastecida de frutas, verduras e legumes fresquinhos e isso é ótimo! Na verdade, tudo isto faz parte de um processo gradual e positivo de mudanças, mas isto é assunto para outro post.

Um ótimo dia pra nós!!! Ah, hoje é dia, dia de feira! Oba!!!

Fonte: Google

Comentários

  1. Clau e o colorido que as feiras tem, são demais, preciso mudar meu hábito e começar a frequentar as feiras, pq realmente frutas de mercado não são tão frescas como as das feiras, bjo e bom dia!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que mudou, né Clau?
    Eu amo feiras e acho uma pena não termos nenhuma por aqui...

    Beijos,
    Nine

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Clauo!
    Eu já estou acostumada com td isso.
    Faço feira desde pequenina, ía com minha mãe.
    Agora tem coisa q é mto caro!
    Vou sempre comprar, peixe camarão e algumas frutas.
    Pq não gosto de comprar essas coisas em mercado(peixes,etc) e nem sacolão( rutas.
    Amiga, vc sabe q tá rolando uma brincadeira, lá no meu blog!
    Eu ficaria mt feliz, se vc participasse.
    Vai lá tá!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  4. Ai clauoo, eu amoooo feira desde criança!!! Conto os dias para chegar sexta feira e comprar tudo fresquinho! Por isso amo cozinhar no findi, pq tá tudo fresco da feira! Adorei o post!

    Bjão!

    ResponderExcluir
  5. Comprar frutas e legumes na feira realmente é uma diferença enorme né?
    Tbm não tenho esse costume de ir a feira, mas se vc achou uma com lugar pra estacionar e aceita cartão de débito, ótimo!
    Aqui só tem feira aos domingos e fica muito cheia, e vende de tudo, frutas, brinquedos, roupas, cds, é muita coisa pra minha cabeça hahahahahaha

    Bjus!!

    ResponderExcluir
  6. Sabe que eu nunca fui fã de feira, compro verduras legumes no mercado, mas tenho que concordar que na feira é mais fresquinho.bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Claudia, você me proporcionou uma viagem no tempo!
    Que delicia ir à feira!
    Na cidade onde fui criada, casei, tive meus 3 filhos, tinha uma feira enorme, semanal, mas toda a população alí do centro comprava lá.
    Era desde verdura e fruta até peixe, frango, roupas, sapatos e utilidades domésticas.
    Tinha uma banca de armarinhos, concorridíssima, que vendia tudo e mais um pouco que uma costureira precisava.
    Outro dia, falando com minha irmã ela me disse que a feira está lá, no mesmo lugar, toda quinta-feira.
    Estranhei quando mudei para cá. As pessoas não tem esse hábito, nem feira tem na cidade.
    Que pena! adorei sua postagem. Beijos querida.

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto da alegria contagiante dos feirantes. Da criatividade ao falar de suas mercadorias.
    sem contar que na feiras sempre somos belas, princesas, jovem!!! Ah! Adoro isso. E sempre penso no quão cedo eles se levantam, seja sol ou chuva e estão ali, sempre dispostos. Semana alegre e colorida para você, como as cores da feira. Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi Clau, estava com saudades..estou tentando por minhas leituras em dia!! ;-)
    como vc esta??
    Meu marido é louco por feira e aprendi a gostar com ele..rsrs
    beijos,otima semana!!!

    ResponderExcluir
  10. Clau, queria poder sempre comprar nas feiras, normalmente os produtos são mais vistosos, mais bonitos! Mas confesso que aqui a distância de minha casa e os horários de funcionamento me desanimam. Nem sempre consigo conciliar!

    Um beijo querida e não suma por tanto tempo, vc faz falta!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Clau, andei um pouco doentinha e não consegui passar para comentar, mas esse seu post não saiu da minha memória. Adorei. Um resgate maravilhoso e difífil não relembrar bons momentos da infância. Vc falou da linha do trem, tb tive o "privilégio" de situações perigosas: precisávamos atravessar uma pontinha de madeira (sempre havia alguma faltando)sobre um corrégo até chegar na feira, meu Deus... só de pensar me dá calafrios!!!
    Agora, essa de cartão de débito é show!!! Viva a modernidade e os hábitos saudáveis.

    Beijos

    Marcia
    http://www.luzcameradiversao.com

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário