Eu Assisti: Tudo Que Quero - Imagem Filmes

Clube da Leitura de Janeiro - Travessuras da Menina Má

Olá!!
Nosso clube de janeiro foi sensacional, e eu sabia que seria assim mesmo. Por que? Porque o livro é simplesmente fantástico!
Travessuras da menina má, de Mario Vargas Llosa é um livro apaixonante. Foi através dele que conheci a escrita vigorosa de Llosa e fiquei encantada. O mesmo aconteceu com as  leitoras participantes do nosso Clube da Leitura.
A discussão foi tão, mas tão boa, que foi muito difícil encerrá-la!
Llosa cria um universo de personagens interessantíssimos e prende a atenção do leitor do início ao fim da trama. A cada capítulo surgem novos personagens secundários diferentes e peculiares. A leitura é extremamente prazerosa, fluida e rica em detalhes. A escrita de Llosa é maravilhosa e não é a toa que ele ganhou o Nobel de Literatura, prêmio extremamente merecido. Deu para perceber que eu sou fãzona dele, né? No grupo quem não conhecia , se deslumbrou também.
SinopseO peruano Ricardo vê realizado, ainda jovem, o sonho que sempre alimentou - o de viver em Paris. O reencontro com um amor da adolescência o trará de volta à realidade. Lily - inconformista, aventureira e pragmática - o arrastará para fora do pequeno mundo de suas ambições. Ricardo e Lily - ela sempre mudando de nome e de marido - se reencontram várias vezes ao longo da vida, em diferentes cidades do mundo que foram cenários de momentos emblemáticos da História contemporânea. Na Paris revolucionária dos anos 60; na Londres das drogas, da cultura hippie e do amor livre dos anos 70; na Tóquio dos grandes mafiosos dos anos 80; e na Madri em transição política dos anos 90. Assim, ao mesmo tempo em que conta a história de um amor arrebatador, Travessuras da menina má traça um quadro vigoroso das transformações sociais européias e convulsões políticas da América Latina. Muitas das experiências de vida de Vargas Llosa aparecem aqui, por meio de seus personagens - os tempos de penúria em Paris, seu trabalho como tradutor, sua simpatia pela revolução cubana e a ligação permanente com seu país de origem, o Peru. Criando uma tensão entre o cômico e o trágico, numa narrativa ágil, vigorosa e terna, que conduz o leitor nesta dança de encontros e desencontros, Mario Vargas Llosa joga com a realidade e a ficção para contar uma história em que o amor se mostra indefinível, senhor de mil faces, como a menina deliciosa e má.

Ficha técnica
Título: Travessuras da menina má
Autor: Mario Vargas Llosa
Ano: 2006 
Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Alfaguara


Composição da minha avaliação:(cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama: 1,00
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 1,00
Revisão: 1,00
Nota: 5,00 - Excelente - Favoritado
Adicione o livro no Skoob
A capa é linda e transmite muito bem a idéia do livro. Diagramação ótima da Alfaguara. Letras em tamanho confortável, bom espaçamento. Llosa é um mestre no desenvolvimento e narrativa, impecável. 
Aconteceu um fato inédito com esta minha leitura. Normalmente tenho muita dificuldade em reler um livro. Não gosto. Acho que depois que conheço a trama, a história não prende minha atenção, além do que tenho muitos livros sem ler na minha pilha de leituras. Quando este livro ganhou a votação, pensei, vamos ver como será a releitura. E não é que até isto me surpreendeu?! Eu tinha lido este livro há muitos anos, e da outra vez tinha ficado com muita raiva da Menina má e mais ainda de Ricardo, por ser tão bobo. Desta vez, enxerguei nuances que não vi na primeira leitura e meus sentimentos com relação aos protagonistas mudaram, pelo menos um pouco.
Em fevereiro vamos discutir o livro Palácio de Inverno. Volto mês que vem para contar para vocês como foi nosso querido Clube da Leitura.

Comentários