Minhas Leituras de Maio

Maus, Art Spiengerl - Quadrinhos na Cia


Olá queridos!!
Eu AMO ler HQs! Acho que as leituras são interessantes, rápidas e diferentes.
Esta aqui estava na minha lista há tempos, tanto que entrou neste ano para meu desafio #12livrospara2017 e com ele encerro meu desafio deste ano. Este desafio foi excelente, pois me permitiu ler 12 livros que aguardavam na minha estante.
Uma leitura vigorosa! Eu simplesmente amo livros sobre guerras, especialmente sobre a segunda guerra mundial. Maus não me decepcionou, muito pelo contrário. Art constrói um universo interessante e peculiar neste livro. Ele mostra a história do seu pai sendo contada a ele. Eu gosto muito de histórias verídicas, acho que elas se tornam ainda mais interessantes retratadas em HQs. Também gosto muito quando o autor intercala situações passadas com atuais.

O autor sutilmente aborda temas importantes e sofridos como depressão, perda de bens e de identidade, impacto da guerra, fome, miséria. Além de retratar a historia do pai, Art retrata seu relacionamento com ele. Este foi um dos pontos altos do livro. É corajoso ao expor suas emoções. Por vezes torna-se muito difícil conviver com pessoas mais velhas, ter paciência, saber escutar sem se irritar com suas manias e hábitos. Art mostra tudo isso neste livro sensacional.

Composição da minha avaliação: (cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama: 1,00
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 1,00
Revisão: 1,00
Nota: 5,00 - excelente
Adicione o livro no Skoob
A capa arrasa! Diagramação ótima. O fato de Art desenhar animais ao invés de humanos e estabelecer um tipo para cada nacionalidade foi uma grande sacada. Deu um tom diferente e peculiar à trama. Apesar de ter 296 páginas e o tema ser pesado, a leitura é leve e fluida. Quando você percebe o livro já acabou. Comigo pelo menos foi assim, pois não conseguia parar de ler. 

Sinopse: Maus, rato, em alemão, é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. O livro é considerado um clássico contemporâneo das histórias em quadrinhos. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. No ano seguinte, Maus ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer de Literatura. A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas, artes, história, literatura e psicologia. Em nova tradução, o livro é agora relançado com as duas partes reunidas num só volume. Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos são cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto. Spiegelman, porém, evita o sentimentalismo e interrompe algumas vezes a narrativa para dar espaço a dúvidas e inquietações. É implacável com o protagonista, seu próprio pai, retratado como valoroso e destemido, mas também como sovina, racista e mesquinho. De vários pontos de vista, uma obra sem equivalente no universo dos quadrinhos e um relato histórico de valor inestimável.

Ficha técnica:
Título: Maus
Autor: Art Spiegelman
Ano: 2005 
Páginas: 296
Idioma: português 
Editora: Quadrinhos na Companhia


Recomendo este livro principalmente para quem gosta de ler HQs e livros sobre o holocausto. Você pode comprá-lo no site da Companhia das Letras ou nas livrarias.
Você conhece? Leu? Me conta.

Comentários

  1. Como você, eu também amo ler livros sobre guerras, e a segunda guerra mundial entre todas é a que mais me interessa também. Já conhecia a HQ e ela já está na minha lista, tomara que eu consiga ler esse ano. Fiquei feliz de saber que a leitura é leve e fluida apesar do tema pesado, e curti isso de cada nacionalidade ser representada por um animal.

    ResponderExcluir
  2. O coitado do meu exemplar passou mais um ano parado na estante :(
    Bom saber que você tirou o seu da fila e curtiu a leitura!

    ResponderExcluir
  3. Adoro HQ e estou a amar uma série de lançamentos de litros adaptados para o formato. Já ganhei alguns e já tenho uma wishlist, adivinha quem acaba de entrar para ela. rs

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Faz um tempinho que não leio uma Hq, estou anotando a dica para conferir.
    Achei bem interessante tudo o que apontou na trama, e gostei das fotos da Hq, me deixou bem curiosa para ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. gosto muito de historias que se passam na epoca da 2ª guerra mundial
    sempre me prendem e nem sabia que tinha hq assim
    obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!
    Sou apaixonada por quadrinhos e é tão bom e gostoso lê-los, além de quando estamos de ressaca é uma ótima maneira de sair da ressaca.
    Eu só teria que preparar psicologicamente, pois tenho um certo receio de ler algo que se passa durante alguma guerra.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa que livro maravilhoso! Fico encantada com HQ mesmo nunca tendo lido! E ele já se passa em um momento tenso e ainda aborda tantos temas assim! uou
    E animais, pra contar histórias de humanos... Caramba! Obrigada pela dica, bjus
    https://ninho-de-gato.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário