Eu Li: Órfãos do Amor

Olá!
Hoje trago o livro Órfãos do Amor, psicografado por Roberto Diógenes, ditado por Sulamita, da Lúmen Editorial.
Gosto muito de livros espíritas e procuro ler ao menos um por mês. Os livros da Lúmen são sensacionais e quando soube deste romance, fiquei muito curiosa e solicitei um exemplar.

Sinopse
Os trigêmeos Derek, David e Daniel veem-se órfãos por uma tragédia do destino, e acabam sendo encaminhados ao orfanato que madre Felícia dirige. Apesar do bom coração de Marcello, médico do orfanato cuja intenção é adotar os três meninos, e da boa vontade de seus pais, que o encorajam a tal iniciativa, uma nova reviravolta vem ao encontro dos garotos, fazendo-os deparar com uma situação inesperada, que os fará entrar em contato mais íntimo com inimigos do passado espiritual. Nem tudo serão flores para os trigêmeos, mas, sob a liderança natural do irmão Derek, um espírito de grande amadurecimento, apesar da tenra idade, esses três pequenos seres, sempre unidos, se conduzirão pela experiência da adoção, aprendendo e também ensinando, cada um a seu modo, aos que os rodeiam.

Minhas impressões 
Três irmão, trigêmeos univitelinos, órfãos aos seis anos de idade, é assim que começa este romance espírita. Os três tem personalidades diferentes, Derek é o que se destaca, superdotado, carinhoso e muito evoluído. David é o arteiro e encrenqueiro e Daniel extremamente tímido, precisa da ajuda dos irmãos para se comunicar. Vamos acompanhar suas trajetórias junto a sua família adotiva. Tragédias, mudanças de planos e muitas confusões fazem parte desta trama.

O livro aborda o espiritismo de uma forma leve e de fácil entendimento. Os autores dão ênfase nas relações de ação e reação, de causa e e efeito, explicando assim como erros do passado determinam situações presentes. Interessante também a forma como é mostrado o intercâmbio com o plano espiritual. Trata-se de uma leitura atraente mesmo para quem não está familiarizado com a literatura espírita.

Só me incomodou um pouquinho a forma como os personagens utilizavam os nomes com sobrenomes para se identificarem e a referência à casa da família como mansão. Talvez a intenção tenha sido dar um ar mais "pomposo e formal" à forma de tratamento dos personagens, mas achei que ficou um pouco artificial para nossa realidade. 

Sobre o livro 
A capa é bonita, mas triste, passa uma sensação de solidão que não percebi muito no livro, apesar de ser uma história sobre órfãos. Bonita e caprichada edição da Lúmen Editorial. Ótima diagramação. Letras em tamanho confortável, páginas amarelas, sem erros. Apesar do livro ter 427 páginas, a leitura é fluida e muito interessante.

Recomendo esta leitura para quem gosta de literatura espírita e também para quem quer conhecer mais sobre ela. Leia e me conte o que achou. 

Sobre o autor
Roberto Diógenes reside em Brasília (DF). É psicólogo, pedagogo e professor. Frequenta a Comunhão Espírita de Brasília, onde é membro do Grupo Mediúnico Chico Xavier. O médium é voluntário em obras sociais e palestrante. O contato com o espírito Sulamita iniciou-se na adolescência, e a parceria literária surgiu em 2002. As histórias narradas nos livros são verídicas, e a autora espiritual muda o nome completo dos personagens para preservar a privacidade dos que ainda estão encarnados. O médium trabalha com os espíritos Azrael, Caius Lucius, Demétrius, Irmã Scheilla, Jaqueline e Sulamita.

Sobre a editora
No dia 6 de novembro de 1991, a Lúmen Editorial realizava a sua primeira noite de autógrafos dentro das dependências do Teatro Pirandello, no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Daí em diante, a Lúmen não parou mais de crescer. Sempre com o objetivo principal de contribuir com a cultura e educação do Homem do Terceiro Milênio, a Lúmen trabalha em prol da construção de uma sociedade mais fraterna, mais espiritualizada, mais justa e mais feliz. São diversos títulos já editados nos gêneros romance, científico, doutrinário, autoajuda, infantil e reflexões, contando com autores e médiuns de diversas localidades do Brasil. Unindo qualidade e profissionalismo, a Lúmen Editorial considera condição essencial para uma boa divulgação de sua mensagem oferecer ao público leitor um produto bem produzido e bem cuidado em todos os seus detalhes, o que faz da editora uma das empresas mais respeitadas em seu segmento de atuação.
Órfãos do Amor
Autor: Roberto Diógenes
Ano: 2017
Páginas: 427
Editora: Lúmen Editorial
Classificação 4,5/5
Livro cedido pela editora
Adicione no Skoob
Para comprar: Amazon

Comentários

  1. Eu já li muitos livros espírita, a grande maioria da Zíbia Gasparetto, mas faz muito tempo que não leio nada nesse formato. Li sua resenha e me deu muita vontade de ler novamente livros sobre o tema e quem sabe leio esse que vc indicou pois nunca li nada desse autor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Li apenas um livro espírita e não gostei da maneira como a história foi narrada. O autor fez peripécias para justificar a história e as atitudes do personagem. 'Ninguém é de ninguém' falava de casamento, traição e morte e usava o espiritismo como fio condutor das razões de cada uma dessas ações.
    Depois não li mais nada, até porque me incomoda um pouco o fato do autor dizer que a história foi narrada por um espirito: psicografada.
    Mas eu vou indicar esse livro para uma amiga que gosta do gênero.
    bacio

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa linda e muito triste de fato.
    Eu gosto muito de ler livros espíritas, temas de ação e reação, causa e efeito, sempre mexem muito comigo e me emocionam.
    Mais um para a lista!

    bjs
    Fernanda

    ResponderExcluir

Postar um comentário