Filme: Chacrinha, O Velho Guerreiro


Participei da cabine e da coletiva de imprensa do filme Chacrinha, O Velho Guerreiro e foi emocionante! Estava curiosa, mas não imaginei que fosse gostar tanto deste filme, que é uma produção da Media Bridge, coprodução da Globo Filmes, em associação com a Conspiração, e distribuição da Paris Filmes. A direção é de Andrucha Waddington. A estréia nacional está prevista para 08 de novembro.

Assistir o programa do Chacrinha fez parte da minha infância e adolescência. Eu assistia principalmente com a minha avó. Lembro com carinho deste tempo. As lembranças que eu tenho deste comunicador são de um homem espalhafatoso, caricato, que jogava bacalhau na platéia e buzinava nos calouros. Dono de bordões que ficaram na memória, como "Terezinhaaaa, ô Terezinhaaaaa!!" e "Quem não se comunica, se trumbica"

Assistindo o longa, entendi melhor estes e outros pontos da sua carreira e da sua personalidade. Stepan Nercessian está idêntico ao personagem e sua atuação é sensacional. 
Um pernambucano determinado, assim somos apresentados à Abelardo Barbosa (destaque para Eduardo Sterblitch que interpreta Chacrinha jovem). Um pseudo músico, que embarca num navio rumo à Europa como baterista. No meio da travessia a tripulação recebe a notícia da entrada dos países aliados na segunda guerra mundial e retornam ao Brasil. Fico pensando como seria a vida dele se não houvesse esta mudança de planos.Numa parada no Rio de Janeiro, Abelardo resolve não embarcar novamente com seus colegas de trabalho de volta a Pernambuco.

Com garra e muita determinação ele começa sua carreira como locutor de rádio. O filme mostra suas relações familiares, o casamento com Florinda, os nascimentos dos três filhos, o acidente que deixou seu filho Leleco tetraplégico.  O seu jeito explosivo, sua personalidade forte e destemida. 

Duas personagens femininas têm destaque no longa, Elke Maravilha, interpretada pela linda Gianne Albertonique aparece muito bem no papel e lembra muito esta figura tão diferente que foi Elke. Laila Garin interpreta Clara Nunes e surpreende pela incrível semelhança e pela voz linda.  O filme aborda uma questão delicada, que eu nem imaginava. Trata da importância de Chacrinha na carreira e na vida da cantora. Será que eles tiveram um affair?! Fica a dúvida.

Adorei rememorar os artistas que passaram pelo programa. Aliás a trilha sonora do filme é um dos pontos altos da trama, uma delícia! Ney Matogrosso, Sidney Magal, Caetano Veloso, Roberto Carlos, Vanderléia (que foi nora de Chacrinha) desfilam pela nossa memória. Outros pontos bastante interessantes foram a relação conflituosa e intensa entre Chacrinha e Boni, o poderoso da Globo e com o apresentador Flavio Cavalcanti

A produção é muito caprichada e os detalhes da época me deixaram nostálgica. José Abelardo Barbosa morreu em 1988 e até hoje é lembrado como um dos maiores comunicadores que já tivemos. Assistam Chacrinha! Vale a pena, mesmo para quem não conheceu o Velho Guerreiro.


Sinopse
“Chacrinha: O Velho Guerreiro” é um longa metragem biográfico que conta a história de José Abelardo Barbosa. O filme narra a trajetória de Abelardo desde o momento em que larga a faculdade de medicina para se aventurar em seu primeiro “bico” como locutor de rádio. Daí em diante, vemos sua vida se transformar e o nascimento do alter ego mais conhecido do Brasil, o nosso velho guerreiro, Chacrinha.

Elenco
Stepan Nercessian - Chacrinha
Eduardo Sterblitch - Abelardo Barbosa
Gianne Albertoni - Elke Maravilha
Carla Ribas - Florinda (50 anos)
Rodrigo Pandolfo - Jorge
Pablo Sanábio - Leleco/Nanato
Thelmo Fernandes - Boni
Laila Garin - Clara Nunes
Antônio Grassi - Oswaldo (60 anos)
Karen Junqueira - Rita Cadilac
Amanda Grimaldi - Florinda (20 anos)
Gustavo Machado - Oswaldo (30 anos)

Ficha Técnica
Dirigido por:  Andrucha Waddington
Roteiro: Claudio Paiva
Colaboração de roteiro: Julia Spadaccini e Carla Faour
Produzido por: Altino Pavan, Angelo Salvetti, Cosimo Valerio e  Andrucha Waddington
Produtores Associados: José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Boni) e Frederico Lapenda
Produtor Delegado: Lupa Mendes
Produtor Executivo:  Fernando Zagallo
Produtores Executivos:  Renata Brandão e Pedro Buarque
Direção de Produção:  Rose Soares
Direção de Fotografia: Fernando Young
Direção de Arte: Rafael Targat
Figurino: Marcelo Pies
Supervisão de Maquiagem: Marlene Moura
Produção de Elenco: Marcela Altberg
Montagem: Thiago Lima
Supervisão de Montagem: Sergio Mekler
Música original: Antonio pinto
Som Direto: Jorge Saldanha
Desenho de Som e Mixagem: Armando Torres Jr., Alessandro Laroca, Eduardo Virmond Lima, Renan Deodato
Supervisão de Imagem: Sergio Pasqualino Jr.
Gerente de Pós Produção: Adriana Basbaum
Supervisão de Efeitos Visuais: Claudio Peralta
Supervisão de Pós Produção: Leo Moraes
Produção: Media Bridge
Coprodução: Globo Filmes
Em associação com: Conspiração
Distribuição: Paris Filmes
Investimento: BBDTVM
Apoio: Telecine, Prefeitura de Petrópolis, Lyons Club de Petrópolis, Fecomercio de Petrópolis

Comentários