Eu Li: O Pai Pródigo

Olá!
Hoje trago para vocês a resenha do livro O Pai pródigo, escrito por Adeilson Salles, um dos lançamentos da nossa parceira, Planeta de Livros.

Os conflitos de um pai que prega o amor ao próximo, mas não consegue amar o próprio filho. Um filho talentoso que ama o pai incondicionalmente, mesmo sendo rejeitado por ser delicado e sensível. Dinheiro, fama, sexo, poder e ilusão. Um pai homofóbico, e um filho que queria apenas ser amado. O pai pródigo que parte deixando a família dizendo que quer ser feliz.
Eu estava muito curiosa para ler esse lançamento da Planeta. A sinopse explica que é um livro sobre amor incondicional entre pais e filhos. Um filho homossexual e a dificuldade do seu pai aceitar esse filho. Comecei a ler esse livro com muitas expectativas e isto normalmente me atrapalha. Esperava ler mais sobre o relacionamento deles, e encontrei a falta deste relacionamento. Apesar de ser uma leitura muito interessante, o livro não foi o que eu imaginei a princípio, quando o escolhi, mas foi uma leitura muito válida.

O foco principal é o relacionamento da mãe com este filho. O livro retrata uma família evangélica e nesta família, o pai tem uma trajetória de destaque importante dentro do grupo evangélico que atua. Inebriado com a fama e o poder, traça um caminho onde nada pode atrapalhar sua trajetória.

A trama começa com um jovem casal, Sarah e Saul, apaixonados, iniciando um casamento com muito amor, esperanças e motivação. Conforme Saul ganha destaque na liderança da igreja, se afasta da esposa e do filho. Daniel é o único filho do casal. Embora a questão da homossexualidade seja clara desde a infância do menino, ela é ostensivamente negada pelo pai. Saul ignora a questão, fingindo não perceber e afasta-se de uma forma muito intensa tanto da esposa, quanto do filho. Este afastamento acontece ostensivamente conforme maior destaque ele ganha no seu trabalho como líder espiritual. Estas passagens e descrições, me chamaram a atenção durante a leitura.

Na capa é explicada que esta é um história real. Entendo esta como uma história de de superação, de desencontros e reencontros. A trama mostra que você pode ir até ao estrelato máximo e você pode perder tudo isso muito rápido. É uma história que fala sobre ambição, resgate da dignidade, de aceitação. Achei a leitura forte, interessante e diferente do que eu estou acostumada a ler, principalmente pelo conteúdo evangélico.

O autor traz reflexões importantes neste livro. A questão da homossexualidade, os preconceitos que ainda a acompanham são bem descritos.

Eu esperava que a relação pai e filho fosse mostrada com mais detalhes, mas o livro aborda a dificuldade de vivenciar esta relação. Mostra que a mãe tem mais facilidade em lidar e aceitar a homossexualidade. Sarah consegue aceitar Daniel melhor e muito mais rápido do que Saul. Normalmente é o que observamos nas relações interpessoais, mas não é uma regra.
Achei a capa muito bonita. A diagramação é ótima, páginas amarelas, letras em tamanho confortável, bom espaçamento, revisão impecável. Planeta de Livros arrasou mais uma vez nesta edição. Foi uma leitura fluida e rápida. Não é uma leitura leve, mas é importante reflexiva.
Leiam! Recomendo esta leitura. Depois me contem o que acharam, eu vou adorar saber.

O Pai Pródigo
Autor: Adeilson Salles
Ano: 2018
Páginas: 208
Editora: Planeta de Livros
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Editora Planeta | Amazon

Comentários